Path Makers


 
InícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Dimentional Adventures

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Episódio 9 - Shinpis   Seg 31 Dez - 23:38

Episódio 9 - Shinpis?



Apresêntor - Estamos de volta à nossa semanal "Essa é minha Shinpi!"

Silver - Semanal?

Apresêntor - Agora, vamos contar os votos dos nossos espectadores!

Eusine escreveu:
A Falsa Shinpi é, com certeza, a Shinpi 1!
Arrout escreveu:
hum...acho que é a Shinpi 2
FireAlex escreveu:
acho que a verdadeira é a Shinpi n.2

Então temos uma vencedora! A Shiiiiiiinpi Dois!

Shinpi 2 - Há! Eu disse!

Silver - Heh, eu sabia.

Shinpi 1 - ESPERE AÍ

Apresêntor - Sim?

Shinpi 1 - Sua votação está confusa! Aquele cara chamado Arrout falou da Shinpi 2, mas não especificou se ela é a verdadeira ou a falsa! Então ele só pode estar querendo dizer que eu sou a verdadeira!

Shinpi 2 - Isso não conta! Sem contar que mesmo que você conte o voto dele eu tenho um voto a mais do que você!

Shinpi 1 - Mas aquele cara, Eusine, foi uma das pessoas que votou em você, e ele é um trouxa e, portanto, não conta!

Senhor Chapéu - Desculpe, mas protesto negado.

Randy - Por que é que ele começou a usar expressões de julgamentos?

Shinpi 2 - Então todos agora que você é a falsa!

Shinpi 2 saca sua espada e ataca Shinpi 1, mas Shinpi 1 defende!

Shinpi 1 - Não pense que vou cair tão fácil assim, sua farsa!

Shinpi 2 - Você viu a votação! Você é quem é a farsa! Randy! Silver! Me ajudem aqui!

Randy - Hã... Certo.

Silver - Vamos lá!

Randy e Silver correm em direção das Shinpis, mas antes de poderem chegar, ouvem um barulho de algo se aproximando!

Algo acerta a área entre as duas Shinpis, causando um grande impacto e uma nuvem de fumaça, lançando as duas Shinpis para lados contrários!

Esse então voa para o alto, se revelando um bumerangue!

O bumerangue volta para as mãos de seu misterioso dono, em cima de um prédio!

??? - É, até que esse bumerangue é útil.

Randy - O quê? Não pode ser!

Silver - Eu... Não esperava essa.

A pessoa, com algo que parece ser uma capa esvoaçante e um chapéu estranho, salta, pousando à frente de Randy e Silver!

A figura misteriosa em cima revela-se ser ninguém mais do que... Shinpi!

Shinpi??? - Credo, eu vou dar uma volta por algumas horas e vocês encontram duas de mim pra me substituir?

Randy - Argh! Não mais uma Shinpi!

Silver - Você é a verdadeira? Não, espera, isso é uma pergutna besta.

Shinpi 1 & 2 - Porcaria, será que aquela é a verdadeira?

Shinpi 1 e Shinpi 2 se entreolham.

Shinpi 1 & 2 - Você é uma falsa também?!?

Randy - Elas até que se entregaram fácil...

Randy - Espera um pouco...

Randy olha para Apresêntor.

Randy - Então para que é que serviu aquela coisa de show de perguntas e repostas?

Senhor Chapéu - Er...

Apresêntor - Feliz ano novo!

Apresêntor e Senhor Chapéu somem numa nuvem de fumaça com cheiro de morango!

Randy - Afe! Seus toscos! E porque sua nuvem de fumaça tem cheiro de morango! Isso não faz sentido!

Silver - Agora não, Randy, parece que temos problemas maiores agora.

Shinpi 1 - Heh, parece que estragamos nossos disfarces.

Shinpi 2 - Não sei da onde você veio, mas se queremos derrotá-los, acho que vamos precisar nos juntar.

Shinpi 1 - Concordo.

Shinpi 2 - Vamos lá!



As Shinpis falsas avançam sobre o grupo de Randy! Elas avançam de duas diredções opostas!

As Shinpis falsas lavantam suas espadas e preparam para se atacar!

Shinpi 1 & 2 - Espada Cortante!

Randy - Psi Escudo α!

Silver - HaaaAAA!

Randy cria um escudo protetor, e Silver invoca duas espadas para proteger do ataque!

O escudo e as espadas protegem do ataque, mas as Shinpis falsas atacam novamente, com um golpe horizontal cada uma! Desta vez, o escudo de Randy quebra e as espadas de Silver são afastadas para longe!

As Shinpis falsas se preparam para mais um golpe de espada!

Shinpi - Randy! Silver! Abaixem-se!

Randy e Silver, obedecendo o comando, se abaixam!

Shinpi - Ventos de Prata!

Shinpi cria dois ventos de prata nas direções das Shinpis falsas, mas as Shinpis falsas saltam para o lado, desta vez, com as duas ficando do mesmo lado!

Shinpi 1 - Era de se esperar, considerando que veio de mim mesma.

Shinpi 2 - Isso não parece que vai dar certo, que tal desta vez tentarmos alguma combinação?

Shinpi 1 - Acho que pode ser.

Shinpi - Vocês não vão não! Bumerangue meteoro!

O bumerangue meteoro, um bumerangue azul-claro e amarelo, com detalhes em preto, voa em direção das Shinpis, mas elas desviam!

Shinpi 2 - Não pense que pode nos pegar com o mesmo truque duas vezes!

Shinpi - Porcaria!

O bumerangue meteoro voa para longe!

Shinpi 1 e Shinpi 2 Pousam nas diagonalmente em relação à Shinpi!

Shinpi 1 e Shinpi 2 preparam para sacar suas espadas!

Randy - O corte crítico! Psi escudo α!

Uma barreira protetora envolve Shinpi!

Silver - Não vai dar! É forte demais!

Shinpi dá um grande salto, deixando o escudo de Randy no chão!

Shinpi 1 & 2 - Vamos lá!

Shinpi 1 e Shinpi 2 Desparecem!

Shinpi 1 & 2 - Corte X!

As Shinpis criam dois Cortes Críticos, e cruzam eles, de forma que eles se assemelham a um "X"!

O Corte X atinge em cheio o escudo de Randy, destruindo completamente o escudo!

As Shinpis falsas saltam de volta para onde estavam antes.

Shinpi - Isso... É muito poderoso! ... Hã?

O bumerangue meteoro volta com força em direção da Shinpi verdadeira, acertando ela em cheio em pleno ar!

Shinpi é lançada para longe!

Silver - Pelo jeito, esse bumerangue também tem seus riscos...

Randy - Cuidado! lá vêm elas de novo!

Shinpi 1 & 2 - Vento de Prata!

Randy - Psi escudo α!

Randy cria o psi escudo alfa novamente, e Silver invoca mais duas espadas para se proteger, mas o escudo se quebra rapidamente e leva as espadas para longe, danificando também Randy e Silver!

Shinpi 1 - Vamos tentar isso. Vento de Prata!

Shinpi 1 cria um vento de prata que envolve Shinpi 2!

Shinpi 2 avança sobre Randy e Silver!

Randy - Elas fortaleceram um ataque físico usando o vento de prata?

Silver invoca mais uma espada, e colide com a de Shinpi!

Os dois aparentam ter a mesma força, mas vento cortante da espada de Shinpi 2 fere Silver!

Randy - Psi Gelo β!

Randy cria o psi gelo, mas Shinpi 2 desvia, e salta de volta para o lado de Shinpi 1!

A Shinpi verdadeira se levanta e volta para o lado de Silver e Randy.

Shinpi - Ai, minha cabeça... Enfim, qual o plano?

Randy - Parece que vamos ter de improvisar combos também.

Silver - Não parece ter outro jeito.

Shinpi - Certo. Vamos lá! Espada Cortante!

Randy - Psi Trovão γ!

Randy cria um símbolo de raio, e três esferas elétricas sobem ao céu!

Um raio cai sobre Shinpi 1!

O segundo raio cai Sobre Shinpi 2!

Shinpi 1 & 2 - Ahhh!

Randy - Não tem como fugir dos meus raios!

Shinpi - Agora é minha chance!

Mas o terceiro raio cai sobre Shinpi!

Shinpi - É para ajudar a combar comigo, e não ajudar a acabar comigo!

Randy - Des, desculpe, não tem como controlar os meus raios...

Silver - Vamos precisar de mais trabalho de equipe...

Randy - Vamos tentar isso... Psi Refresco!

Randy, Silver e Shinpi são envoltos por pequenas esferas verdes!

Randy - Isso deve nos curar de pouco em pouco, enquanto lutamos. Enquanto isso, ataquem!

Silver invoca mais uma espada para atacar, e Shinpi pega sua espada.

Silver e Shinpi colidem com as Shinpis falsas!

Shinpi 1 - É só isso que vocês têm?

Randy - Psi fogo α!

Randy acaba acertando todos os quatro com o Psi fogo α!

Silver - Que ideia foi essa?

Shinpi - Você nos queimou ali!

Randy - Eu pensei que vocês iriam fugir... Sem contar que vocês estão sobre o efeito do psi refresco mesmo... (Ainda bem que usei só a versão alfa)

As Shinpis falsas ficam com raiva!

Shinpi 1 & 2 - Vocês... Vão pagar!

Shinpi 1 pega facas de arremeço, enquanto que Shinpi 2 pega um leque!

Shinpi - Então era com vocês que estavam as minhas armas!

Randy - Escutem... Eu tive uma ideia, mas vou precisar cque vocês arrangem um jeito de fazer elas pularem alto.

Silver - Eu posso fazer isso.

Randy - Certo. Vou usar um ataque novo pra vocês. Elas não deveriam conhecer. Enquanto estiver  sob efeito, ataquem com tudo o que vocês têm!

Silver & Shinpi - Certo!

Shinpi 1 lança as facas de arremeço, e Shinpi 2 usa o leque, em combinação do vento de prata, para fazer as facas chegarem em uma grande velocidade!

Randy -  Psi escudo Ω!

Um escudo protetor envolve todos do grupo de Randy!

As facas de arremeço em alta velocidade acertam o escudo. O escudo protege da maioria das facas, mas algumas atravessam direto, acertando Randy, Silver e Shinpi, dando danos leves!

Shinpi - Gostei dessa ideia... Mas é melhor quando não estão usando contra mim...

Silver invoca mais uma espada, totalizando três, as faz rodar, as coloca próximo do solo e as atira em direção das Shinpis!

Shinpi aproveita e usa seu vento de prata! O vento de prata aumenta um pouco a velocidade das espadas.

As Shinpis desviam, saltando alto!

Shinpi - Agora! Randy!

Randy - Haaa! Psi Tornado γ!

Randy cria o símbolo de psi gelo em sua mão direita e psi raio em sua mão esquerda, e as funde, formando um símbolo verde completamente novo, que se assemelha a um tornado!

O símbolo desaparece e um grande tornado surge! O tornado suga as Shinpis falsas!

As Shinpis falsas rodam descontroladamente dentro do tornado!

Randy - Agora! Ataquem!

Silver - Haa!

Silver lança suas espadas em direção das Shinpis, mas o vento atrapalha!

Silver - Ugh... Não consigo... Controlar, direito!

Shinpi - Vai uma ajudinha aí?

Shinpi salta na parede de um prédio, e salta para dentro do tornado!

Shinpi pega uma das espadas de Silver e saca sua espada!

As espadas de Silver e Shinpi se ajudam a controlar o voo!

Shinpi e as espadas de Silver desaparecem!

Shinpi - Corte X! (versão Randy + Shinpi + Silver)

Grandes cortes em formato de X surgem nas Shipis falsas!

Shinpi 1 - Porcaria!

Shinpi 2 - Ugh!

Shinpi pousa levemente no chão, enquanto que as Shinpis falsas batem com força no chão.



Randy - Arf... Arf... Imagino o que essas Shinpis eram...

Shinpi 1 se transforma em uma gosma estranha, e desaparece!

Shinpi 2 revela partes robóticas e explode, sem deixar vestígios!

Silver - Elas foram... Oponentes formidáveis.

Randy - Se não estivéssmos em maior número talvez não tivéssemos vencido...

Shinpi - Nossa... Eu sou mesmo forte(ainda mais quando tem duas de mim)!

Randy - Hã? Parece que a chuva pesada vai começar logo. Melhor nós irmos entrando.

Randy, Silver e Shinpi entram na casa, exaustos da batalha. Eles se questionam do que aconteceu, mas sabem que não háe como saber das respostas. Eles decidem que, no próximo dia, eles iriam viajar juntos...

As primeiras gotas da chuva pesada caiam, e a paisagem começava a ficar cada vem mais cinza, porém, não muito longe dali, um ser fantasmagórico, cinza como a chuva pesada. Conforme a chuva ia aumentando, sua forma desaparecida, mas seus olhos estavam fixos apenas em Randy, Silver e Shinpi...

« siggy »


Última edição por Mr.Galleom em Qua 31 Jul - 20:25, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Seg 31 Dez - 23:39

~Capítulo II : Chuva Pesada~
Fim

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Dom 6 Jan - 15:23

~Capítulo III : Um objetivo~
Sinalizador de fim:
- Descobre-se da existência dos amuletos do zodíaco! Alguma coisa invocada pela espírito dimensional é invocada!

« siggy »


Última edição por Mr.Galleom em Qui 1 Ago - 22:03, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 770
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Episódio 10 - Perigos Subaquáticos e explosão ilógica   Qui 24 Jan - 14:39

Dimentional Adventure

Episódio 10 - Perigos Subaquáticos e explosão ilógica

     Tudo estava mais do que tranquilo no mar de Emerald. A natureza marinha era perfeitamente preservada, já que os cidadãos da cidade mal sabiam o que fazer com eles. Peixes pequenos, grandes, bonitos e perigosos se aproximavam com curiosidade do submarino, apenas para se afastarem rapidamente por causa do forte cheiro de lixo acumulado há anos e comida estragada.

     Os próprios passageiros do submarino gostariam de se afastar o mais rápido possível e nadar para longe, mas controlavam o desejo com todas as forças. Eusine era o que mais sofria, já que estava literalmente imerso em sujeira graças à brincadeira de Gordo, que parecia nem ligar para a sujeira ou para o fedor. Ia navegando tranquilamente após um inicio desastrado, onde quase atropelara uma Orca. Gordo também insistia em falar que a vitória de Rodolfo foi injusta, que ele provavelmente tinha comprado os outros lutadores ou usado hack...

Gordo: Agora eu falando sério: Que tipo de espada fuleira é essa?

Rodolfo: Uma espada fuleira velha, eu usei ela nos últimos jogos.

Gordo: Do que tá falando?

Eusine: Ei, estamos chegando! Olhe ali na frente!

Gordo: Um rochedo enorme? Grande bosta!

Woody: Tsc, que palavra feia. Não gosto de palavras feias. Seu pagamento será reduzido.

Gordo: Perdão senhor! Digo, hãn... Vossa canidade!

Woody: Certo, dessa vez eu vou fingir que não escutei. E o que você disse, Eusine?

Eusine: Olhe bem para o rochedo, tem uma caverna um pouco mais abaixo de onde estamos. Não acha que pode ser ali?

Woody: Quais são as chances de estar mesmo ali? Eu diria muito poucas.

Eusine: É o que você pensa! É o lugar perfeito, veja! Ele está em destaque no rochedo, é um lugar épico para se esconder um amuleto, então ele só pode estar lá!

Woody: Isso não faz sentido!

Eusine: Então prefere mesmo ir para o fundo e procurar aleatoriamente?

Woody: Tsc, essa caverna é melhor do que nada. Mas duvido que esteja lá. Pela história da princesa, me soou como se o amuleto tivesse caído no mar ou coisa do tipo, não que alguém tivesse escondido. Até porque... Como alguém viria até aqui esconder?

Eusine: Só vamos descobrir no fim.

Woody: ...Certo, então vamos para aquela caverna, Gordo.

Gordo: Deixa comigo!

     Em poucos minutos eles haviam entrado naquela caverna aquática. Era apertada, mas grande o bastante para o submarino passar sem grandes problemas. Para a surpresa deles, após avançarem alguns metros atingiram uma parte onde havia ar novamente. O submarino estacionou e eles puderam sair. Havia um caminho cortando a rocha e estava iluminado com tochas.

Woody: Que intrigante, parece que existem pessoas aqui! Talvez você esteja certo sobre a localização do amuleto, Eusine!

Eusine: Haha, não disse que aqui seria um bom lugar para procurar? Vamos andando!

Gordo: Er... E meu pagamento, canidade?

Woody: O que, você acha que não vamos precisar de você para voltar?

Gordo: Então, o pagamento...

Woody: Vai valer a pena, prometo.

Gordo: Ótimo! E vocês acham que tem chance de ter uma lanchonete no fim dessa caverna?

Eusine: ...

Woody: Er... Não.

Gordo: Mas existem pessoas aqui, né?

Woody: Bom, alguém precisa ter acendido essas tochas recentemente, não?

Gordo: Acha que eles são legais? E tem comida?

Woody: Tsc, eu não sei. Talvez eles ofereçam comida para nós.

Gordo: Ótimo! Então não vou esperar aqui, vou com vocês!

Woody: ... Prefiro o Eusine e o Rodolfo, apesar de todos estranhos eles são companhias bem menos chatas do que esse rapaz...

     Após Eusine mergulhar para tirar a sujeira do corpo e um pouco do fedor, eles já estavam entrando no caminho com as tochas, quando:

Gordo: Opa, deixa eu trancar o submarino!

     Gordo tirou as chaves do bolso e apertou o botão de trancar. Um bipe soou do submarino.

Gordo: Tudo certo, agora podemos ir.

     E então, o submarino explodiu.

Rodolfo: Uia.

Gordo: Mas o que?! Meu submarino!

Eusine: ...

Woody: Ai, pelo amor da Deusa, isso não pode ser verdade! E agora, como vamos voltar? Não acredito, não pode terminar assim, não podemos morrer aqui! Todo esse esforço em aguentar esses idiotas pra nada!

Rodolfo: Ele tá falando da gente?

Eusine: Que nada, tá falando do Neylizard e do Gordo.

Gordo: Ele falou de vocês! Não acredito, meu submarino! Não, não! Eu tinha comida no porta mala!

Eusine: Você só se preocupa com a comida?

Gordo: Mas é claro! O que eu iria fazer com um submarino? Ele tava servindo como segunda geladeira. Eu perdi comida pra caramba!

Eusine: Não se preocupe, o pagamento vai valer a pena! Não é, Woody?

Woody: Que pagamento? Nunca vamos poder sair daqui agora! Mesmo que achemos o tal amuleto, como vamos voltar?!

Eusine: Calma, esqueceu que tem gente aqui? Eles devem ter usado um submarino para chegar até aqui ou coisa parecida. Talvez eles nos ajudem.

Woody: Certo, manter a calma. Manter... a calma...

Eusine: Que estresse...

Gordo: Vamos indo logo, eu to com fome pra caramba!

     O pequeno grupo começou a avançar pelas paredes de rocha. Após alguns metros, a caverna começou a se apertar e ficar cada vez melhor, de modo que quase se tornou impossível para Gordo atravessar. Woody era o único que não tinha dificuldade de atravessar o corredor e ia em frente, apressando os companheiros.

     Quando o caminho iria começar a ficar impossível de atravessar, subitamente ele se abriu para um corredor feito de mármore. As tochas nas paredes foram trocadas por lâmpadas fluorescentes no teto.

Gordo: Finalmente, espaço!

Woody: Interessante... Parece que os que moram aqui tem uma tecnologia avançada em relação ao resto de Emerald... Isso é bom!

Eusine: Vejam, ali na frente tem uma porta!

     Animados com a mudança de cenário e a possibilidade de encontrar gente, submarinos e comida, apressaram o passo e rapidamente passaram pelo corredor e abriram a porta.

     Deram de cara com uma sala de uns vinte metros quadrados, vazia. Um corredor seguia para a esquerda e outro para a direita.

Woody: Droga, ninguém...

Eusine: Tem dois caminhos, para onde vamos primeiro?

Rodolfo: Podíamos nos separar.

Eusine: Isso nunca da certo.

Gordo: Nem acredito que já faz quase meia hora que não como nada! Eu vou morrer de fome se não encontrarmos esses malditos!

Eusine: Sshh, escutaram esse barulho?

     Na verdade, nenhum deles conseguiu escutar nada. Mas após alguns segundos, o chão começou a se abrir no centro da sala. Um circulo perfeito com uns dois metros de comprimento se abriu e, subitamente, algo saltou de dentro dele...

     Um robô de quase três metros surge! Usava uma armadura verde em quase todo o corpo, tinha a cabeça alongada para trás e uma caveira com ossos cruzados na testa, símbolo dos piratas. Em uma mão, uma espada. No fim do outro braço não havia mão, e sim uma metralhadora. A boca do robô era cheia de dentes enormes e afiados. O buraco no chão se fecha.(Aqui)

Rodolfo: Uia.

Eusine: Que inesperado... Acho que já vi isso em algum lugar... Será que foi na TV?

Woody: M-minha Deusa! Rápido, vamos correr por um caminho, não temos como derrotar esse robô!

Eusine: Acho que já derrotei inimigos maiores e... Espera, cadê o Gordo?

     É claro que ele já havia corrido desesperado para o caminho da esquerda. Notando ao mesmo tempo que os heróis a fuga de Gordo, o robô apontou seu braço metralhadora para o caminho da esquerda e atirou.

     Mas as balas foram paradas pela espada de Rodolfo, que pulou na frente do caminho da esquerda.

Rodolfo: Deixa que eu cuido dele! Vão logo!

Eusine: Ei, eu pensei que eu fosse o herói principal da história! E você só está fazendo isso porque quer lutar!

Rodolfo: E dai?

Eusine: Eu fico também!

Woody: Não, você vem comigo! Eu espero que seja seguro, mas se não for você vai ter com quem luta.

Eusine: Bem pensado! Esse deve ser apenas um mini-boss, e tem um boss nos esperando! Vou com vocês! Se ferrou, Rodolfo!

Woody: Você não faz sentido! Vamos logo!

     Eusine e Woody correm atrás de Gordo enquanto o robô pirata se prepara para atacar Rodolfo.

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.


Última edição por Eusine48 em Qui 1 Ago - 20:25, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
Firealex
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : A Emblema do Alex!
Mensagens : 491
Sanidade : 5

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Qui 14 Mar - 11:40

Hoje não trouxe nenhum update, exceto esta pintura legal, para lembrar dos bons tempos...
Nesta brincadeirinha...



Conseguem dizer qual garota está vestindo de quem?

Não acho que vou precisar de dicas, como que é fácil distinguir cada garota com personagem.

Droga, Dino! Era para ser só meninas vestidas de personagens do Eusine!

EDIT: Ok, hora do Update! Eu estava jogando um certo jogo, então eu tive uma idéia muito maluca e legal para botar como um antagonista novo da fic! Galleodio já foi derrotado, Glade prometeu parar de atacar o grupo por um tempo, Anti-Alex já foi... Morto. Mas o grupo apesar de ter fortalecido os seus laços, eles ainda não encontraram os seus irmãos! Parece que já está na hora de este novo antagonista aparecer!

Eu vou voltar escrever esta fic, mas eu vou acelerar até o fim do crossover. Será um pecado deixar isso sem updates.

Ah, e para as pessoas que não querem mais se preocupar ao procurar a fic dos outros:

Menina (Primeira aparição) - Personagem de Eusine

Ranshi (Volta dos contos de Elibe) - Eusine

Linh (Esta fic, a fic do crossover.) - Eric Letur

Shinpi (Legado do vento de prata) - Feitinilda

E por piada...

Dino (Eusine48) - Dina?

« siggy »


"Prefiro o desenho podre de natal que isso!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Firealex
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : A Emblema do Alex!
Mensagens : 491
Sanidade : 5

MensagemAssunto: Capítulo 3: Episódio 10: O amuleto dos zodíacos e a arena!   Ter 9 Jul - 17:08

Adeus, ano velho... Feliz... Ah, é, o ano novo já passou.

Se não prestaram atenção no meu post, ele está lá em cima. Peço desculpas ao double post, mas eu não tenho mais paciência de esperar vocês... Com vocês, o capítulo 3! A procura dos amuletos e o novo antagonista!

Antes, eu gostaria de falar uma coisa sobre o meu jogo: O Fire Emblem!

Lembra da minha fic, os contos de Elibe e a sua volta? Bem, eu realmente baseei em um jogo chamado Fire Emblem (Rekka no ken, ou a espada flamejante.) E já sabem qual é a minha menina favorita, certo? Esta nova novidade de Fire Emblem, se chama Fire Emblem Awakening!

Mas o que isso tem a ver com o que eu disse, seu misturado? Bem, não vou contar muitos detalhes, mas este jogo é mais flexível e detalhado que os outros jogos. Maioria dos personagens são engraçados, paródias dos clichês dos outros dos jogos de RPGs e dá para recrutar personagens antigos pelo streetpass, incluindo pessoas como Lyn e Ike! (Desde que tenha golds, o dinheiro do jogo e personagens fortes, claro).

Dá para criar misturas de habilidades, como Fúria (Em metade do seu HP, aumenta o seu crítico em 20!), Vantagem (Ataca primeiro que o seu oponente se tiver metade do HP) e Astra (Ataca 5 vezes com metade do dano!) para causa combos destruidores! Tem mais ou menos 80 habilidades no jogo inteiro, mas só pode equipar 5 por vez... Pelo menos, se a sua dedicação e criatividade permitirem, isso é demais!

E uma das melhores partes do jogo? Você pode criar o seu avatar! Não o avatar que aparece no Fire Emblem de Lyn, eu quis dizer que o seu avatar pode agora enfrentar inimigos junto com os seus parceiros! (Mesmo assim, criar um hack de Fire Emblem 7 sobre colocar o seu próprio personagem customizado seria bom também...) Você quer ser um espadachim? Um guerreiro musculoso com um machado? Um mago inteligente com magias devastadoras? Um arqueiro que acerta todo mundo? Uma domadora de pegasus? Uma menininha bonitinha que usa cajado para cura? Desde que tenham um item chamado Second Seal e dedicação, (quase*) tudo isso é possível!

Enfim, se você conseguir passar das palavras vulgares, dificuldade desbalanceada e "sexíssimo", o Fire Emblem awakening é um ótimo jogo e recomendo a comprarem! Agora também disponível ao download de eshop de seu 3DS! Ah sim, este é o meu primeiro jogo de 3DS e eu amei bastante este jogo... Ah claro! De volta a nesta fic...

Mas enfim, se não querem ler os spoilers, divirtam-se lendo o capítulo!

A partir daqui, será só spoilers do Fire Emblem e da minha fic! Não leiam se não quiserem!:
 

* Avatar não pode transformar em "Dançarina", "Manakete", as novas espécies "Taguel" e "Lorde", e claro, desconsiderando classes só para inimigos como zumbis. As duas dançarinas podem até trivializar o jogo!

Dimentional Adventures Versão FireAlex: Capítulo 3

Capítulo 3: Episódio 10: O amuleto dos zodíacos e a arena!

Alex: ...

Galleom: Hey, Alex? O que você está fazendo?

Alex: Encontrei os restos dos meus... Amigos...

Galleom: Você quer dizer esse cabelinho rosa, alguns algodões e esse... Rabinho amarelo? Neste cesto?

Alex: Sim... Eram o resto dos meus amigos... Tinham adagas geladas e espadas ao redor dos restos deles...

Galleom: Ah... Eu sinto muito, Alex...

Linh: Nossa, que jeito mais alegre de começar o capítulo!

Alex: Eu sei, Linh... Se eu fosse um pouco mais forte...

Galleom: O que você vai fazer?

Alex: Arrumar um funeral. Vou rezar todos eles, para que tenham um bom descanso em paz.

Galleom: Maldito Eu! Er, quero dizer, Galleodio! Você destruiu maioria dos animais inocentes e uma parte da cidade de Emerald e fingiu ser mim para escapar! Você é o demônio!

Tia: Alex... Se estiver sentindo mal, pode visitar a minha casa, quando quiser, tudo bem?

Alex: Obrigado, Tia...

Galleom: Linh, vamos checar se a barreira já foi penetrada?

Alex: Pegue o chapééé... Ei!

O chapéu do Glade foi derretida!

Alex: Essa não! Parece que a cartola se derreteu na chuva do Galleodio!

Galleom passa o seu dedo na cartola derretida do Glade e chupa!

Tia: Hã?

Galleom: Hm... Bleargh! Esta cartola tem gosto de tinta!

Linh: É claro, seu burro! O que você acha que uma pintura tem um gosto, hein?

Alex: Parece que vamos ter que ficar aqui em emerald por mais um tempinho...

Galleom e Linh: MALDITO GALLEODIO!!!

Tia: Pelo menos, ele foi derrotado e foi para uma cadeia, mas acho melhor ele ser morto logo, não acham?

Alex: Verdade, mas o emerald vai decidir o destino dele. Enquanto isso, eu vou rezar a morte dos meus amigos...

Braus: Então, o que vocês dois vão fazer?

Galleom: Eu não sei... Não acho que vou querer visitar a cidade agora... Eu provavelmente vou ser capturado de novo, por me confundir por um... criminoso!

Tia: Bem, eu ouvi uma notícia sobre o rei! Ele vai lançar um torneio!

Linh: Sério?! Qual vai ser o prêmio?!

Galleom: Legal! Uma animação depois da tragédia!

Tia: Bem, uma conversa e o banquete! Vocês vão participar?!

Linh: Eu quero!

Galleom: Eu vou participar!

Braus: Eu já cansei depois de uma longa viagem, vou ficar com a Tia e o Alex.

Alex: Eu... Não estou interessado.

Linh: Eu entendo...

Galleom: Nós vamos ganhar o prêmio e todos nós vamos curtir juntos, eu prometo, Alex!

Linh: É, Alex! Você esforçou bastante desde o capítulo passado então, você merece um descanso! Torça pela gente!

Alex: Obrigado, gente...

Braus: Boa sorte para vocês dois! E comportem-se!

Tia: Eu quero comer aquele banquete! Não se tratem em se perderem!

Alex: Até... Mais... Pessoal...

Galleom e Linh vão para a arena!

Alex: Pikachu, Altaria e Kirby... Me desculpem... Anti-Eu... Você foi corajoso, apesar de ser malvado... Você merecia estes
pincéis mais que eu... Daniel... Você é um grande tolo e idiota! Mas, eu quero ver você de novo também, apesar do todo o problema for culpa sua! "snif"... e Lyn... Quero ver você de novo...

Braus: Alex...

Alex, Braus e Tia saem do grupo temporariamente...

Galleom: Oh, não! Eu não estou gostando desta mensagem!

Linh: Relaxa, Gah! Nós todos vamos ver de novo na casa da Tia! Vamos ser os vitoriosos do torneio!

Galleom: Mas, como?

Linh: Derrotamos um robô gigante e um maníaco superpoderoso desde o capítulo passado! Não tenho dúvida que VAMOS conseguir, não é, seu tolo?

Galleom: É claro! Se derrotamos o Galleodio, podemos derrotar todo mundo do torneio!

Linh: Mas, vamos precisar de toda a energia para ir ao torneio! Beba todo esse xarope de mel, tigrão!

Galleom: Pode deixar! Não queremos piedade!

Linh e Galleom bebem todos os 10 xarope de méis! O grupo se sente revigorizados!

Galleom: Nós somos invencíveis! Não vamos deixar ninguém derrotar a gente!

Linh: E vamos arrumar um banquete para o Alex e a gente!

Galleom e Linh: Yeah!

De novo, vai parecer a arena do Eusine48, mas eu vou fazer umas modificações para não estragar a história!

Uma voz começou a ecoar pela Arena. A voz do Rei. Olhando ao redor, algum cachorro estranho logo encontrou o Rei sentado em uma posição privilegiada, onde poderia ver as lutas do melhor ângulo. Estava cercado de uma dúzia de guardas. Falava por meio de um grande megafone verde-esmeralda.

Rei: Bem-vindos todos a Arena de Emerald! Hoje teremos como atração o evento Duelo Obrigatório e Rotatório! Ou apenas DOR, para encurtar! Lembrando que o vencedor será dado um jantar com o Rei e comigo! Ohohoh, isso foi uma piada!

Alguns puxa-sacos, imbecis e corajosos ousaram rir. Mas pelo silêncio constrangedor geral que teve na Arena, o Rei achou que seria melhor repetir, caso os súditos não tivessem escutado.

Rei: Um jantar com o Rei e comigo! Ohohoh, isso foi uma piada! Eu sou o Rei... então deveria ter dito apenas uma coisa, entendem? Piada?

A maioria dos súditos decidiu rir. O Rei percebeu que o público era do tipo simplório, não do tipo que entenderia piadas geniais como aquela no momento em que fossem contadas.

Rei: Que dê inicio ao DOR, com a abertura da primeira porta! Lembrando que apenas um pode ficar no final!

Vários portões se abriram, e vários guerreiros saíram, usando suas armaduras sujas. A maioria dos lutadores não era de uma origem nobre, e suas armaduras eram velhas, surradas e até mesmo enferrujadas. Alguns usavam até mesmo de armas improvisadas, como simples cabos de vassoura.

Fã: Vai Gokan, vai! Isso! Agora quebra aquele outro! Haha, aquele outro agora! Incrível! Vai Gokan, vai!

Fã 2: Robinaaa! Bonitaaa! Derrote todo mundo!!!

Fã 3: Querem parar de gritarem!? Estou tentando dormir aqui!!!

Mas, como que esta é a versão do FireAlex, O final vai ser um pouco diferente!

Galleom: Preparada, Linh?

Linh: Eu sempre nasci pronta, Gahst!

Várias pessoas gritam, aplaudem e torcem para o Gokan e a Robina vencerem o torneio de DOR.

Guerreiro 1: Iá!

Linh: Criação de gelo! Rajada congelante!

Com o raio de gelo, Linh congela o guerreiro e derruba para fora da arena! Mas, Galleom soca ela!

Linh: Ai, Gah!

Galleom: Você é a minha oponente! Não se distraia!

Linh: Mas o ideal é a gente enfrentar juntos e DEPOIS a gente nos enfrentar um ao outro! Não o primeiro!

Galleom: Ah, certo!

Lá dentro da multidão de pessoas, tem uma pessoa estranha vendo a Linh e o Galleom lutarem. Apenas assistindo e vendo os seus movimentos...

Guerreiro 2: Toma essa!

Gokan: Golpe fulminante!

Com a força do Gokan, Gokan derruba um guerreiro para fora da arena!

Robina: Chuva de flechas!

Ao pegar todos as flechas, Robina cria uma chuva de flechas, distraindo os guerreiros, distraindo eles para fora da arena!

Linh: Criação de gelo! Casco de gelo!

Com o casco de gelo, Linh se esconde em um ataque de flechas!

Linh: Meu deus! Esses caras são durões!

Mas um cara emcapuzado aparece por trás da Linh!

Cara emcapuzado: Te peguei, menina!

Linh: Há! O que você vai fazer? Suas armas não podem me tocar!

Cara emcapuzado: Isso é a arma física! Mas, eu tenho um truque diferente! SHOCK!

O cara emcapuzado choca a Linh e chuta ela para fora da arena!

Linh: Nããããão!

Galleom: Linh! Essa não!

????: Ora, ora! Se não é o garoto chato de novo!

Galleom: Essa voz! Grrr! Você! Galleon!

Galleon: Então nos encontramos de novo, seu mentecapto.

Várias meninas gritam pelo Galleon! Elas torcem e querem a vitória dele!

Galleom: Há! Eu também tenho fãs! Querem ver? Meus queridos fãs! Eu amo vocês todos!

E a plateia toda ficou calada.

Galleon: Há! Até parece! E teve até boatos que você destruiu uma boa parte da cidade, então, eu duvido que você vai ser gostado, seu burro. Hahaha!

Galleom: Pode rir quanto quiser! Mas eu já me treinei para ser mais forte!

Galleon: Passou tanto tempo desde a última vez, certo? Então, me mostre, seu bebê!

Galleom: IIIIIIIIIIIIIIIH!

Galleon: AAAAAAAAAAAH!

Galleom: IIIIIIIIIIIIIIIH!

Galleon: AAAAAAAAAAAH!

Galleom: IIIIIIIIIIIIIIIH!

Galleon: AAAAAAAAAAAH!

Eusine: Ah, é comigo? PANQUECAS!!!

Cachorro: Eusine, senta. Senão não vai ganhar biscoitinho.

Galleom: IIIIIIIIIIIIIIIH!

Galleon: AAAAAAAAAAAH!

Guerreiro 3: EU SOU RODOLFO! HAHAHAHAHA!

Apareceu uma pessoa maluca e rodopiou a sua espada, derrubando os dois para fora da arena! As meninas choraram a perda do Galleon!

Galleom: Ai... Pelo menos ELE perdeu...

A luta foi perdida...

Rei: E assim chegou os 4 finalistas!

Não importa. Se os dois perderam, não tem mais importância para continuar a arena! Na saída...

Linh: Ai... Isso foi humilhante...

Galleom: É verdade... Mas, eu só recebi uma facada! Você recebeu uma faísca daquelas, hein?

Linh soca o Galleom!

Galleom: Ai!

Linh: É por aquele soco.

Cara misterioso: Ei! Vocês dois!

Linh: Quem? Nós dois?

Cara misterioso: Sim, eu invo... quero dizer, chamei vocês dois. Vem cá!

Linh e Galleom se arrastam até o cara misterioso!

Cara misterioso: Caramba, eu sei que perderam a luta, mas não precisavam arrastar até aqui!

Galleom: Ai... O que você quer? Estamos machucados e humilhados...

Cara misterioso: É que eu gostaria de dizer que um de vocês são o Alex Kirbo?

Linh: Não, somos amigos dele.

Cara misterioso: É que eu tenho uma carta para o garoto verde... Eu posso confiar em vocês para entregarem esta carta?

Galleom: Ai... Tudo bem...

Cara misterioso: Muito obrigado! E que pena que vocês dois perderam. Estava torcendo por vocês.

Linh: Deu para perceber, não deu? Nos dê a carta e vai se vazar!

Você ganhou uma carta estranha! E o cara misterioso some!

Linh: Vamos apostar para quem chega primeiro a casa?

Galleom: Certo!

Linh e Galleom se arrastam como enguias mancas até chegarem em casa! Não antes de baterem as caras de outras pessoas, ridicularizando o jeito de andarem deles e até brincando e rindo deles!

Galleom: É impressão minha, ou o narrador está de gozação com a gente?

Não, é só a sua imaginação.

Linh: Pode parar de falar e continue se arrastando?

Na casa da Tia...

Tia: Meu deus! Vocês dois estão machucados! O que aconteceu?!

Linh: Perdemos a luta...

Galleom: Médica...

E o grupo se reúne!

Alex: Que pena para vocês dois... Desculpe por não participar junto...

Linh: Tudo bem, Alex... Ah! Tem uma carta para você!

Alex: Para mim? Certo. Deixa eu ler. Hm! Sim! Ahã... Certo...

Braus: Então, Alex?

Alex: Acho que encontramos uma pista.

Galleom e Linh: Hã?

Alex: Há uns rumores que algumas pessoas se perderam numa floresta descolorida ou branca e preta, se preferirem.

Linh: E daí?

Alex: Aí que uma das pessoas é possivelmente uns garotos de cabelo e a reação de fogo e um idealista com cachecol com cor de sangue.

Linh: Idealista? Só pode ser... Denas?

Galleom: Legal! Encontramos os seus irmãos, pessoal! Parece que o dia não acabou tão ruim assim!

Alex: Não... É só um boato escrito nesta carta, não sabemos se é verdadeiro.

Braus: Então, parece que nós temos uma missão de resgate.

Alex: Eu já sofri muitas perdas... Não vou deixar isso acontecer de novo com o Daniel...

Linh: Tudo bem! Vamos tentar reunir nossas forças e amanhã, vamos arrumar um jeito de sair daqui! Abraço em grupo?

O grupo se abraça juntos!

Tia: Mas primeiro, vocês precisam descansar. A luta e o pequeno cemitério já devem ter deixado vocês exaustos...

O grupo vai para os seus quartos. Enquanto aparece uma pessoa misteriosa.

Alex: Cuidado com uma aventureira que usa ventania prateada e armas cortantes, um psíquico que usa espada flutuante, um psíquico que consegue usar elementos de natureza e... Uma empregada do tempo... zzz... Eles são as pessoas mais perigosas da dimensão... zzz... Assinado... Ranshi...

Finalmente, Alex cai no sono...

Cara misterioso: Alex Kirbo... O Galleodio, apesar de ser um maluco, ele está certo. Prepare-se. Os seus desafios ainda estão por vir. Confiar demais nos seus amigos vai te levar nas ruínas um dia.

E fim do episódio 10! O que acharam da minha volta!?

« siggy »


"Prefiro o desenho podre de natal que isso!"


Última edição por Firealex em Seg 19 Ago - 22:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Episódio 10 - O parque de diversões   Seg 29 Jul - 18:28

Então assim os dias passaram.

Aliás, vários dias. Acho que devem ter passado seis meses! Ou quem será até mais? Ou menos? Não tenho certeza. Imagino se o pessoal lá em casa está preocupado comigo...

Os dias foram estranhamente iguais, mas ao mesmo tempo muito diferentes. Foi um pouco estranho.

Nós procuramos saber como sair daqui, nós não achamos praticamente nada, com exceção de uma incrição em uma pedra que a Shinpi achou, mas não conseguimos ler nada.

Muitas vezes as coisas mudavam radicalmente, só que as pessoas ficavam agindo como se sempre fosse assim. O que é normal por aqui, eu acho.

De vez em quando apareciam uns monstros chatos pra nós derrotarmos, mas nós conseguimos derrotá-los com certa facilidade, afinal, a maioria deles nem chegava aos pés das Shinpis falsas. E muitos deles eram simplismente bizarros.

Silver: Verdade, aquele caracol gigante rosa foi especialmente estranho.

Ei! Esse é meu monólogo inicial!, me deixe falar...

Silver: Ok...

*Aham*, enfim...

Por outro lado foi interessante o Orange e o Alloy lutando contra os monstros.

Enquanto Alloy usava aquele psi apelativo, o psi laser, o Orange lutava usando umas máquinas estranhas. Eles fazem uma combinação até que boa, mas um pouco estranha.

O problema foi que, quando eu pensava ter visto de tudo, me aparece isso, o


Episódio 10 - O parque de diversões



Randy - ... Sério?

Shinpi - E eu que achei estranho aquele ataque dos pinguins estranho...

Silver - Definitivamente ultrapassa do ataque do caracol gigante rosa e dos lasers que ele soltava pelos olhos.

Randy, Shinpi e Silver encontravam-se logo à frente de um grande parque de diversões, que se surgira repentinamente durante a chuva pesada, convenientemente posicionado logo do outro lado da rua da casa de Loran, o prefeito.

Na entrada do parque tinha duas grandes placas de madeira com um ursinho de pelúcia gigante desenhado em cada um deles, um branco e outro laranja, de forma que pareciam segurar uma grande placa escrito "Parque Fantástico".

Silver - "Parque Fantástico", é? Bem modesto da parte deles...

Shinpi - Provavelmente quem quer que tenha roubado meus itens deve estar lá! Eu sei disso!

Randy - O que foi mesmo que você perdeu?

Shinpi - Er... Minhas... Coisas!

Randy - Sei...

Shinpi - (Não posso dizer que perdi meu pinguim de pelúcia...)

Silver - Enfim, eu também acho que deveríamos explorar aquele lugar. Sinto uma aura suspeita naquele lugar...

Randy - Certo, talvez até seja divertido, é um parque de diversões afinal de contas!

Tendo então decidido ir para o parque, Randy, Silver e Shinpi entram no parque.

Porém, antes de entrar, Orange aparece correndo e para logo à frente dos três.

Orange - *Huff*... *Huff*... Vejo que vocês vão para o parque fantástico!

Randy - Acho que sim. Por quê?

Orange - Se vocês se encontrarem com a dona do parque, deem esta cesta de flores para ela!

Orange dá uma cesta de flores laranjas para Randy.

Silver - Por que você não dá você mesmo?

Orange - Estou muito ocupado no momento. Eu tenho que ir! Tchau!

Orange corre para longe. O trio fica confuso, mas continua mesmo assim para o parque.



Logo após entrar, o grupo encontra-se numa grande praça, com um guichê para entrar no resto do parque, ainda que não se avistasse um local para se comprar tickets.

Em contrapartida, uma mulher adulta com sorriso confiante e ligeiramente sinistro, vestido preto e de cabelo rosa estava a alguns passoas à frente do guichê, com dois guardas-costas de cara quadrada, vestindo ternos pretos e óculos escuros.

Avistando o grupo de Randy, a mulher se aproxima rapidamente do grupo, comprimentando-os.

Mulher - Olá, olá! Bem-vindos à grande abertuda do Parque Fantástico! Eu sou a madame Ming, dona do parque. Sejam bem-vindos! Tehee...

Randy - Er, oi. "Grande abertura", você disse? Mas não tem ninguém por aqui!

Madame Ming - Oras, oras, é só o dia de abertura, aqui onde estamos não tem como ninguém na cidade não notar! Em breve, teremos muitos clientes~

Silver - Quer dizer que você colocou o parque bem na frente da casa do prefeito de propósito? Por que um parque faria isso?

Madame Ming - Oh, é porque este não é um parque comum... É um parque fantástico! Aqui é o Parque Fantástico! Tehee...

Silver - Ceerto...

Enquanto isso, Shinpi olhava para todos os lados, procurando por algo.

Madame Ming - Oh, garotinha, aposto que sei o que está procurando!

Shinpi - Sabe? Er... Como você sabe?

Madame Ming - Oras, como eu não saberia? É tão óbvio!

Shinpi - É óbvio...?

Madame Ming - É claro, bobinha! Você obviamente quer os tickets para entrar no Parque Fantástico!

Shinpi - Ah, isso, er... É claro!

Madame Ming - Já que hoje é a abertura, não precisam pagar nada! Peguem aqui! Tickets para todos! Tehee...

Madame Ming dá 1 ticket para Randy, Silver e Shinpi cada.

Madame Ming - Aposto que vai adorar o parque! Temos muitos bichinos de pelúcia! Talvez tenha até de pinguim!

Shinpi - Hã...? Obrigada...?

Madame Ming - E você, garoto, aposto que vai achar o parque... Como vocês jovens falam? Ah sim! Você vai achar o parque totalmente Laranja! Tehee...

Randy - Laranja? Er... Que bom...

Randy e seus amigos andam então para o guichê, um tanto confusos por causa da conversa estranha da Madame Ming, de fato, tão confusos que Randy quase se esquece do pedido do Orange.

Randy - Ah sim! Senhora Ming?

Madame Ming - Madame Ming, por favor~

Respondendo um tanto que ameaçadoramente.

Randy - Er... Madame Ming?

Madame Ming - ~Sim~?

Randy pega o buquê de flores.

Randy - O Orange Guy mandou isto aqui para a senho- para a madame.

Madame Ming olha para o buquê, sorri, e um momento depois fica extremamente irritada.

Madame Ming - O QUÊ!?! COMO ELE SE ATREVE A-

Mas ela nota sua própria irritação e se acalma, ainda que apenas em sua aparência.

Madame Ming - *Aham* digo, Fred, Rick, por favor peguem este buquê aí e se livrem disso, por favor.

Guarda-Costas - Sim, madame.

Os guarda-costas pegam o buquê de Randy.

Madame Ming - Desculpe por este pequeno incoveniente! Agora vocês podem se dirigir para o Parque Fantástico e se maravilharem com sua diversão quase infinita!

Randy - Ceeeerto...

Randy, Silver e Shinpi vão então para o guichê.

---------------------------------------------------

Guarda-Costas - Madame, devemos fazer o procedimento padrão para este tipo de presente do Senhor Orange?

Madame Ming  - Sim. Esse troço deve queimar até não sobrar nada!

---------------------------------------------------



No guichê, Randy, Silver e Shinpi entram relativamente sem problemas.

Quando eles entram no parque, eles se deparam com um um lugar enorme, quase como uma outra cidade dentro de Tangelo.

O primeiro brinquedo que podia ser visto era um carrossel, com bichinhos estranhos montáveis. Dentre os bichinhos haviam peixes, águias, lobos, linces e estranhamente apenas um cavalo. Em cima do carrossel havia uma estátua gigante de um dinossauro laranja, sorridente e desproporcionalmente cabeçudo com um chapéu cinza, sentado no carrossel, com uma placa gigante escrito "Carrossel do Dino" logo abaixo.

Enquanto o trio olhava em volta, um homem gorducho de roupa de praia e  óculos escuros se aproximou do trio.

Homem - Olá, vocês são os primeiros clientes do Parque Fantástico! Meus parabéns!

Randy - Parabéns? Hum... Obrigado?

Homem - Eu sou Scott e serei encarregado de ser acompanhante pessoal de vocês para esta visita do Parque! Imagino que os senhores não conhecem o sistema de Marcas Fantantásticas?

Silver - Marcas fantásticas?

Scott - Oh! Então não conhecem!

Scott pega então 3 cartões e dá um para cada um do trio.

Cada cartão havia nele escrito "<3 Marcas Fantásticas :3" e abaixo deles havia nove quadrados vermelhos, sem nada dentro.

Scott pega mais um cartão e mostra para o trio.

Scott - Cada um de vocês recebeu um Cartão Fantástico. Se vocês observarem bem, temos nove espaços vazios. Se vocês completa-

Randy - Nah... Não vou querer brincar dessa coisa infantil. Perto da minha cidade tem um parque de diversões que fez essa mesma coisa. Temos de ir em nove atrações, certo?

Scott - Bem... Correto.

Randy - Não gostei nem um pouco da última vez que fiz isso. Os brinquedos eram muitos chatos, e o prêmio foi muito chato. Pipoca, eu acho...

Shinpi - Se for assim, realmente parece mais infantil do qu gostaria.

Silver - Tenho concordar que não parece muito bom colocando assim...

Scott - Ohá! Mas isso porque vocês não viram o prêmio!

Randy - Sei.

Scott - Ah, mas é verdade!

Randy, Shinpi e Silver começam a andar para outro lugar.

Scott - É um prêmio do qual descende todos os mistérios da cidade!

Randy - Hã? Estou ouvindo.

Neste momento, os óculos escuros de Scott pareceram brilhar.

Scott - Acredito que vocês desejam desvendar os segredos desta cidade?

Randy - Como você,,,

Scott - Tudo o que precisa fazer para começar a desnvedá-los é participar!

Randy - Certo, me convenceu. Só temos de ir em nove brinquedos, certo?

Scott - Sim e não.

Silver - Parece que é um pouco mais complicado do que você acha, Randy.

Shinpi - Diga, o que é?

Scott - Ohá! basicamente, apenas alguns brinquedos irão te dar marcas!

Silver - Quais, exatamente?

Scott - Fácil!

Scott vai em direção do Carrossel do Dino, Randy, Shinpi e Silver acompanhando-o.

Scott - Aqui!

Scott aponta para uma grande marca na coluna central do carrossel. A marca era vermelha e lembrava ligeiramente um carrossel.

Scott - Esta é uma Marca Fantástica! Se um de vocês forem num brinquedo desses, todos vocês irão receber automaticamente a Marca Fantástica equivalente!

Randy - Parece bem simples.

Silver - Espera um pouco, isso quer dizer que se um de nós formos, todos nós três ganhamos uma marca?

Scott - Ohá! Você é bem esperto, eu vejo. Você está correto! Este um sistema feito para incentivar grupos a virem ao Parque!

Shinpi - Certo, acho que eu vou então para esse brinquedo aí.

Scott - Ah sim, quase me esqueço!

Randy - Tem mais coisas?

Scott - Só mais uma! O Carrossel do Dino tem de ser o último dos brinquedos!

Randy - Por quê?

Scott - Ele foi feito para só funcionar se todos num mesmo grupo estiver aqui e com todas as outras 8 Marcas!

Shinpi - Isso parece desnecessário...

Scott - E também tem o fato de que o melhor deve ser deixado para final, é claro!

Silver - Um carrossel é o melhor? Justo o bastante eu suponho...

Randy - Certo, então vamos nos dividir. Quando tivermos oito Marcas vamos nos encotrar aqui novamente.

Silver, Shinpi - Certo.

O trio então se divide. Os três vão para três caminhos diferentes. Scott, alguns momentos depois, grita para os três.

Scott - Podem ir! Depois alcanço vocês três! Sou mais rápido do que pareço! Oaháháhá!

Randy - Já vi que não vai ser fácil... Mas acho que se é uma chance de sair da cidade, vale a pena tentar.

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 770
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Qua 31 Jul - 21:07

Dimentional Adventure

Episódio 11 - Memória Killer

Alcançar Gordo foi pateticamente fácil. Ele se cansou em vinte segundos e caiu no chão, suado e ofegante, após apenas poucos metros de distância do local onde Rodolfo agora lutava.

Eusine: Se o robô tivesse te seguido, você já teria sido partido em dois.

Gordo se gira para poder ficar de barriga para cima, podendo encarar e xingar com maior facilidade e conforto.

Gordo: Cale-se! Não sabe que depois de tanto assistir o Gokan eu adquiri centenas de técnicas!

Eusine: Não era aquele fracassado?

Gordo: Cale-se! Esse seu amigo trapaceou de alguma forma, já disse! Gokan é superior!

Woody: Calem os dois! Temos de ir rápido para voltar e ajudar o Rodolfo!

Eusine: Tem razão. Vamos, Obeso.

Gordo: É Gordo, seu magrelo!

Eusine: Meu nome é Eusine.

Gordo: Eu sei, tava sendo sarcástico!

Eusine: Como pode um sarcasmo nem ter graça...

Gordo: Você é irritante!

Eusine: Se levante logo.

Eusine estende a mão, mas o outro recusa com um movimento irritado e uma expressão de desprezo. Arrependeu-se imediatamente, ao precisar utilizar o máximo de suas capacidades físicas para se erguer. Passou alguns segundos apoiado na parede, encarando o chão. Quando arrumou forças para caminhar, os outros dois já estavam no fim do corredor.

Aproveitando a oportunidade em que não era observado, sacou alguns salgadinhos de bacon de um dos bolsos. Enfiou tudo na boca de uma única vez e começou a mastigar de boca aberta. Seria o bastante para mantê-lo satisfeito por um curto período de tempo.

Encontrou seus companheiros quando chegou ao final do corredor, de frente para uma caverna fechada. Os ladrilhos no chão, parede e teto foram substituídos por pedra bruta e irregular.

Gordo: Obrigado por terem me esperado.

Eusine: Não é isso, nós estamos pensando em entrar ou não.

Woody: Parece fácil demais, não acha?

Gordo: Como assim?

Eusine: Veja ali do outro lado.

Só então ele percebeu o amuleto brilhante pendurado do outro lado da sala. Cordão de ouro e com uma esmeralda pendurada.

Gordo: É só entrar e pegar! O que estão esperando?

Woody: Esse é o problema, não acha que pode ser uma armadilha? O pessoal daqui não parece amigável, no fim das contas.

Eusine: E aposto que não vão emprestar um submarino.

Gordo: O quê?! Eu preciso chegar a tempo para o jantar pelo menos!

Eusine: Jantar?

Gordo: Sim, algum problema?

Eusine: Não, não é nada...

Gordo: Eu preciso manter minha dieta equilibrada se você não percebeu.

Eusine: Não quis dizer desequilibrada?

Gordo: Pare de me provocar, ou eu acabo com você!

Eusine: O que foi que eu fiz? (Realmente não sabe)

Woody: Vou ter que mandar vocês calarem a boca novamente? Gordo, seu pagamento foi diminuído.

Gordo: Perdão! Não brigarei mais, vossa caninidade!

Eusine: Não era canidade?

Gordo: Lasque-se! Digo, perdão vossa canidade...

Woody: Certo, pelo menos a briga de vocês me fez ver que se existem pessoas por aqui eles provavelmente não estão por perto. Creio que eles atacariam no momento de maior distração, e não foi o que fizeram. Provavelmente o que há nessa caverna é apenas uma armadilha mortal.

Gordo: E como faremos para pegar o amuleto?

Woody: Ah sim, aquele provavelmente não é o amuleto.

Gordo: Então por que não vamos pelo outro caminho e procuramos por lá?

Woody: Eu disse provavelmente. Talvez seja. E é quase certo de que o outro caminho também terá armadilhas.

Gordo: Certo, e como vamos fazer para passar por essa armadilha? E que armadilha é?

Woody: Não faço ideia e não faço ideia. Mas podemos pensar em um modo de...

Gordo: Eu não estou vendo nada ai que pareça mortal. Tem mesmo uma armadilha ai?

Woody: Você fala e pergunta demais! Deixe-me concentrar um pouco!

Eusine: Woody?

Woody: O que é?!

Eusine: Não vai adiantar ficar aqui pensando demais, duvido que iremos conseguir adivinhar qual a armadilha que nos espera. Até porque o Rodolfo vai precisar de nossa ajuda lá trás. Eu vou correndo, pego o colar e volto.

Woody: Um plano arriscado novamente...

Eusine: Por enquanto deu certo. Aposto que consigo ser mais rápido do que a armadilha!

Woody: Como sempre, acho que é a nossa última opção... Boa sorte então.

Gordo: Seria pedir demais para você tentar morrer?

Eusine: Acho que seria...

Gordo: Que pena. Mas tente mesmo assim.

Eusine se pôs em posição de corredor, preparando-se para se lançar pela sala e agarrar o amuleto esmeralda. Woody engoliu em seco para tentar diminuir o nervosismo. Gordo tirou com o dedo pedaços de bacon que ficaram grudados nos seus dentes. Eusine bocejou e disparou pela sala.

Passou de um lado a outro da caverna sem acionar nenhum alarme no chão. Retirou o colar sem acionar algum alarme no suporte da parece. Voltou sem acionar nenhum atirado automático de flechas, um alçapão para um buraco sem fundo ou uma pedra gigante e perfeitamente esférica.

Eusine: Yeah! Consegui!

Woody: Olha pra cima!

O arqueiro olha para cima a tempo de ver o teto terminar de rachar e uma toupeira gigante cair em cima dele. Mal tem tempo de se jogar para frente e evitar ser atingido pela criatura. Caiu de peito no chão e a esmeralda, ainda presa no cordão e segurada por Eusine, bateu com força no chão, partindo-a em milhares de pedaços.

Eusine: Que negócio fuleiro...

Woody: Eu sabia, não é o verdadeiro! E cuidado!

Eusine rola, se desviando de uma enorme broca giratória que o ameaçava. Levantou-se a tempo de ver a toupeira entrar no buraco que cavava simultaneamente.

Eusine: É impressão minha ou aquela toupeira gigante tinha uma broca no rosto?

Woody: Acho que era isso mesmo.

Gordo: Fui!

Gordo acabou não indo, uma parede subiu do chão tapando o caminho pelo qual eles vieram.

Gordo: Ferrou-se!

Eusine: Parece que é vez de lutar de novo... Vai me ajudar, Woody?

Woody: Vou tentar.

Um momento de silêncio enquanto ambos esperavam por algum tipo de sinal que demonstrasse a volta da toupeira gigante. Um pouco tarde demais, o chão tremeu, dando tempo para os dois saltarem para lados opostos e desviarem da broca ascendente.

Uma minúscula pistola saiu da coleira de Woody e atirou uma pequena descarga elétrica em uma pata dianteira que ficara exposta para ajudar a impulsionar o corpo para superfície. Eusine atirou uma flecha, que atingiu o seu alvo próximo ao golpe de Woody. A criatura voltou para baixo da terra sem esboçar qualquer sentimento quanto aos golpes.

Woody: Uma flechinha?

Eusine: Um choquinho?

Woody: Não tenho nada melhor, e você?

Eusine: Eu tenho! Deixe que eu cuido disso!

Gordo: Vamos morrer mesmo!

Woody: Gordo, ajude aqui com essa parede. Talvez dê para fazer algo com ela.

Outra tremedeira no chão. Eusine pulou para o lado e atirou novamente, atingindo a broca da toupeira. A flecha explodiu com o contato e dessa vez o monstro voltou para baixo da terra com um rugido de dor.

Eusine: Hehe, isso vai dar um jeito nela.

Woody: Diga-me, o que tem de especial nessa flecha ai?

Eusine: Nada. Na ponta dela tem amarrado uma folha de papel com um ideograma especial escrito com pólvora.

Woody: Entendo... Provavelmente é algo com a energia cinética do alvo com a ponta da flecha. Deve gerar uma faísca que inflama o papel e atinge a pólvora. Estou certo?

Eusine: Sei lá. Quer ajuda com essa parede?

Woody: Acho que não, já descobri como essa porta funciona e...

Eusine: Afaste-se!

Os dois pulam no chão ao mesmo tempo em que uma flecha bomba atinge e destrói a parede de uma só vez.

Eusine: De nada.

Gordo: Desgraçado! Podia ter me matado, seu imbecil!

Woody: Dessa vez tenho que concordar completamente com Gordo! Você não pensa antes de agir?

Eusine: Penso sim, é por isso que sabia que vocês iriam desviar e resolvi atirar.

Woody: Não ouviu quando eu disse que já tinha descoberto como a porta funcionava?!

Eusine: Ouvi. Mas não sei como o Rodolfo está agora.

Woody: Ele está preocupado demais com alguém que conheceu recentemente...

Gordo: Se ele realmente venceu o Gokan, vai ser moleza derrotar aquele robô.

Eusine: Então já está admitindo a derrota do seu ídolo?

Gordo: Nunca! E você já tomou conta daquela toupeira para podermos ir logo embora daqui?

Eusine: Mas é claro que...

O chão tremeu, e a toupeira gigante surgiu bem atrás de Eusine, dessa vez com o corpo inteiro para fora. Pelo jeito, empalaria o garoto com a sua arma biológica.

Eusine: ... ela vai voltar. Saco.

Eusine deu um salto de costas para trás, enquanto girava no ar para dar um mortal. O impulso foi o bastante para passar vários metros por cima da perplexa criatura, que olhava para cima sem fazer nada. Enquanto isso, o arqueiro posicionava 3 flechas de uma só vez em seu arco.

Eusine: Tri-Bomb!

E a luta acabou assim, com Eusine caindo por cima do pelo macio e queimado da toupeira. O impacto do golpe havia rachado o chão ao redor e deixado a pobre criatura bizarra desmaiada. Provavelmente acordaria com uma baita dor de cabeça. Talvez colocasse a culpa na segunda-feira.

Eusine: Que gosto será que isso tem?

Gordo: Tá aí uma boa pergunta...

Woody: Não quer ir ajudar o Rodolfo?

Eusine: Mas é claro!

Woody sai correndo de volta pelo corredor, sendo seguido por Gordo, que para após dois segundos e se apoia na parede. Ambos são passados facilmente por Eusine, apesar de ele estar vários metros atrás no início da corrida. Sem parar para mirar, preparou uma flecha em seu arco e atirou.

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
arrout
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : *arroto* :3
Mensagens : 456
Sanidade : 2

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Qui 1 Ago - 21:47

É, parece que voltamos depois de tanto tempo, desculpem-me pelo update curto, mas prometo fazer algo decente da próxima vez f6
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ep 9:Presuntos grandes.

Eddy: Pelo menos são vários quilômetros de planícies... se fosse um rochedo seria pior.

Astrid: Mesmo assim isso é cansativo... Deixe de ser um inútil e diga que horas são...

Eddy olha para a posição do sol.

Eddy: Eu diria que são três... temos tempo para achar abrigo, mas precisamos nos apressar.

Astrid: Vamos descansar... só um pouco...

Astrid cai no gramado exausta.

Astrid: Não consigo mais, estou totalmente exausta...

Eddy: E você espera que nós te carreguemos?

Eric: Você adoraria ter essa oportunidade ¬¬ =D

Eddy: f3

O padeiro pega sua massa e faz pão.

Padeiro: Come esse pão aqui, você vai se sentir pãotástica.

Astrid pega o pão do padeiro e come, logo recupera as energias.

Astrid: Aaaaaah! Bem melhor...

Eddy: Então vamos indo logo, deixe de ser fraca porque essa viagem não vai ser fácil.

Astrid: Eu sou uma maga e não uma viajante!

Eric: Vamos logo!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

????: SOFRA COM O PODER DA ESPADA DO ONI VERMELHO!

Eric: Isso foi tão... Aleatório, não tem ninguém por perto, como alguém consegue gritar tão alto?

Padeiro: Ha! Presuntos, dos grandes eu diria, são espãotaculares para a voz.

Eddy: Como assim?

Padeiro: Deixa pra lá.

Eddy: Certo... vamos investigar quem gritou desse jeito, dá pra ouvir choque de espadas daqui, então acho que tem alguém lutando...

Astrid: Isso deve signifcar que tem algum lugar pra ficar, ótimo.

Ao se aproximarem mais, viram duas pessoas batalhando, não tardou muito até que um deles morrese. O que sobrou apontou a espada, que já era vermelha, agora ensanguentada para o céu e gritou inumanamente alto

????:MAIS UM CAI SOB A LÂMINA DE HAXTON SALE!

Astrid: EI!

Haxton: MEUS ANCESTRAIS ESTÃO ME CHAMANDO PARA ME CONGRATULAR PELA MINHA VITÓRIA!

Astrid: Não seu idiota, somos nós!

Haxton olha para a colina em que eles estavam assistindo a luta e vai em direção deles.

Haxton: Quem são vocês e o que fazem testemunhando o poder de Haxton?

Eric: Só viajantes... você estava lutando contra ele quando estávamos passando.

Haxton: Um dos assassinos do xogum Katsu, que ele enviou para me matar, ele achava que alguém tão fraco conseguiria destruir O GRANDE HAAAAAXTON SAAAAAAAAAAAALE! E vocês, estão indo para onde?

Eddy: Lugar nenhum... estamos procurando um jeito de voltar para nossas dimensões.

Haxton: Ah! Outros viajantes interdimensionais!

Astrid: E tem outros?

Haxton: Eu sou um, caros amigos! Mas já estou preso à esse mundo como se fosse o meu original, então creio que poderei ajudá-los na sua busca.

Eric: E por acaso você tem alguma idéia de como voltar para nossas dimensões?

Haxton: Sim! Mas isso se as lendas estiverem certas. O meu mestre sempre dizia que, se eu quizesse voltar de onde eu vim, eu deveria procurar os amuletos do zodíaco! Nunca quis voltar ao meu mundo, lá as coisas são sem graça.

Eric: E onde podemos encontrar esses amuletos?

Haxton: Não faço idéia de onde está a maioria. Mas sei que tem um escondido na casa do xogum!

Astrid: Quem é esse cara, e o que ele tem contra você?

Haxton: Ele oprime o povo de Limerick! Nos faz pagar impostos absurdos, tudo que o seu tirano genérico faria, preciso explicar mais?

Astrid: Não, já entendi.

Haxton: Então, adeus! Estou voltando à Limerick! Por acaso vocês vem junto?

Eddy: Sim. f2

Haxton: Ótimo! Venham, vou levá-los até Limerick GUIADOS PELO GRANDE HAXTON SAAAALE!

Astrid: *Suspiro*, mais um idiota no grupo...

Eddy: Nem reclama, se não fosse pela gente você ainda estaria presa naquela vila.

Astrid: Estou pensando se seria melhor ter ficado lá...

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Episódio 11 - Batalhas na Escuridão   Qua 21 Ago - 16:57

Episódio 11 - Batalhas na Escuridão



Silver - Certo, então tenho de procurar esse símbolo...?

Silver andava pelo Parque Fantástico, procurando por símbolo vermelho entre os brinquedos.

Mas ao mesmo tempo pensava em muitas outras coisas, como em seus irmãos, sua terra... Mas repentinamente, Silver para.

Silver - Hm? Coisa estranha. Por aqui quase não consigo detectar energia, mas acho que notei alguma coisa vinda daquela direção.

Silver olha para a sua esquerda, e acaba avistando uma grande mansão escura de longe. Silver corre em direção da mansão, e se aproximando, nota que ao lado da porta há um símbolo vermelho com uma mansão!

Silver - Então, suponho que esta seja uma das marcas fantásticas...

Scott - Vejo que achou uma Marca Fantástica!

Scott aparece de fininho, pela esquerda.

Silver - !!!

Scott - Eu te assustei? Ohá! Então imagino como será com esta atração!

Silver - Você apareceu assim de fininho. Nem senti sua presença! Como fez isso?

Scott - Ohá! É como eu disse! Eu sou bem mais rápido do que pareço!

Scott - Mas então. Imagino que queira saber desta atração.

Silver - Pode ser.

Scott - Esta daqui é bem interessante! É a Mansããããão Assombrada!

Silver - É. Estou vendo. Está ali escrito. Com o monte de "ã" inclusive.

Scott - Você só precisa passar por toda a mansão, e ganhará uma Marca Fantástica! Só cuidado pra não morrer de medo! Ohá!

Silver vira a cabeça para mansão.

Silver - Eh. Os fantasmas não são tão ruins assim. São melhores do que muitos vivos. Scott, como você...

Silver vira a cabeça de volta para Scott, mas não havia nenhum Scott para ser visto.

Silver - Ceeerto... acho que simplismente vou ir nesse brinquedo.

------------------------------------------------------------------------------

Enquanto isso, Randy também andava pelo parque, ainda que com certo desgosto.

Randy - Muito bem... Onde será que está essa marca...

Quando ele nota um barulho estranho de uma máquina funcionando loucamente, vindo da frente.

Curioso, Randy corre então em direção ao barulho.

Quando Randy chega, Randy nota uma roda-gigante, normal em muitos sentidos, com uma grande coluna a sustentando e com cabines, exceto a pintura multicolorida e do fato que ela rodava loucamente.

Randy -  O quê?

Randy olha um pouco mais a roda-gigante, andando ao redor dela, quando nota um símbolo vermelho de roda-gigante.

Randy - Eu tenho de ir... Nessa coisa?

Scott - Ohá! Você pode querer o quanto quiser!

Randy - Aah! Da onde você veio?

Scott - Eu sou mais rápido do que pareço, eu não disse?

Randy - Ceeerto... Isso não explica mui-

Scott - Mas isso não importa! Por mais que eu não desejasse isso, infelizmente não pode entrar no brinquedo! Ele está quebrado.

Randy - Sério? E como consigo a marca então?

Scott - Infelizmente não sei. Fale com a Madame Ming e informe-a sobre este infeliz acaso.

Randy - Por que não vai você? Você é rápido, não é?

Scott - Ohá! Eu sou mesmo! Mas tenho meus afazeres.

Randy vai volta então para a entrada.

Randy - Ei! Senh- Madame Ming!

Madame Ming - Oh! Olá! Estão se divertindo?

Randy - Bem. Estou tentando ganhar as marcas, mas o brinquedo está quebrado! Como vou  conseguir a marca da roda gigante assim?

Madame Ming - Oh sim! A roda gigante! Hehe. Posso dizer que nada aqui não foi intencional.

Randy - Está dizendo que aquilo foi de propósito? Que espécie de Parque de Diversões tem brinquedos quebrados?

Madame Ming - Oras, oras, não é óbvio? Aqui não é um parque normal! Aqui é o Parque Fantástico!

Randy - Ceeerto...

Madame Ming - Mas com foi bonzinho e quis me avisar, aqui está a marca!

Madame Ming estica as mãos dela para baixo, então as mãos dela brilham. Uma aura rosa envolve as mãos de Madame Ming, e num movimento repentino, ela levanta as mãos. Com isso, os brilhos das mãos se juntam e depois desaparecem!

O bolso de Randy brilha, Randy põe a mão no bolso e pega o cartão das Marcas Fantásticas. E um símbolo de de Roda-Gigante havia aparecido!

Cada um dos guardas de Madame Ming pegam um tropete e tocam uma música esquisita.



*Du-du-du-duuuuuuuuuuuuuuum*

Randy - Er, certo. Obrigado! Vou procurar as outras marcas. Tchau!

Randy anda para longe, praticamente fugindo.

------------------------------------------------------------------------------

Madame Ming - *Suspiro* Maldito seja Orange. Me obrigando a fazer essas coisas!

------------------------------------------------------------------------------

Randy - *Suspiro* Não estou gostando daqui...

------------------------------------------------------------------------------

Shinpi andava também, e rapidamente encontra uma marca de uma canoa. Em uma caverna. Com um rio que saía de dentro de uma caverna, ficava um pouco ao ar livre e voltava para dentro da caverna.

Shinpi - Acho que essa é uma marca Fantástica?

Scott - Ohá! Está certa, garotinha!

Shinpi - Argh, da onde você veio? E não me chame de garotinha.

Scott - Ohá! Eu sou mais rápido do que pareço, eu não disse?

Shinpi - Acho que disse...

Scott - Mas enfim! Este daqui se chama "A  Aventura de Pelúcia!"

Uma canoa sai da canoa e para frente à Shinpi e Scott.

Shinpi - Hm...

Scott - Você só tem de ficar sentada na canoa e aproveitar o incrível passeio!

Shinpi - Parece fácil o suficiente...

Scott - Ohá! Bom passeio então garotinha! E só tome cuidado! Não mexa em nada lá dentro~

Shinpi - Er... Certo?

Shinpi senta, ainda que um pouco relutante, na canoa. Assim que ela senta, a canoa começa a navegar sozinha pelo rio da caverna, entrando pela entrada oposta ao lado que a canoa havia saído.

------------------------------------------------------------------------------

Assim que Silver havia entrado, a porta da mansão se fecha sozinha atrás de Silver.



Silver - Típico...

A mansão era por dentro escura, mas com certos locais iluminados, de forma que era possível ver um caminho brilhante pelo chão, indicando por onde os visitantes teriam de ir.

Silver - Acho que eles querem que eu vá por ali...?

Silver começa a andar pela mansão, seguindo o caminho indicado.

Silver - Estranho... Daqui não consigo localizar direito a presença que senti mais cedo... Estranho...

Quando algo se levanta à frente de Silver!

Silver - !!

A coisa que se levantara revelou-se ser apenas uma placa de madeira com um fantasma pintado nela. Ainda que Silver tenha invocado uma espada, ele a recolhe rapidamente.

Silver - Haha... Se os fantasmas daqui são assim então não tenho com o que me preocupar.

------------------------------------------------------------------------------

O passeio de Shinpi inicialmente era bem chato para ela.

*LALAlalaLALAlala*

Shinpi - *Suspiro*

Na verdade, com as canções alegres que os bichinhos de pelúcia cantavam e o excesso de arco-íris que basicamente tudo tinha, ela estava mais é irritada do que entediada. O fato de estar numa canoa não ajudava muito.

*LALAlalaLALAlala*

Shinpi - Esse passeio não acaba não...?

Porém, para a surpresa de Shinpi, assim que passa da quarta sala, na quinta sala, ainda que em seus primeiros momentos parecesse colorido como sempre, repentinamente, a luz se apaga!

Shinpi - !!!

A sala fica totalmente escura, mesmo olhando para a quarta sala, atrás dela, não havia fonte de luz. E, para o alívio de Shinpi, as canções irritantes dos bicinhos também.

Quando, tão repentinamente quanto a luz acabou, uma luz se acende, revelando nada mais, nada menos do que um pequeno pinguim de pelúcia, que Shinpi poderia reconhecer em qualquer lugar.

Shinpi - Pinguim!

Shinpi se levanta e pula em direção do Pinguim!

------------------------------------------------------------------------------

Silver passara por quase todo a mansão. Durante esse tempo todo, muitos "fantasmas" apareceram por aqui e por ali, mas nada de muito impressionante.

A viagem começava a ser entediante, quando Silver entra num outro, corredor.

Silver - Um brilho lá longe... A saída, finalmente!

Porém, quando estava cerca da metade do corredor...

Silver - Estranho... Sinto algo vindo... Mas de onde?

Silver olha para os lados, mas sem encontrar nada.

Silver - Espera...!!

Silver dá um salto para trás, e poucos momentos depois, uma grande armadura cai através do teto, causando um grande tremor em toda a mansão!

Silver - Sabia! Não tem como essa casa me meter medo.

------------------------------------------------------------------------------

Shinpi chega na área das apresentações, e corre em direção do pinguim. Embora estivesse em quase completa trevas, e que a área era cheia de relevos, agora ela parecia estranhamente plana.

De fato, Shinpi chega no pinguim sem maiores problemas.

Shinpi - Então é aí que você estava! Feio, não fuja de novo!

Shinpi pega o pinguim de pelúcia, porém, antes que pudesse guardar, um alarme toca!



ALERTA, ALERTA, LADRA DE PINGUIM, REPITO, LADRA DE PINGUIM

Começando também a piscar uma luz vermelha, que iluminava fracamente a área.

Ainda assim, dava para ver os bichinhos de pelúcia gigantes que caíam do teto. Eram bichinhos de todos os tipos. Coelhinhos, gatinhos, unicórnios, arvorezinhas(estranhemente), cachorrinhos e muitos outros tipos, exceto que todos tinham caras de maus e se mechiam sozinhos.

Shinpi guarda rapidamente o pinguim, mas os bichinhos gigantes começam a encarar ainda mais intensamente. E ficam com olhos brilhando vermelho.

Shinpi - ... Porcaria.

------------------------------------------------------------------------------

A armadura se levanta, notando-se assim que algo estava dentro dela.

A armadura que havia caído era sinistramente negra, mas não era exatamente uma boa armadura, em função de que não tinham protegido os braços ou os joelhos, revelando uma pele escamosa verde. O capacete também era diferente, em função de que era estranhamente protuberante.

Por fim, notava-se uma caua com escamas verdes. Com isso, notava-se que não era algo humano que estava dentro da armadura.

Silver - Heh, imagino se isso faz parte da-

Mas antes que Silver pudesse acabar, uma voz estranha vinda da mansão podia ser ouvida:

- Observem o poder! Do Martelo Negro!

Então, uma grande bola de ferro com corrente e espinhos cai do buraco que o Martelo Negro havia feito!

O Martelo Negro rapidamente pega a bola de ferro e joga no Silver!

------------------------------------------------------------------------------

Randy - ... Então é só eu derrubar todas as garrafas que eu ganho outra Marca?

Scott - Sim, sim! Exceto que no momento não temos bolas para jogar! Problemas técnicos, sabe?

Randy - Ceeerto... eu tenho uma bolinha que amasso quando estou estressado.

Scott - E as garrafas são feitas de titânio. Ohá!

Randy - ... Certo. Então. Psi Cinesis!

Randy faz a bolinha verde dele flutuar.

Scott - Hã?

Randy - Psi Fogo α!

Randy faz a bolinha pagar fogo! Então, Randy controla a bolinha, de forma que atinge a montanha de garrafas em cheio, derrubando todos os pinos numa explosão totalmente desnecessária!

Scott observa tudo, aturdido.

A bolinha volta intacta para as mãos de Randy.

Randy ganha outra marca!

------------------------------------------------------------------------------

Shinpi saca a espada, dando um grande corte ao mesmo tempo!

Com o corte, Shinpi tira o braço de um ursinho gigante e um outro bicho que Shinpi não reconhecera.

Algodão voava entre os dois bichinhos, que começavam a cair.

Shinpi imediatamente depois corre dentre o algodão cadente.

Porém, mais bichinhos começam a cair,  interrompendo o caminho de Shinpi!

------------------------------------------------------------------------------

Silver dá rapidamente um salto para o lado, desviando da bola de ferro! A bola de ferro quebra então a área em que ele atingiu.

Silver invoca duas espadas e as joga em direção de Martelo Negro, enquanto este tentava fazer a bola de ferro voltar!

Mas Mastelo Negro simplismente usa os braços para rebater as espadas!

Silver - Ugh, parece que a pele dele é como outra armadura...

Martelo Negro recolhe a bola de ferro e a joga de novo!

------------------------------------------------------------------------------

Os bichinhos que cairam desta vez eram maiores do que os anteriores, e para completar, os bichinhos de trás começavam a seguir ela.

O panda de pelúcia gigante que acabara de cair começa a dar um soco em Shinpi!

... Mas Shinpi dá um grande salto para o alto, e saca seu bumerangue meteórico!

Shinpi - Bem, faça seu trabalho, bumerangue!

Shinpi joga o bumerangue no panda de pelúcia!

------------------------------------------------------------------------------

Silver desvia rapidamente do golpe, e desta vez usa as duas espadas para prender a corrente da bola de ferro, deixando a bola de ferro imóvel!

Martelo Negro, vendo que não podia recolher sua bola de ferro novamente, parte para cima de Silver!

Martelo Negro prepara-se para dar um soco, enquanto Silver invoca mais duas espadas para se defender!

Mas Martelo Negro rebate as duas espadas para o lado e dá um soco em Silver!

Impressionado pelo ataque poderoso do Martelo Negro, Silver não tem tempo de desviar!

------------------------------------------------------------------------------

O bumerangue meteórico atinge o panda em cheio, mas sua constituição molenga absorve o impacto!

Shinpi pega o bumerangue sem problemas, ainda que voltasse em alta velocidade.

Shinpi pousa novamente, apenas para ver dezenas de bichinhos de pelúcia pulando para cima dela!

Shinpi corta alguns, mas a quantidade imensa de bichinhos acaba fazendo com que alguns consigam chegar nela!

Os bichinhos seguravam nela, e logo havia uma montanha em cima dela, de forma que ela não conseguia nem mais ficar em pé!

------------------------------------------------------------------------------

Silver é mandado até o fim do corredor! Silver tenta usar seu poder de telecinésia para amortecer o golpe, mas mesmo assim acaba fazendo um buraco na parede de trás!

Porém, assim que a poeira revela Silver, ainda que ele estivesse enfraquecido e sentado no buraco que ele tinha causado, Silver estava com um sorriso.

Silver - Peguei você.

Ao redor do Martelo Negro haviam todas as nove espadas, que apontavam para Martelo Negro!

Silver - Vamos lá! Tornado de Lâminas!

------------------------------------------------------------------------------

Mais bichinhos de pelúcia pulavam na montanha, esmagando ainda mais Shinpi.

Shinpi, num grande esforço, levanta um pouco o braço, e num esforço tão grande quanto, fala:

- Vento... De... PRATA!

O vento de prata atinge em cheio a montanha de bichinhos, reduzindo grande parte dela à bolas de algodão!

Shinpi levanta rapidamente e usa a espada para cortar o restante!

------------------------------------------------------------------------------

As espadas de Silver começavam a girar, e todas elas se aproximavam do Martelo Negro!

Desta vez, Martelo Negro simplismente se defendia, ficando encolhido em seu lugar.

As espadas cortavam incessantemente, e enquanto isso, Silver corria para ver de perto o resultado.

Quando Silver chegara, fez as espadas pararem, apenas para ver o Martelo Negro se levantar! O golpe de Silver apenas destruira a armadura, sobrando apenas um lagarto humanóide verde, levemente ferido e furioso!

Martelo Negro ruge! Silver fica atordoado por um momento.

------------------------------------------------------------------------------

Shinpi se recuperara, mas os bichinhos de pelúcia continuavam vindo, como se nunca acabassem. Devagarzinho. Como um exército robô zumbi fofinho.

Shinpi - Heh, parece que assim não vai dar. Vamos tentar o que aquelas clones fizeram! Vento de Prata!

Shinpi se envolve com o poder do vento de prata, criando uma aura prateada!

Shinpi - Isso deve dar conta.

Shinpi avança sobre o exército zumbi!

------------------------------------------------------------------------------

Silver - !!! Isso! Não sei se vai dar certo, mas vale a pena tentar!

Silver envolve novamente Martelo Negro com algumas espadas, mas Martelo Negro pega a bola de ferro rapidamente e rebate todas elas!

Martelo Negro se aproxima novamente de Silver e lança a bola!

Silver desvia rapidamente! E faz com que duas espadas encravem a bola de ferro no chão novamente!

Martelo Negro parte para cima de Silver, com intenção de dar um grande soco!

------------------------------------------------------------------------------

Shinpi desta vez passava pelos ursinhos dando apenas alguns golpes com a espada, mas que despadaçavam os bichinhos facilmente!

Faltando apenas o Panda Gigante em seu caminho, Shinpi dá um grande salto em direlção do Panda!

O Panda tenta dar um abraço de Urso (abraço de panda?) em Shinpi, e completa o abraço!

Mas Shinpi tinha usado sua aura de prata, e em poucos momentos consegue cortar o Panda no meio!

Shinpi então continua a correr em direção do barco.

------------------------------------------------------------------------------

Silver desta vez devia do soco, pulando para a direita do monstro!

Silver reinvoca mais cinco espadas! E as aponta rapidamente para o Martelo Negro.

E, antes que o monstro pudesse reagir, Silver lança as cinco, atingindo diretamente a cauda! A cauda, com menos proteção, fora decepada do lagarto gigante!

Martelo Negro grita de dor, colocando as mãos sobre a cabeça. Alguns momentos depois, ele para, como se tivesse sido paralizado e pocos momentos depois, explode em trevas!

Silver - Eu sabia! Haha, sabia que tinha um motivo para ele ficar escondendo a cauda daquele jeito...

------------------------------------------------------------------------------

O barco estava quase na saída, quando Shinpi consegue chegar nele!

A aura por algum motivo não afetava o barco. Provavelmente porque Shinpi não estava tentando cortar o barco com a espada.

Alguns bichinhos continuavam a pular em direção de Shinpi, mas os que não caiam na água, Shinpi despedaçava.

Após passar da sala, havia um corredor escuro, Shinpi estava cansada por causa da ação, então só notou quando estava no fim do tunel, quando podia ver...

Shinpi - A luz!

------------------------------------------------------------------------------



Silver - Afe, mas essa foi cansativa.

Silver nota que a bola de ferro ainda estava lá.

Silver - Hm... Isso pode ser útil.

Silver teleporta a bola de ferro!

Silver sai da mansão, mas ao sair, ele vê um vulto branco, que desaparece rapidamente.

------------------------------------------------------------------------------

Assim que cada um deles sai, os bolsos de ambos Shinpi e Silver brilham, e quando tiram os Cartões Fantásticos, notam que ganharam suas primeiras Marcas Fantásticas!

Silver ganha a Marca da Casa Assombrada.

Shinpi ganha a Marca da Caverna de Pelúcia.

------------------------------------------------------------------------------

Silver & Shinpi - *Suspiro* Espero que os outros não estejam tendo tanta dificuldade quanto eu...

------------------------------------------------------------------------------

Randy - Assim é fácil! haha, assim vou conseguir todas as Marcas rapidinho!

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Firealex
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : A Emblema do Alex!
Mensagens : 491
Sanidade : 5

MensagemAssunto: Capítulo 11: Um membro do clã SUPER colorido e a reunião dos amigos!   Seg 23 Set - 0:06

As aventuras Dimensionais Versão Fire Alex!

Capítulo 11: Um membro do clã SUPER colorido e a reunião dos amigos!

Na casa da Tia...

Linh: Então, se não temos nada mais o que fazer nesta cidade, vamos tentar quebrar a barreira de Emerald para sair daqui, não acham?

Galleom: Eu concordo! Até duvido que esta barreira ridícula vá aguentar a força dos pincéis duplos do Alex! Eu quis dizer, até conseguimos vencer do nosso arqui-inimigo!

Alex: Eu só consegui uma grande força do pincel sombrio, por causa da raiva que cresceu dentro de mim contra o Galleodio. Mas não podia perder o controle, se a gente não quiser morrer. Agora que me acalmei, duvido que o pincel negro vá funcionar corretamente de novo.

Braus: Então, crianças. Acho que eu vou sair do grupo mais uma vez. Vou tentar descobrir algum segredo desta cidade curiosa.

Alex: Tudo bem! Obrigado pela ajuda contra o perigoso do Galleodio!

Galleom: É! Você foi uma grande ajuda!

Linh: Desejo boa sorte...

Tia: Obrigada por me salvar do penhasco... Agora graças aquele demônio, não acho que eu vou ver as alturas o mesmo...

Braus: Tudo bem! Tchau, crianças! E tentem não se matarem de novo, tudo bem?

Alex: Tudo bem! Vejo você de novo na próxima batalha climática, Braus.

Braus temporariamente sai do grupo...

Tia: Agora é a minha vez de descansar em casa. Enquanto isso, por que não vão ver a cidade de Emerald, gente? Tá legal que ele destruiu uma boa parte da cidade, mas eu garanto que vão adorar o resto que ele não destruiu!

Alex: Tudo bem! Obrigado pela sua hospitalidade, Tia!

Tia: O prazer foi todo meu para os meus melhores amigos, Alex, Galleom, Linh e Braus!

Tia sai do grupo... E o grupo sai da casa da Tia! Nos campos de Emerald...

Galleom: E agora, o que vamos fazer então, Alex?

Alex: Eu não sei. Talvez possamos ajudar eles nas reconstruções da cidade?

Linh: E gastar todo tesouro que nós achamos? Não!

Alex: Bem, então não sei... Talvez podemos treinar lá na floresta de emerald para coletar algumas comidas e ingredientes para vender?

Linh: Tudo bem...

Galleom: Eu estou ficando com tédio, de qualquer jeito...

Alex: Então estamos combinados, vamos lá, time!

Cara novo: Ei... Você disse ARES?

Linh: Essa não... Este cara chegou aqui agora?

Alex: Er... Sim? Por quê?

Loster: Pelas graças das penas das garças! Linh Ares do meu grande clã Ares!  Este é a nossa primeira grandiosa reunião!  Eu sou o Loster Ares, o seu grande primo de setor Sul do clã Ares!

Alex: Linh, você conhece este cara?

Linh: Infelizmente, sim... Este é o meu primo que virou “lenda” por gritar bastante e ser excêntrico durante as missões dele... Vários setores do clã ficavam irritados pelas ações erráticas, irritando todo mundo até dos outros setores. Ninguém queria se lembrar dele, por causa disso, durante o curso do nosso trabalho.

Loster: Hah! As suas palavras ásperas não perfuram o meu coração de ferro! Eu vim aqui para derrotar o demônio do monte Emerald com o meu poderoso Gavião no esterco!

Galleom: Argh! Essa rima saiu horrível! Até o meu cachorro consegue criar rimas melhores que ele!

Alex: Er... Com este graveto decorado de penas?

Loster: Não, seu tolo! É uma clava de um carvalho místico decorado pelas penas de umas harpias mais perigosas de Flascow!

Linh: Argh... Agora já sei agora por que meu clã não quer lembrar sobre deste imbecil... Vamos embora logo, gente...

Loster: Mas já?! Mas nós mal acabamos de conhecer, minha grandiosa e querida Finh Ares!

Linh: É Linh Ares, na sua opinião! E eu sugiro que você pule logo neste lago e se afogue antes que você envergonhe ainda mais o meu clã!

Alex: Bem, desde que você não interrompe o nosso caminho, vamos passar...

Loster: Hoy there! Vocês já ouviram falar do demônio da montanha de Emerald?

Linh: Argh! Essa sua chamada de espera é tão errado que me irrita! Vamos embora gen...

Galleom: Já e derrotamos! Galleodio não é páreo contra nós! Nossa amizade nos torna invencíveis, juntos!

Loster: Sério? Até achei engraçado uma coisa...

Galleom: O que?

Loster: Galleom e Galleodio... Você não acha que isto faz vocês dois como irmãos de nomes?

Galleom: Ei! Não me compare com aquele monstro horrível!

Loster: Esperem aí!

Alex: O que foi agora, sua coisa?

Loster: Então vocês derrotaram o demônio da montanha? Eu quero que vocês me provem na batalha! Podemos lutar, por favor?

Alex: Er... Não. Desculpe, mas não queremos brigar agora. Queremos ir para a floresta de emerald para coletar as coisas e vende-los para conseguir mais dinheiro, sem falar de que não queremos machucar um membro de família da Linh.

Linh: Eu por outro lado, não me importaria de eu dar um soco para uma grande desgraça do membro da família Ares! Você é terrível em todos os sentidos!

Loster: Então você quer batalhar como uma grande guerreira Ares, Linh?

Linh: Sim! Se eu vencer, você deve sumir o seu rosto feio da árvore familiar do clã Ares!

Loster: Tudo bem! Mas se EU vencer, você vai começar me tratar melhor como o membro da família e eu vou juntar o grupo dos maiores guerreiros que derrotaram o demônio da montanha!

Galleom: Vai mesmo? Legal!

Alex: Er... Galleom? Acho que ele está referindo com a gente... E para ser sincero, ele não parece muito forte ou intimidador quanto ele diz...

Linh: E ele não é! Eu vou provar!

Loster: Eu também vou provar! Mas quanto eu sou forte o bastante para ser considerado o membro do clã!

Que a batalha começa...

????: Loster! Seu idiota!

Ou não! Uma menina de roupas vermelhas sai da sombra do Alex (Uma Kunoichi?) para impedir a luta e puxar a orelha do Loster!

Alex: Opa! Mas o quê...

Enquanto um MENINO de roupas pretas cai acidentalmente em cima do Galleom e levanta e corre para seguir a dita menina!

Galleom: Ai!

????2: Opa! Desculpa aí!

Galleom: Tudo... Ei, esperem aí! Eu acho que eu reconheço estas vozes!

Loster: Oh, então estes são os meus grandes parceiros, Idas e Jeff! O que trouxeram vocês aqui, meus queridos escudeiros errantes?

Idas: Pare de chamar a gente assim, seu idiota! Você provavelmente saiu em algum lugar para causar confusão ao seu redor! Precisávamos sair das sombras para chamar a sua atenção!

Galleom: Eu não acredito! Eu estou vendo os meus melhores amigos de novo! Idas! Jeff! Sou eu!

Jeff: Oh, quem me chamou? Galleom! Como vai você de novo, amigo?

Idas: Com licença Loster, não acabamos com este assunto ainda! Galleom! Como vai você de novo?! Estamos com saudades de você!

Depois de empurrar o Loster para o chão, Galleom, Jeff e Idas se abraçam e se reúnem!

Alex: Oh... Amigos se reunindo... Parece com... Snif...

Idas: Que foi menino? Tem algum problema?

Alex: Não... Vendo vocês se reunirem é uma coisa bonita... Eu me lembrei de uma memória do passado meu...

Galleom: Ah! Estes são os meus novos amigos! Este é o Alex Kir... Kirvo? Ele é um grande feiticeiro com esse sua vara estranha com forma de pincel e com um grande coração! E esta é a Linh Ares, apesar de parecer fria e chata, ela é uma amiga de um bom coração!

Alex: Não, é Alex KIRBO, Galleom. Ah, e eu tinha perdido a maioria dos meus amigos e o meu caminho para a casa, por causa do demônio da montanha...

Idas: Oh, eu sinto muito, Alex...

Jeff: Nós sabíamos que você é o verdadeiro Galleom! Como aquele demônio ousa copiar você, hein?! Nós sabemos que você é o cara!

Galleom: Eu sei! Que tal todos nós se reunirmos de novo?! Vai ser legal a gente fazer aventuras como nos bons e velhos tempos!

Idas: Não me diga que você perdeu o “Shuri” e o “Ken” de novo, perdeu?

Linh: Pfffft... Fala sério! Que nomes ridículos!

Galleom: Não! Eles estão bem guardados no meu bolso! Eu queria pedir alguma coisa se podemos contar com a sua ajuda de conseguir produtos e coisas para conseguir dinheiro!

Jeff: Eu não sei... Estamos numa missão de conseguir algumas informações da cidade para arrumar um jeito de quebrar a barreira, mas pessoalmente, eu preferiria roubar dinheiro das outras pessoas...

Idas: Certo! Quanto mais pessoas ajudando, melhor. O seu amigo de pincel gigante parece ser bastante útil, considerando que ele é algum mágico...

Alex: Quer que eu tire algum coelho da cartola, ou algo assim?

Jeff: Hahaha! Não.

Idas: Não, pensei se você sabe checar em algum lugar, para a procura da quebra da barreira ficar mais fácil.

Alex: Tudo bem, então! Vamos procurar juntos!

Idas, Jeff e Loster juntam o grupo do time Alex!

Linh: Com licença?! LOSTER no nosso time?! Alex! Fala sério!

Alex: Infelizmente, se a gente for ter uma parceira útil, às vezes ela vem junto com uns parceiros ruins, mas pelo menos, vem de brinde, então temos mais amigos, certo?

Linh: Até concordo que o Jeff é uma graçinha... Mas o Loster não é nada útil! E eu acho que você está apaixonado aquela ninja menina!

Alex: Que nada! Mas primeiro, vamos achar alguma pista que podemos encontrar!

Todos: Certo!

Epílogo.

Alex: Pssst! Ei, Galleom!

Galleom: Sim, Alex?

Alex: Pode-me dizer como é essa menina Idas? Ela parece bonita...

Galleom: Bem, o que eu conheço sobre ela, é que Ela é perita em usar adagas, ela é gabada por um rival meu chamado, Galleon e ela tem um bichinho de pelúcia chamada...

Idas: Eu posso ouvir vocês dois conversando, Galleom! Não conte o meu segredo para os outros, entendeu?

Galleom: Foi mal! Eu queria contar tudo o que sei sobre você!

Idas: Hunf, tudo bem... Aliás, Alex pode dizer que eu sou especialista em roubo de itens, adagas e eu sou bastante bonita, tudo bem?

Alex: Entendi... (Mas eu duvido que você seja do meu tipo, sendo vaidosa assim e uma ladra)...

E... Acabou! Vejo vocês no próximo episódio!

« siggy »


"Prefiro o desenho podre de natal que isso!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Firealex
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : A Emblema do Alex!
Mensagens : 491
Sanidade : 5

MensagemAssunto: Ei! A fic acabou!?   Sab 16 Nov - 23:59

Alex: Ei! Porque estamos parados ai?! Não deveriamos fazer alguma coisa?

Galleom: Eu também estou ficando entendiado, Alex. Eu pudia entrar como um ator de circo, ou ser um atleta do campeonato de esportes e lucrar bastante dinheiro, mas não.

Linh: Eu estou mais preocupada com os nossos irmãos, o meu Denas e o seu Daniel, Alex. Será que eles estão bem? A chuva não destruiu eles?

Alex: Por que você está preocupada agora, Linh? Achei que era otimista.

Linh: Porque não houve nenhuma notícia desde o ano passado, sobre o meu irmão e o seu irmão. E estou ficando cansada de viajar.

Shinpi: Oh, não. Não me diga que a fic acabou cedo...

Silver: Shinpi, agora não é a sua vez de aparecer. Espera o Galleom fazer mais um update.

Galleom: Mas eu estou aqui.

Silver: Eu quis dizer o outro Galleom, menino.

Randy: *Suspiro*, agora que eu estava me divertindo no parque de diversões...

Ranshi: Ei, enquanto eu? Eu só apareci em três episódios e um deles eu quase não fiz nada! Era para ser uma grande aventura minha sobre eu e a minha espada!

Empregada: E um dos autores prometeram que iria me adicionar a empregada perfeita no crossover! Eu merecia algo melhor que isso!

Alex: Err... Quem é você de novo?

Sakuya: Afe, e difícil aparecer em um só episódio, e ainda filler. Quase ninguém mais lembra de mim... Eu sou Sakuya Izayoi, a empregada chefe da mansão Demônio Scarlet!

Alex: E acho que o Galleodio mencionou você...

Ranshi: Você? Você é só uma personagem secundária! O que você fez para ser importante assim?

Sakuya: Eu consigo atirar facas pela distância grandes, controlar tempo e espaço pela limpeza perfeita e fazer as melhores comidas para a minha mestra.

Galleom: Você me lembra de algum vampiro, sabia menina?

Sakuya: Sim, mas o meu criador fez assim. Eu até que desejaria invocar um esmagador gigante do nada.

Shinpi: Mas você quase não fez nada de importante para o Path Makers, o que você acha que poderia ser importante?

Sakuya: Pelo menos eu sou muito mais popular e eu sou mais reconhecível ao redor do mundo, que aquela menina moleca e aquela menina psíquica.

Linh e Silver: Ei!

Alex: Ah, o seu jogo é ridículo, menina... Apesar de ter cores bonitas e músicas legais, é mesma coisa que cortar a minha própria mão só de tentar completar uma fase...

Misterioso: Eu estou ouvindo um conflito... O que estão discutindo?

Alex: Estamos discutindo sobre o futuro do crossover.

Ranshi: Tem alguns problemas que recusamos aceitar!

Shinpi: É, algum de nós recebemos umas caracterizações questionáveis.

Galleom: Derrotar o nosso arquinimigo, o Galleodio! Mas ainda não acabou a fic!

Randy: E nem os clones da Shinpi, mas eu não considero elas boas o bastante para o chefão final...

Linh: Poxa vida, podíamos fazer muito mais para nos servimos como clã Ares...

Silver: E várias pessoas ainda me chamam de menina!

Sakuya: Bem, você podia começar trocar o seu penteado e criar alguns músculos, mas podiam me fazer um pouco melhor que só sendo "namoradinha" do garoto verde.

Misterioso: Er... Desculpem, mas como que estamos tendo problemas de trabalhos e estamos todos trabalhando em um projeto, a fic foi temporariamente cancelado...

Alex: Que pena. Eu estava começando a gostar da história mais sinistra e madura...

Shinpi: Então, acho melhor eu criar planos para recuperar e reviver a minha história...

Ranshi: Eu ainda não gostei do jeito que acabou com a minha fic! Mas o cachorrinho foi uma gracinha! Cuti, cuti!

Randy: Ok então...

Galleom: Ah, fala sério!

Sakuya: Hunf, certo...

Misterioso: Mas estamos arrumando um jeito de acabar o projeto antes de voltarmos. Sejam pacientes, por favor.

Todos: Então se apresse, sua coisa!

Misterioso: "Glup", então é isso. Até alguém fazer mais um update, ou o criador avisar, a fic do crossover será considerado acabado pelo período indeterminado. Desculpem pelo transtorno e sejam pacientes. Ah, e feliz quinta página da fic!

Alex: Nos dê desculpa mesmo! Mas avisem se vão decidir acabar cedo, coisa!

« siggy »


"Prefiro o desenho podre de natal que isso!"


Última edição por Firealex em Dom 17 Nov - 0:01, editado 1 vez(es) (Razão : Impaciência e preocupação é a palavra chave.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Episódio 12 - A solução de todos os problemas?   Dom 26 Jan - 23:02

Episódio 12 - A solução de todos os problemas?



Randy - ... O que é isso?

Scott - Ohá! você nunca viu um desses? Este brinquedo aqui se chama carrossel!

Randy - Eu já vi sim carroséis antes, mas nunca assim!

Randy aponta para o carrossel, que pareceria perfeitamente normal... se as cabines não tivessem forma de carro.

Randy - Parece que alguém projetou isso para parecer um trocadilho tosco!

Scott parece um pouco triste, numa estranha mudança súbita de personalidade.

Scott - Eu sugeri isso porque gosto de carros...

Randy - Ah... er... e eu gosto de trocadilhos toscos... são er, divertidos!

Scott - Mesmo?

Randy - Er... É claro!

Scott - Ótimo! Porque você também vai precisar de um acompanhante.

Randy - Hã?

Scott - Neste daqui você só ganha a Marca do Carrossel de Carros se você estiver com mais alguma pessoa!

Randy - Ah...

Randy olha para a sua direita e depois para sua esquerda, mas sem ver ninguém para nenhum dos lados, como se todas as pessoas tivessem sumido de forma que a única coisa que Randy poderia falar neste momento poderia ser

Randy - *Suspiro* Quer ir comigo então?

Scott - Whoooooo!

Scott aceita de uma forma sinistramente feliz.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Hm... Acho que aquele brinquedo tem uma boa chance de ter uma Marca.

Silver anda em direção a um brinquedo bem chamativo em forma de montanha, que era estranhamente chamativa, apesar de que não havia notado antes de ter entrado na Mansão.

A montanha tinha uma placa à frente, mas não dava pra ler a placa do ângulo de Silver e de umas nuvens de mentira que ficavam na frente.

Silver - ... Que estranho.

Silver para e olha para para seus braços e pernas.

Silver - Tenho certeza de que me feri bastante na luta, mas agora me sinto perfeitamente normal... Será que foi uma ilusão?

Silver levanta os braços, apontando-os para a frente.

A bola de ferro do martelo negro é invocada em frente de Silver!

Silver - Não... A luta realmente aconteceu... Caso contrário, não teria essa bola de ferro.

Silver descança os braços e a bola de ferro desaparece.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi - Ufa... Aquilo lá foi bem difícil... Mas por algum motivo me sinto com bastante energia!

Shinpi - Bem... Não importa, o que importa é que consegui meu pinguim de pelúcia de volta!

Shinpi pega o pinguim e dá um abraço apertado nele.

Shinpi - Ah!

Shinpi olha para os dois lados, esperando que Scott estivesse observando ela de algum lugar, mas para o alívio dela, não viu ninguém por perto.

Shinpi - Ufa... Pensava que aquele Scott estava por perto, ele sempre aparece por perto em momentos assim... Imagino o que ele está fazendo.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Scott - WOOOOOOOOOOO!!

Randy - ...

Scott olhava para a janela do carro do carrossel (o azul com rodas brancas) enquanto gritava que nem um louco feliz, enquanto Randy observava, atudido.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi - Mas enfim. Tenho de encontrar mais marcas, não é? Imagino onde está a próxima...

Shinpi olha ao seu redor, procurando por algo de diferente.

Shinpi - Hã? O que é aquilo? Tenho certeza de que não vi aquilo antes.

Uma grande montanha tinha sido avistada por Shinpi. A montanha tinha nuvens, aparentemente de papelão ou algum outro material tosco, com uma placa à frente, mas que não dava para ser lida de onde Shinpi estava.

Shinpi - Não dá pra ver o que está escrito ali, mas é bem chamativo, então vou lá ver o que é aquilo.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Esse lugar... É estranho.

Silver - A sensação daqui é bem esquisita, mas mesmo assim não consigo apontar exatamente o quê, mas aquela luta foi definitivamente estranha.

Silver - Provavelmente tudo deve estar ligado com o que quer que afetando meus poderes...

Silver - Mas não importa. Ficar pensando nisso não vai ajudar a resolver o mistério dessa cidade. Sinto que se conseguirmos todas as marcas, ficaremos mais próximos do nosso destino, então vou coletar as mar-

Silver - Whoa.

Silver chegara à montanha que queria ir. A sensação foi de que tinha chegado rápido... rápido até demais.

Talvez ele estivesse pensando demais e acabou distraído até chegar, ou talvez o parque tivesse se cansado de ver alguém tão perdido nos pensamentos e resolver pregar uma peça, mas aquilo provavelmente não importava, já que havia chegado ao seu destino.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi andava e andava em direção à montanha, passando por várias ruas, sempre observando se havia ou não um brinquedo com uma Marca.

O lugar era sinistramente sem pessoas, provavelmente porque haviam inaugurado o lugar há pouco, mas havia uma música de fundo que fazia o parque ter um tom bem místico, havia porém algumas árvores de vez em quando, ao canto das passarelas.

Shinpi - ... Afe, esse lugar é bem estranho.

Shinpi - Por mais que eu tente ir em direção à montanha, ela nunca parece chegar mais perto... Será que estou andando em circulos?

Shinpi saca sua espada e dá um corte de leve na casca de uma das árvores.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver estava à frente da montanha. Havia um arco como entrada, onde tinha escrito o nome da atração, o mesmo nome que havia na placa gigante perto do topo da montanha.

Nas placas havia escrito "Montanha Sorvete", com logo abaixo, "Sim, também temos raspadinha!"

Embora estranhasse a mensagem, Silver olhou os arredores da montanha e achou uma marca brilhante em vermelho em formato de montanha, localizado logo à frente da entrada.

Silver - Esta deve ser a próxima Marca Maravilhosa! Sabia que estaria aqui!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Randy sai do carrossel, ele estava um pouco enjoado, não por causa do carrossel em si, mas em grande parte por causa da gritaria louca de Scott.

Scott - Eu adorei! Quer ir de novo?

Ainda que agitado por causa da pergunta, Randy pretende responder algo, mas é interrompido por um brilho vindo do bolso.

Randy - Hã?

Randy põe a mão no bolso, e pega o Cartão Fantástico. Randy conseguiu a Marca do Carrossel!

Randy - Ah! Bem, já que consegui outra marca, er, eu vou indo. Tenho mais outras marcas para encontrar!

Scott - Uma pena... Bem, pode procurar! Eu vou ir aqui no carrosel mais uma vez - ou talvez duas!

Randy - Você não tem de nos guiar ou algo assim?

Scott - Isto daqui é mais importante no momento! Depois eu me encontro com vocês.

Randy - Ceeeerrto...

Randy anda rapidamente para longe, mas dava pra ouvir o grito de Scott enquanto se afastava.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Então, vamos entrar.

Silver dá um passo para dentro da porta da montanha, mas uma mão mecânica vinda de dentro impede ele, e uma voz de dentro fala:

Voz - NÃO PODE PASSAR!

Silver - O quê?

Voz - VOCÊ PRECISA SER DESTA ALTURA PARA PODER ENTRAR.

A mão mecânica aponta para uma marcação do lado da porta, com um palmo de altura a mais do que Silver tinha.

Silver - Ei! Eu preciso passar! É importante!

Voz - NÃO INTERESSA, VOCÊ NÃO PODE PASSAR.

Silver - Se não me deixa passar, eu-s

Voz - TOME RASPADINHA, VOLTE SEMPRE. BAIXINHO.

Silver - Ei! Espe-

A mão mecânica dá uma raspadinha de morango para Silver, e a porta se tranca logo depois.

Silver - Raspadinha...

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi anda mais um pouco, e para para olhar uma árvore do lado.

Shinpi - Realmente... Eu já estive aqui, mas tenho certeza que andei em linha reta!

??? - Você parece perdida, garota!

Shinpi - Eu consigo me virar.

Shinpi se vira para o cara que havia falado com ela. Era um homem gordo, com a cara pintada de branco, roupas escandalosamente coloridas e com um alvo multicolorido colado nas costas.

??? - Olá, meu nome é Dodoh!

Shinpi - Err... Oi.

Dodoh - Vejo que está presa em um laço.

Shinpi - Hã?

Dodoh - O parque é bem malvado às vezes, e faz com que as pessoas fiquem presas em "laços".

Shinpi - Afe... É sério?

Dodoh - Infelizmente, sim, é especialmente ruim quando queremos ir ao banheiro. Mas tem uma forma de passar do laço!

Shinpi - E essa forma seria...?

Dodoh - Indo por cima!

Shinpi - Ah, mas assim é fácil!

Dodoh - Espere!

Shinpi pula para cima de alguns prédios, deixando Dodoh sozinho.

Dodoh - Ah.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver comia a raspadinha.

Silver - Argh, coisa irritante. Como vou passar agora?

??? - Você parece perdida, garota...

Silver se vira para o cara que havia falado com ele. Era um homem gordo, com camisa estranhamente rosa com o que parecia um Bullet Bill desenhado em uma das mangas, e jeans com corações quebrados costurados nos joelhos das calças.

Silver - Eu não sou garota!

??? - Ah, me desculpe, mas você parecia uma garota...

Silver - É... Me dizem isso bastante. e eu não sou garota

??? - A propósito, meu nome é Fyer.

Silver - Er... Olá, sou Silver.

Fyer - (Parece nome de garota...) Bem, você parece querer mesmo ir nesse brinquedo, não é?

Silver - Hm... Pode-se dizer que sim.

Fyer - Mas você é baixo demais pra entrar.

Silver - Nem me lembre...

Fyer - Bem, eu acho que tenho uma solução.

Silver - E ela seria...?

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi pula de prédio em prédio, numa sequência épica de ações, mas de alguma forma ela acaba chegando novamente ao lado de Dodoh e da árvore cortada.

Shinpi - Afe.

Dodoh - Haha! Não vai ser tão fácil assim que vai enganar o parque!

Shinpi - Você disse que essa seria a forma de se sair desse laço!

Dodoh - Você nem me deixou acabar! Bem, eu iria te mostrar...

Shinpi - ...?

------------------------------------------------------------------------------------------------

Fyer - A solução de todos os problemas!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Dodoh - O sorriso dos meus dias!

------------------------------------------------------------------------------------------------

*Pega do bolso um controle e aperta um botão*

Alguns metros atrás de Fyer e de Dodoh surge...!

Fyer & Dodoh - Meu canhão!

Shinpi & Silver - Sério?

Fyer & Dodoh - Sim!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - O que exatamente você quer que eu faça?

Fyer - Oras, levar você para o brinquedo! O que mais seria?

Silver - Será que conta se eu entrar desse jeito?

Fyer - Mas é claro! Esta atração na realidade está no topo da montanha, mas com o canhão, você pode chegar lá diretamente!

Silver - Muito bem... E você vai cobrar algo?

Fyer - Bem... Isso é raspadinha de uva? eu adoro raspadinha de uva

------------------------------------------------------------------------------------------------

Dodoh - E tudo por um preço perfeitamente acessível!

Dodoh cochicha para Shinpi o preço.

Shinpi - Afe. Tudo isso? Seu careiro!

Dodoh - Oras, menina. Cuidar de um canhão exige muita atenção, cuidado e lubrificante!

Shinpi - *Suspiro* Se é assim, vamos lá.

Shinpi dá dez moedas para Dodoh.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi e Silver recebem capacetes e entram nos canhões.

Dodoh & Fyer - Muito bem! Agora a contagem regressiva!

Dodoh - Cinco!

Fyer - Quatro...

Dodoh - Três!

Fyer - Dois...

Dodoh - Um!

*Aperta outro botão*

Fyer & Dodoh - Fogo!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi - Ahhhhhhhh!

Shinpi voa rapidamente em direção à montanha! No meio do caminho, enquanto voava, ela vê outra figura voadora gritante estranha, voando para cima da montanha.

Shinpi - Aquele é o Silver???

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver voava em alta velocidade em direção ao topo da montanha.

Silver - Ugh.

Enquanto voava, notou algo voando que ia em sua direção.

Silver - Aquilo... é a Shinpi?

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi , porém, começa a perder altitude, e indo em direção à base da montanha!

Shinpi - Ah! Como vou pousar?

Apesar da confusão momentânea, de alguma forma o pinguim de pelúcia sai da bolsa de Shinpi!

Shinpi - Pluma!

O pinguim de pelúcia fica à frente de Shinpi... E numa pequena nuvem de fumaça, fica do tamanho de um carro!

Shinpi pousa sobre Pluma, amortecendo sua queda.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver, porém, não pôde se concentrar em Shinpi e continuou a voar para cima!

Quando chegou ao topo, notou que sua velocidade estava bem menor e usou suas espadas para controlar sua queda.

Silver nota que, de cima, a montanha era pertubadormente diferente doque via de baixo. Notavelmente, o outro lado da montanha estava coberto de neve!

Silver observa seus arredores e acha uma pequena cabine nevada.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi - Ufa!... Obrigada Pluma! Apesar que parece que andaram mechendo em você...

Shinpi olha para a montanha e logo vê a placa chamativa "Lava Lava Lândia", com logo abaixo: "Aprovado por L!"

Shinpi estranha um pouco, e logo depois ouve uma reclamação de longe.

Fyer - Afe! Essa raspadinha é de morango! ... gostei também.

Shinpi ignora a reclamação aleatória e entra na caverna sem mais problemas.

Shinpi entra na caverna. O local não era especialmente cheio de laval, ou quente, aliás, mas era cheio de pedras e uma iluminação bem vermelha. Logo na entrada havia uma sala de espera, mas estava sinistramente vazia.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Randy - Argh! Isso nem é coisa de parque de diversões!

Madame Ming - Calado! Eles vão ouvir!

Randy - Eles quem? Mal tem gente no parque!

Madame Ming, num momento de raiva, pega uma pimenta vermelha e coloca na boca de Randy!

Madame Ming - Coma logo a sua comida!

Se isso fosse uma anime, o Randy estaria com um fogo literalmente saindo da boca , mas como isto não é, Randy apenas pega a pimenta da boca e joga pra fora.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Entrando na cabine, Silver vê apenas alguns snowboards, uns equipamentos de snowboarding e uma placa escrito "Se dirigir, não beba!", com um papelzinho abaixo, um lembrete, onde estava escrito: "Colocar placa que faça mais sentido.".

Silver - Que estranho, como é que alguém viria aqui pra cima...?

Silver - *Suspiro* Já que só tem uma forma de descer, acho que tenho de ir nesse brinquedo.

Silver pega um snowboard azul com nuvens brancas, uns óculos de surfar no gelo para protgeger os olhos e um cachecol vermelho pra combinar com a situação, ainda que não estivesse especialmente frio.

Silver coloca o snowboard no chão e começa a descer a ladeira.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Passando pela sala de espera, Shinpi passa por alguns corredores, finalmente chegando em uma outra sala.

Nesta sala, Shinpi vê um carrinho de montanha-russa, com uma placa acima "Cuidado com o dragão."

Shinpi - Heh, acho que tenho de fazer outra viagem assim.

Shinpi entra e senta no carrinho. O carrinho sobe lentamente nos trilhos.

O carrinho, após chegar ao topo de uma pequena colina de trilhos, desce em grande velocidade!

Shinpi - Agora sim, bem mais divertido!

------------------------------------------------------------------------------------------------



Silver manobra a prancha com grande destreza (em grande parte por causa de seus poderes psíquicos).

Silver entra em uma região com pequenas colinas à direita e à esquerda, que deixavam apenas um caminho reto, ainda que largo, para se passar.

Mas após alguns segundos, uma voz conhecida anuncia algo!

Voz - AVISO! AVISO! INTRUSO BAIXINHO DETECTADO! IMPEDIR BAIXINHO A TODO CUSTO!

Silver - Fala sério...

------------------------------------------------------------------------------------------------

O carrinho acaba chegando numa sala gigante com lava no chão. O carrinho estava elevado a uma boa altitude, então Shinpi mal sentia calor.

Haviam estalagmites gigantes, mas finas saindo desde o chão até a altura do carrinho, mas que conseguiam se autossustentar.

Porém, os trilhos com o chão mudam, de forma que os trilhos faziam uma volta numa rota sem saída! A porta em que Shinpi entrou se fecha.

Shinpi - Afe, outro laço? Como vou sair da-

O chão começa então a tremer!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver ouve um grande uivar de longe!

Silver - Lobos...?

Surgem dois grandes lobos mecânicos com skis, atrás de Silver, um em cima de cada colinha!

O lobo à direita de Silver era branco, com desenhos de raios e skis pretos, enquanto que o lobo à esquerda era preto com desenhos de raios e skis brancos mas ambos tinham olhos vermelhos e pareciam bem raivosos.

Lobo Preto pula e fica no mesmo caminho que Silver!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi se segura no carrinho por alguns segundos... E uma cabeça de dragão vermelho sai do teto!

O dragão vermelho aparentemente estava localizado acima da sala onde estava Shinpi, apenas colocando a cabeça por um buraco.

Uma voz estranha anuncia algo.

Voz - PARA PASSAR, VOCÊ DEVE DERROTAR O DRAGÃO!

Shinpi - ... Pelo jeito tenho mesmo de derrotar aquilo.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Não tenho tempo pra isso.

Silver invoca três espadas e as joga no lobo atrás dele!

O Lobo Preto desvia do primeiro, desvia do segundo... mas é acertado pelo terceiro!

O Lobo Preto parece irritado com o golpe e ruge.

O Lobo Branco aspira uma grande quantidade de ar!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi pula do carrinho! Shinpi pousa numa estalagmite.

Shinpi - Hm! Até que essas coisas são resistentes! De longe elas parecem tão frágeis!

O dragão dá um sopro de fogo!

Shinpi dá um salto rápido para a direita, pousando em outra estalagmite.

Shinpi - Mas parece que não posso ficar notando essas coisas com você aí, não é?

------------------------------------------------------------------------------------------------

O Lobo Branco lança um raio azul da boca, mas Silver nota rapidamente e desvia para a esquerda!

O raio atinge o chão, criando uma massa de gelo!

Silver - Raio de gelo...? Melhor ter cuidado com isso.

O lobo preto se aproxima um pouco, abre as mandíbulas de metal, e as fecha! Da boca do lobo preto sai uma mandíbula de energia vermelha em direção de Silver!

Silver nota o ataque, mas nesse momento, uma elevação faz Silver e seu snowboar saltarem!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi salta em direção ao Dragão!

O dragão, porém, encolhe a cabeça, desviando de Shinpi!

Shinpi - Tsk, ainda não acabei!

Shinpi salta novamente em direção ao Dragão!

O dragão, desta vez, encolhe ainda mais a cabeça, e depois de Shinpi passar, lança uma bola de fogo em Shinpi!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver, não podendo se mover, usa seus poderes para começar a se virar para a mandíbula voadora!

Silver invoca uma espada e a pega!

Ao mesmo tempo que se vira para o ataque, começa a mover sua espada...

... e no momento certo, atinge o ataque de energia vermelha, cortando-a na metade!

Continuando a se virar, Silver pousa de frente, continuando a esquiar.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi vê o golpe, então salta para a direita, desviando do golpe!

O dragão de fogo continua a lançar bolas de fogo em Shinpi!

Shinpi continua a desvias das bolas, mas num momento, vê uma abertura... E ataca!

Desta vez, o dragão de fogo atira uma bola de fogo em Shinpi!

Shinpi - Ah-!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Não posso continuar assim...

Silver olha para frente, e nota um grande precipício! Do outro lado do precipício, dava para se ver uma linha de chegada amarela e preta.

Silver - !!!

O lobo branco abaixa um pouco a cabeça... E ativa um propulsor a jato!

Silver - É sério!?!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi, não tendo tempo de reagir, é atingida!

Shinpi começa a cair em direção à lava!

Shinpi fica incosciente por alguns segundos...

Quando se recupera e nota sua queda Shinpi usa-!

Shinpi - Ugh- Aura de Prata!

------------------------------------------------------------------------------------------------

O Lobo Branco salta, ficando à frente de Silver!

Lobo Branco começa a dar uma respirada funda...!

Lobo Preto começa a abaixar a cabeça para ativar os propulsores!

Lobo Branco usa raio de gelo e Lobo Preto começa a ir em direção de Silver!

------------------------------------------------------------------------------------------------

A lava não era funda, então a aura de prata de Shinpi para afasta a lava fazendo com que Shinpi chegasse ao chão!

Shinpi - Agora você vai ver...!

Shinpi salta para cima, em direção do dragão!

O dragão dá uma grande respirada... E lança um grande lança-chamas em direção de Shinpi!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Ugh!

Silver pula! O raio de gelo atinge o snowboard, transformando-o num bloco de gelo!

Lobo Negro tenta morder Silver no meio do ar, mas Silver desvia e pousa na cabeça do Lobo Negro!

Lobo Negro tenta tirar Silver da cabeça... Mas acaba atingindo o Lobo Branco!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi desvia do lança chamas, se apoiando numa estalactite, e se propulsiona novamente!

O Dragão lança fogo novamente, mas sendo mais fraco desta vez, por não ter tempo de carregar!

Shinpi atravessa o lança-chamas do dragão, usando a Aura de Prata como defesa.

Shinpi, como uma aparente bola de fogo em direção ao dragão, atinge o dragão com a espada bem na cabeça!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Lobo Branco e Lobo Negro, tendo se atingido, ficam amontoados um em outro, e são lançados para o alto pelo precipício!

O bloco de gelo do snowboard atinge uma pedra... revelando... nada dentro!

No meio do salto, Silver invoca o snowboard!

Silver, usando seus poderes psíquicos, se propulsina em direção ao outro lado do precispício!

Dois grandes uivos puderam ser ouvidos enquanto os Lobos Mecânicos caiam.

Silver consegue pousar em segurança! Silver atravessa a linha de chegada.

------------------------------------------------------------------------------------------------

O dragão começa a chorar! O dragão encolhe totalmente a cabeça.

Uma voz estranha anuncia:

Voz - PARABÉNS, VOCÊ VENCEU A LUTA

Uma porta se abre e os trilhos mudam de caminho. O carrinho começa a ir em direção da porta.

Shinpi - Ah! Me espera!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Num brilho estranho, Silver chega de volta à base da montanha.



Uma voz conhecida, mas irritada anuncia:

Voz - PARABÉNS, BAIXINHO, VOCÊ BURLOU AS REGRAS, PEGOU MATERIAL DO PESSOAL DA MANUTENÇÃO E DESTRUIU DOIS GUARDAS ROBÔS. TOME RASPADINHA.

Silver - ...

Silver estica a mão para pegar a raspadinha... Mas um dos skis dos robôs cai em cima da raspadinha, destruindo uma raspadinha perfeitamente boa!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi, após acabar a ida no carrinho, sai da montanha.

Shinpi avista Silver a alguns passos, mas é interrompida por uma voz estranha ,que anuncia:

Voz - OBRIGADO, VOLTE SEMPRE. TOME RASPADINHA.

Shinpi - Err... Obrigada?

Shinpi estica a mão para pegar a raspadinha... Mas um dos skis dos robôs cai em cima da raspadinha, destruindo outra raspadinha perfeitamente boa!

Shinpi - Ahh! O que foi isso!?!

Silver - Ah, Oi Shinpi!

Shinpi - Silver...? Não me diga que você veio nesse brinquedo também...

Silver - Não tenho certeza sobre isso, mas-

Os bolsos de Shinpi e Silver brilham!

Shinpi consegue a marca da Montanha-Russa!

Silver consegue a marca do Snowboard!

------------------------------------------------------------------------------------------------

Randy - Eeeee... Bingo!

Senhora Ming - Haha! Parece que você conseguiu outra marca! Meus parabéns.

Randy - Esse foi o desafio mais estranho que já vi.

Senhora Ming - *Aham* estarei no meu escritório se precisarem.

O bolso de Randy brilha... E Randy consegue a marca de... espera, o que é isso?

------------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Ufa! Parece que minha descida contou, afinal de contas.

Shinpi - Olha! Parece que o Randy coletou bastante marcas também!

Silver - É verdade! Já temos todas as marcas!

Shinpi - Mas essa última marca aí é bem estranha. O que será isso?

Silver - Sei lá. Mas não importa. Vamos para o início!

Shinpi - Para aquele carrossel fofin- digo laranja.

Silver - Certo.

Silver, Shinpi e Randy começam a andar em direção ao começo...

« siggy »


Última edição por Mr.Galleom em Seg 1 Jun - 22:47, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 770
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Ter 4 Fev - 18:13

Vamos continuar o Crossover, não é? Porque eu gosto mesmo desta história...

Lendo as últimas batalhas da fic (especialmente do Galleom) me fez ter certa inveja. Acabei meio que cavando um buraco para mim mesmo ao trancar meus personagens nesses corredores e salas apertados. Assim não da pra fazer batalhas muito diferenciadas... por enquanto. Prometo que a próxima luta vai ser a mais épica até o momento! (Pelo menos da minha parte)

Er, quando vocês pretendem acabar esse capítulo? Em meus planos eu iria acabar no próximo ep (Episódio 13, apesar de que, se eu enrolar, da pra terminar no 14 facilmente). Seria estranho se vocês tivessem muitos eps a mais que eu. theNewF6 

PS: Talvez a música de batalha pudesse ter sido melhor, mas foi a que tinha na cabeça no momento bleah 

Dimentional Adventure

Episódio 12 - Louco Aleatório Vs Robô Pirata

De um lado, um garoto com cabelo loiro escuro (bem próximo de laranja), com apenas 14 anos e altura e peso médios pra sua ideia. Usava roupas baratas e levemente sujas, chinelos de couro e, por mais que faça um enorme contraste com sua aparência de garoto comum de um vilarejo comum, uma grande espada larga com aço afiado de grande qualidade. No momento segurava sua espada em uma posição livre e encarava seu oponente tentando prever o que ele faria a seguir.

Do outro lado, uma máquina de praticamente três metros, que não tinha de se preocupar com a altura do teto, que tinha mais do que o dobro de seu tamanho. Tinha a forma de um humano, tirando o fato de sua cabeça ser uma caveira com testa larga e sua mão esquerda não existir, dando lugar para uma metralhadora. A mão direita existia normalmente, mas estava fechada firmemente no punho de uma grande e enferrujada espada. Usava uma armadura completa com um forte tom esverdeado e em sua testa estava estampado em preto uma caveira em cima de dois ossos cruzados, o símbolo clássico dos piratas de qualquer dimensão, pelo jeito. Mal sabia seu oponente que passava aquele instante analisando todas as características do jovem com seus olhos biônicos.

A arena era uma sala quadrada pequena. O chão era quadriculado e verde, mais ou menos do mesmo tom da armadura robótica, apesar de um pouco mais claro. Havia três corredores saindo dela, mas nenhum dos lutadores iria seguir por eles. Um deles tinha que cumprir sua missão de não deixar nenhum estranho passar. O outro achava que aquilo poderia ser muito legal.


O robô apontou a espada para cima e deslizou (tinha rodas embaixo dos pés!) em direção a Rodolfo. O garoto não teve trabalho em desviar para o lado e deixar o golpe atingir o vento. Rapidamente desferiu um golpe lateral, mas o robô rodopiou no mesmo lugar, aproveitando o giro para atingir o oponente no rosto com a mão/metralhadora.

Rodolfo caiu no chão ligeiramente atordoado por causa do peso do golpe. Havia caído alguns metros longe do local em que havia sido atingido e, no mesmo lugar que estava antes, o robô pirata preparava para continuar sua batalha. Apontou a espada para baixo até que sua ponta encostasse no chão e acelerou até o garoto, deixando um rastro no piso com a lâmina da arma.

Com um salto, Rodolfo se levantou, evitando de ser atingido, observando o local em que agora havia uma grande rachadura em linha reta terminando na espada do robe, que estava parado no momento. Ele girou e levantando a espada, colando-a horizontalmente com o corpo, avançou novamente de forma rápida.

Ao chegar em seu adversário, movimentou seu braço mecânico em um golpe amplo de um lado para o outro. Rodolfo defendeu com facilidade, pondo sua própria espada no caminho.

Rodolfo: Há! Não esperava que eu fosse forte assim pra aguentar segurar o ataque, não é?

Em resposta, o robô ergueu seu outro braço até ficar na altura do peito de Rodolfo, que em resposta se jogou ao chão antes que a rajada de tiros o atingisse. Mas antes que se desse conta, um pé mecânico com rodinhas pretas veio em sua direção e o atingiu no rosto, mandando-o ao chão.

Rodolfo caiu de costas mas logo se levantou e pulou para trás, para longe do inimigo, grudando na parede de pedra. A máquina girou e levantou novamente a espada, dessa vez indo para um golpe vertical, acelerando.

Rodolfo: Os movimentos dele são... Robótico! Ele sempre escolhe como vai atacar com a espada e despois avança. Talvez mirar com a arma e atirar também faça parte da sequência...

Dessa vez mais do que preparado e com um planto em mente, Rodolfo desviou do golpe vindo de cima e viu a espada se cravar na parede com um sorriso. Sorriu mais ainda quando a metralhadora foi apontada ao seu peito lentamente.

Rodolfo: Como eu pensei!

Ele se abaixou, permitindo que os tiros atingissem a parede logo atrás.

Rodolfo: E agora talvez...

O jovem deu um rápido ataque horizontal, que serviu perfeitamente para decepar a perna robótica do adversário.

Rodolfo se levantou rápido e correu até o outro lado da sala, sorrindo enquanto esperava para ver a reação do oponente. O robô pirata havia se virado enquanto Rodolfo corria e agora encarava o garoto com um estranho brilho vermelho em seus olhos. A perna restante se movimentou na cintura da máquina e ficou exatamente no meio. Ele começou a deslizar (muito mais lenta e delicadamente) e Rodolfo se preparou para o próximo golpe.

O robô parou no meio da sala, dessa vez sem mover o braço da espada, mas sim o da metralhadora. Colocou-o apontado para o peito de Rodolfo e começou a atirar.

O garoto correu para o lado, seguindo praticamente encostado com a parede. O adversário não parou de atirar, fazendo Rodolfo apenas poder continuar o que estava fazendo. Virou num canto e continuou a correr. Se continuasse com aquilo não iria demorar muito para que as balas acabassem. Certamente iriam acabar antes que ele se cansasse. Virou novamente num canto da sala...

E caiu no chão, com algo pesado agarrado firmemente ao seu pé. A perna do robô! Fazendo de tudo para se levantar, Rodolfo começou a se contorcer no chão, sem sucesso. Olhou de relance para o robô e viu que ele novamente havia encostado a ponta da espada no chão e vinha em direção a ele.

Conseguiu desprender a perna do robô! Agora era só se levantar e...

Rodolfo havia conseguido apenas parcialmente desviar do ataque. Seu joelho foi atingido pela espada da máquina e ele se forçou a continuar em pé, usando sua outra perna para garantir um pouco de distância. Sem querer olhar para o ferimento enquanto andava, sentia como se um pedaço grande de havia sido arrancado dele.

Quando se virou para encarar o adversário, se surpreendeu com a rápida aproximação dele, já movimentando a espada para um ataque. Rodolfo encostou as costas na parede para ficar mais fácil de se sustentar em pé sem usar a perna ferida.

O robô começou uma sequência incrivelmente rápida de golpes, coisa que antes ele não era supostamente capaz de fazer. Rodolfo se defendia de todos com sua própria espada, pensando no que poderia fazer para ganhar aquela luta. Arregalou os olhos quando, subitamente, o outro braço mecânico se ergueu e mirou a testa de Rodolfo. O robô pirata pareceu quase sorrir.

Não havia escapatória. Se Rodolfo continuasse a defender os golpes de espada, ele seria atingido pelos tiros. Se Rodolfo decidisse desviar dos tiros, iria ter que parar de se defender da espada, e isso significaria ser atingido por ela...

Antes que Rodolfo tivesse que fazer sua escolha, o robô foi atingido na lateral da cabeça por uma flecha vinda de longe. A flecha estava cansada de ter tido que sofrer indagações por causa do seu caminho aparentemente sem sentido na vida, então estava mais do que satisfeita de atingir seu alvo.

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Sex 7 Fev - 23:10

Extra II:
Neve Prateada! Atravessando a neve como uma espada!
Spoiler:
 

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Firealex
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : A Emblema do Alex!
Mensagens : 491
Sanidade : 5

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Sex 21 Fev - 1:49

Olá, Path Makers! Este é o FireAlex! Eu não consegui pensar em um bom episódio até agora, mas em compensação, eu trouxe um filler para os personagens comentarem uns aos outros de como foi a aventura deles e a opinião das aventuras dos outros.

Este filler não tem relação nenhuma com a história original de Dimentional Adventures da sessão do FireAlex e esta opinião é TOTALMENTE dos próprios personagens, então não leve isso a sério, só porque o próprio personagem disse. Além disso, se desejarem, podem também responderem as minhas perguntas em comentários, se desejarem.

Com isso: Aqui estamos com os protagonistas da fic: Alex, Galleom e Linh Ares! Que começamos com as perguntas, agora!

1 - Como foi a sua primeira impressão com um com outro?

Alex: Argh, foi ruim... Eu ataquei o Galleom antes de pensar se era mesmo o amigo ou o meu inimigo, mas Linh foi completamente aleatório... Ainda bem que o Braus me parou antes de eu matar ele.

Galleom: E com isso, eu vou tentar tomar mais cuidado da próxima vez eu acordar uma pessoa... Oh! Um meso!

Linh: Foi tudo bem, mas eu decidi entrar na briga, porque o sangue de família Ares corre dentro de mim, hehehe...

2 - O que está achando da situação desta historia, até agora?

Alex: Um pouco apertado, mas vamos melhorar, eu vou sentir a falta dos meus amigos e do Anti-eu, mas eu vou melhorar.

Galleom: Agora que eu me reuni com os meus grandes irmãos ladinos, vai ficar perfeito!

Linh: Há! Eu não vou deixar as palavras venenosas do Galleodio me derrubarem! Eu sei que o Denas está vivo em algum lugar! É só confiar e acreditar!

3 - Qual foi o seu momento favorito desta história inteira?

Alex: O segundo pincel dado pelo Anti-eu para a batalha climática, pois eu me sentia mais anti-heroico e heroico ao mesmo tempo! E o gosto da torta de morango, antes da batalha climática.

Galleom: O BEIJO da Linh e Tia ao mesmo tempo e eu me reunir com os meus grandes amigos, Idas e Jeff!

Linh: O fato de eu ter uma figura paterna em forma de Braus e eu participar da arena! Foi bastante divertido, apesar de eu ter perdido...

4 - Quem foi o seu personagem secundário favorito nesta fic?

Alex: Como posso dizer isso? Todos tem suas características e são bons e carismáticos por si próprios. Mas se for de alguém que aconteceu agora, Tia é a primeira amiga que fizemos na história inteira até agora.

Galleom: Idas, com certeza! Ela é a minha melhor amiga e foi a única quem não tentou me matar ou estraçalhar ou me machucou na fic inteira, ainda.

Linh: Braus até que serviu muito bem para mim como uma figura paterna para mim, uma figura paterna que o meu clã recusa me oferecer...

5 - Quem foi a pessoa quem você menos gostou da fic inteira?

Alex: Pessoalmente, tirando o Galleodio, Anti-eu e as provas, os "Gollens" não tem muita criatividade e são uma desculpa ruim para enfrentar os nossos amigos. E doem para caramba.

Galleom: Galleodio ultrapassou o meu limite de ódio comparado com Galleon! Mas aquele "senhor-espada-azul-gigante" continua sendo chato para mim.

Linh: Tirando Galleodio, tenho o Glade, porque ele é confuso e pervertido! Só de ouvir uns poemas de mau gosto me dá vontade de socar a cara dele. E Loster Ares, por ser uma grande desgraça da minha família.

Agora a opinião das outras histórias das outras pessoas!

Alex, Galleom e Linh: *Glup*...

6 - Você tem alguém favorito entre todos os personagens protagonistas e ajudantes?

Alex: Entre os Protagonistas, com certeza o meu querido irmão, Daniel Kirbo! Mas Eusine também é BASTANTE legal! Só acho que o Rodolfo estragou um pouco a charme dele...
Ajudantes por outro lado, Shinpi é bastante legal também! Eu respeito bastante da coragem e inteligência dela, apesar de ser um pouco grossa, o nosso Galleom, entre todas as versões do Galleom, por ser o mais amigável comigo e o padeiro é legal também. Opa, acho que eu escolhi um pouco demais as outras pessoas...

Galleom: Eusine é bastante legal! Ele é divertido e um pouco maluco as vezes, mas é bem legal!
Acho a Ranshi bastante bonita... Ela é elegante e também gosta bastante da cor azul, será que eu tenho chance com ela? Provavelmente, não acho.

Linh: Denas Ares, por ser da minha família, com certeza! Eu não achei muitas pessoas interessantes nos ajudantes... Talvez a Shinpi por provar que até meninas podem serem perigosas, eu acho?

7 - Quem é o personagem secundário dos outros que você mais detestou?

Alex: O senhor Orange é bastante estranho e não ajudou muito os outros.

Galleom: Eu detestei bastante o rei de Emerald! Me prenderam pensando que eu fosse um bandido e me humilhar na arena não foi nada legal!

Linh: Não, não vou aceitar que Yobake derrotou o Denas! Eu sei que o Denas sabe fazer mais que isso! Galleodio está errado!

8 - Qual foi o momento mais maluco que vocês lembram?

Alex: Galleodio dizendo "Sakuya". Sério, eu não lembro dela.

Galleom: Teve aquele lojista que estava vendendo laranjas e meteoritos, enquanto estava em uma loja de eletrônicos e que vendia flores. Ai, nem eu entendi direito.

Linh: Se teve mesmo um momento maluco, eu esqueci. Mas acho que o Loster é a pessoa mais maluca quem eu conheci.

9 - Qual foi o seu movimento favorito desta história inteira?

Alex: Desenho mágico e negro, a espada mágica e a foice da morte foram bem legais e originais! Tirando o desenho do trovão, claro.

Galleom: Quando eu usei a dança das folhas cortantes contra o Gollem, foi o momento mais épico para mim! Mesmo o menos sentido que faça.

Linh: O Fimbulvtr é a minha magia mais forte e prática que eu posso usar, se for desconsiderar o meu ataque que involve lanças de gelo.

10 - O que está achando deste filler até agora?

Alex: Bem, eu acho... É um bom episódio de calmaria e serve como um bom resumo e mostra as nossas opiniões.

Galleom: Tudo bem! Pelo menos, eu não me machuquei no fim deste episódio!

Linh: É... Podia haver algumas lutas no meio, mas é um episódio razoável.

Por isso, obrigado a todos quem leram isso, e desculpa por não postar. Tentem também responderem as perguntas se poderem, ou oferecerem perguntas melhores que a minha! Até mais!

« siggy »


"Prefiro o desenho podre de natal que isso!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 770
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Sex 21 Fev - 15:34

Haha, gostei das perguntas! (E das respostas também!) Boa ideia essa do filler, e boa para passar o tempo também.

Aceito sua proposta! Vou fazer as perguntas para os meus personagens também! É claro, não levem as respostas como sendo as minhas...

Eusine: Espero que perguntem coisas legais.

Rodolfo: Me vê um sanduiche ai, por favor!

Woody: Ter que responder essas perguntas no momento crítico em que estamos é simplesmente ridículo. Fora que não fazem sentido algum. Pode começar.

Gordo: Até eu estou aqui?

Eusine: Também estou surpreso. Deve ser porque você é um membro, mesmo que temporário, do grupo.

Gordo: Claro que é por isso, que coisa óbvia! Mas lembrem-se de que não sei muita coisa por ser novo nessa história aqui. Ah, alguém vai me trazer sanduiches, não é? Me tragam 4 logo.

1 - Como foi a sua primeira impressão com um com outro?

Eusine: Bem... Pensei que Rodolfo pudesse me ajudar a sair daquela cidade estranha. Pensei que Woody fosse um cachorro normal que viria abanando o rabo depois de receber um carinho. Pensei que Gordo ai ser apenas um personagem terciário. Parece que não sou bom para adivinhar essas coisas!

Rodolfo: Valeu pelo sanduíche! Pensei que Eusine fosse só um desastrado qualquer! E não esperava que Woody fosse tão inteligente assim. Já Gordo eu conheci depois de todo mundo e até agora não entendi direito de onde ele veio.

Woody: Bom, eu no começo já tinha noção do quanto todos eram idiotas. Claro que precisava de ajuda para sair dessa dimensão e nenhuma escolha. É claro que meu conceito sobre eles mudou... bom, da maioria.

Gordo: Tem maionese ai? Ah, agora está muito melhor. O magrelo ai é um idiota e o jeito dele me irrita. O espadachim venceu por sorte o meu grande herói e quanto a isso não vou perdoá-lo tão cedo. O cachorro me incomoda um pouco. Quer dizer, não é legal saber que você é mais burro que um cão.

2 -  O que está achando da situação desta historia, até agora?

Eusine: Rodolfo corre perigo e eu sou o único da equipe que pode lutar. Pior que essa caverna subaquática deve ter ainda mais perigos, então... A situação está tensa, definitivamente.

Rodolfo: Eu estou desmaiando.

Woody: Acho que vamos morrer. Mas continuo a fazer de tudo que posso para continuar, talvez porque no fundo ache que vamos conseguir sair daqui. O otimismo de Eusine ajuda um pouco.

Gordo: Também acho que vamos morrer, mas até agora preferi não pensar nesse assunto nem um pouquinho. Fala sério, só isso de Bacon?

3 - Qual foi o seu momento favorito desta história inteira?

Eusine: O momento que chegamos na cidade de Emerald e os momentos que pudemos explorar por aqui. É um lugar realmente bonito e variado, legal de conhecer.

Rodolfo: Minha vitória na Arena, claro!

Woody: ... era para eu ter um momento favorito?

Gordo: Esse! Digo, eu posso pegar mais sanduíches depois, não é? Pois é, esse está sendo o melhor momento.

4 - Quem foi o seu personagem secundário favorito nesta fic?

Eusine: Salih, a princesa de Emerald. Além de ser adorável e incrivelmente amigável, foi quem nos disse como podemos sair da cidade e depois dessa dimensão.

Rodolfo: O Rei. Além de nos receber no castelo para uma janta, ele ainda elogiou bastante e gostou mesmo da minha luta! Ele é gente boa.

Woody: A princesa de Emerald, pelo mesmo motivo que Eusine.

Gordo: Gokam, é claro! Ele é importante para mim desde antes disso tudo começar para o meu lado.

5 - Quem foi a pessoa quem você menos gostou da fic inteira?

Eusine: O Vendedor de Liquidificador.

Rodolfo: Robina. Não que ela seja chata ou má, mas simplesmente porque foi uma luta pior do que esperava. Ainda não apareceu ninguém realmente chato para nos atrapalhar mesmo.

Eusine: Soube que o autor ainda vai colocar muito mais personagens no próximo capítulo.

Rodolfo: Todas as criaturas que quiseram nos matar no caminho.

Gordo: Eusine. Ele é realmente estúpido e o jeito dele me irrita de uma forma incontrolável. Além disso, ele xingou o Gokam.

Eusine: Já disse que não fui eu quem criticou ele! E por que você come de forma tão compulsiva? Seu rosto está cheio de maionese!

Gordo: cale-se, você já respondeu sua pergunta da vez! E alguém quer trazer outro sanduiche?

Agora a opinião das outras histórias das outras pessoas!

6 - Você tem alguém favorito entre todos os personagens protagonistas e ajudantes?

Eusine: Alex Kirbo! Sim, ele é meu amigo, mas... Gosto dele porque as batalhas dele são as mais variadas, e ele sempre consegue sair de armadilhas com sua criatividade mágica e seu pincel. Fora que ele ainda ficou mais forte ainda com aquele outro pincel. Fora ele, gosto bastante do Silver por causa da habilidade dele, do estilo de luta e de como ele vence as batalhas.

Rodolfo: Daniel Kirbo e o Padeiro!

Woody: Randy River. É bom ver como ele está se saindo, ainda mais porque fui eu que ensinou tudo pra ele. Ele é bem inteligente para um garoto dessa época e usa isso a seu favor sempre.

Gordo: Eles não me interessam muito, então se for para escolher eu escolho eu mesmo. Que foi?

7 - Quem é o personagem secundário dos outros que você mais detestou?

Eusine: Eu não costumo não gostar de alguém.

Rodolfo: Não gostei muito do temperamento da Astrid, não sei se me daria muito bem com ela.

Woody: Acho que Loster, ele parece bem bobo e vai atrapalhar o grupo. Sem falar que vai alterar a dinâmica da equipe.

Gordo: Todos. Prefiro não escolher nenhum em especial.

8 - Qual foi o momento mais maluco que vocês lembram?

Eusine: Você chama essa história de maluca? Consigo pensar em coisas mais malucas fácil... De qualquer forma, acho que foi quando eu descobri na marra o quanto as gotas de chuva são pesadas nessa dimensão! Eu tentei engolir uma, lembra? Parecia um tijolo.

Rodolfo: Quando Eusine caiu do prédio, logo no começo da história. Haha!

Woody: Quando escapamos daquele monstro de água gigante explodindo parte do prédio e depois caindo em alta velocidade do outro lado da cerca...

Gordo: Ser chamado para esse interrogatório.

9 - Qual foi o seu movimento favorito desta história inteira?

Eusine: Não deu pra usar muitas habilidades até agora! Mas o melhor que usei foi o Tri-Bomb contra aquela toupeira furadeira.

Rodolfo: Quando eu gritei meu nome e fiz o misterioso de capuz revelar sua identidade!

Woody: Sinto que fui meio inútil nessa aventura até agora... Mas minha coleira está muito desatualizada e os inimigos em um nível maior que o meu. Não é minha culpa...

Gordo: Quero só mais um sanduíche, pra ir embora feliz. Ah, e um pra viagem, é claro.

10 - O que está achando deste filler até agora?

Eusine: Pelo menos faz com que vocês não se esqueçam de nós.

Rodolfo: Foi divertido!

Woody: Sem sentido nem objetivo prático. Vamos, temos que continuar nosso caminho...

Gordo: Valeu pela comida! Posso voltar mais vezes, não é? Não? Ah... Vou voltar assim mesmo.

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Seg 24 Fev - 23:31

Capítulo Perguntas e Respostas 1: Perguntas Dimensionais!

Randy, Silver e Shinpi andavam em direção à entrada do parque.

Silver e Shinpi estavam juntos, por causa de um encontro insesperado após uma atração do parque, enquanto Randy andava sozinho, após uma participação em uma atração altamente bizarra.

----------------------------------------------------

Shinpi - Então... O quê que-

De repente, uma fumaça lilás com cheiro epicamente de uva explode à frente de Silver e Shinpi!

----------------------------------------------------

Enquanto Randy andava, Randy nota um chapéu no chão.

Randy - Eeeei, acho que já vi você antes...

----------------------------------------------------

Apresêntor - HHEEEEEEYAAAA!

Silver - ah, você...

Shinpi - Hm, é um conhecido seu, Silver?

Apresêntor parecia bizarro como sempre, exceto com uma falta de um-

----------------------------------------------------

Senhor Chapéu - Oi!

Randy - Ah!

Randy dá um salto para trás de susto.

Randy - Esqueci que você falava...

----------------------------------------------------

Apresêntor - Olá! Acredito que não me apresentei para essa sua versão, Sou Apresentor, o Apresentador! E este aqui é-

Notando que estava sem chapéu, Apresêntor congela por uns segundos.

Shinpi - Err... Oi. Sou Shinpi Tekina.

Silver - Estou com impressão que vou me arrepender de perguntar, mas por que está aqui?

----------------------------------------------------

Senhor Chapéu & Apresêntor - Vim aqui para parabenizá-los por terem conseguido quase todas as Marcas Maravilhosas!

Senhor Chapéu & Apresêntor - Vocês foram os primeiros a conseguir!

----------------------------------------------------

Randy - Mas também... O parque abriu hoje...

----------------------------------------------------

Senhor Chapéu & Apresêntor - Então, posso fazer umas perguntinhas?

Randy & Silver - Não.

Senhor Chapéu & Apresêntor - Vamos lá! Por favor? Por favor? Por favor? Por favor? Por favor?

Randy - Ugh, tá bom, vamos logo com isso... Só pare com isso.

Shinpi - Vamos, Silver! Pode até ser legal!

Silver - *Suspiro* Está bem...

----------------------------------------------------



Senhor Chapéu & Apresêntor - Então vamos lá! À PRIMEIRA PERGUNTA!!!

1 - Como foi a sua primeira impressão com um com outro?

Randy: Hm? Quer dizer Silver e Shinpi? Bem, achei bem estranho que eles eram um garoto que parecia uma garota e uma garota que parecia um garoto, mas acho que já me acostumei com isso... Passamos já por bastante coisa juntos, e acho que poderíamos nos considerar amigos.

Shinpi: Ah, pensei que o Silver era uma garota, é claro!

Silver: EU NÃO SOU GAROTA! Er, apesar de que, pensando bem, pensava que você era um cara...

2 -  O que está achando da situação desta historia, até agora?

Randy: História, do que está falando?

Silver: Não fale do que está acontecendo com a gente como se fosse um livro!

Shinpi: Ou um crossover ficção de fãs bizarro com adjetivos estranhos, porque isso totalmente não é!

3 - Qual foi o seu momento favorito desta história inteira?

Silver: Provavelmente quando você desaparecer...

Shinpi: *suspiro* Acho que quando consegui o bumerangue meteórico... Foi até que uma arma legal antes de me explodir...

Randy: *suspiro* Você quer dizer as coisas que me aconteceram em Tangelo? Bem, teve aquele dia que teve uma competição de comida que eu venci...

4 - Quem foi o seu personagem secundário favorito nesta fic?

Randy: ... Personagem secundário? isso é um grande chingamento alheio às pessoas...

Shinpi: Afe! Eu disse que não estamos numa fic! Bem, talvez numa dimensão alternativa, mas definitivamente não numa fic.

Silver: *suspiro* Acho que não tem jeito... Bem, das outras pessoas, acho que gostei mais

5 - Quem foi a pessoa quem você menos gostou da fic inteira?

Randy: Acho que o Apresêntor. Apesar de que o Orange é bem estranho, Alloy é suspeito e- Eles estão ouvindo isso?

Silver: Você.

Shinpi: Bem, por mais que essas perguntas sejam irritantes, minhas clones foram bem chatas.

----------------------------------------------------

Senhor Chapéu & Apresêntor - Agora a opinião das outras histórias das outras pessoas!

Senhor Chapéu e Apresêntor pegam um botão e apertam nele!

Repentinamente, várias telas sinistras aparecem no meio do ar!

Nas telas, apareciam várias pessoas cada, geralmente em grupos de três.

Randy: E-Ei!

6 - Você tem alguém favorito entre todos os personagens protagonistas e ajudantes?

Randy: Aquele é o Woody!?! Como você-

Shinpi: Hm...? Que pessoas são essas...? Ah! Aquele é o Alex! Ele parece bem!

Silver: Alex...? Ei! Aquela pessoa com ele! Linh! É mesmo a Linh? Hehe... Parece agressiva como sempre...

7 - Quem é o personagem secundário dos outros que você mais detestou?

Silver: Ei, aquele é o Loster? Definitivamente ele.

Shinpi: Hm... Difícil ver quem eu mais odeio se nunca vi ninguém mais... Hm... Aquele lagarto. Não vou com a cara daquele lagarto gigante. Netlizard? É o nome dele?

Randy: Você anda espionando as pessoas? É por causa de vocês que estamos aqui!?!

Senhor Chapéu - Eiei, vamos parar com isso... Vamos terminar as perguntas e respostas e depois responderei suas perguntas!

8 - Qual foi o momento mais maluco que vocês lembram?

Randy: *Suspiro* Muito bem. Vir para cá, em primeiro lugar, foi bem estranho. Mas o último desafio que fiz é um nível de estranheza bem elevado.

Silver: Aquele caso com a lesma gigante, provavelmente.

Shinpi: Hm... O caso da lesma gigante foi realmente estranho, mas acho que vou ficar com aquele aparelho do Orange.

9 - Qual foi o seu movimento favorito desta história inteira?

Randy: Eu já usava os psi' antes de ir para cá, mas aquele nosso ataque triplo foi até que bem legal.

Shinpi: Aprender a usar a Aura de Prata! Ela é bem útil!

Silver: Devo dizer que minha esquiagem foi bem épica também...

10 - O que está achando deste filler até agora?

Randy: Estou com raiva.

Silver: Desse troço de perguntas e respostas? Bem desnecessário.

Shinpi: Bem, foi até bom ver o Alex de novo...

----------------------------------------------------

Randy - Certo, certo, agora já respondi suas perguntas. Agora me responda!

Senhor Chapéu - Bem, posso dizer apenas que não sabemos como vocês vieram para cá, mas vocês são uns grupos bem interessantes! Mas fora naquele show da Shinpi, nunca influenciamos em nada.

Randy - Mais uma coisa.

Senhor Chapéu - Hm?

Randy - Eu vi o Woody numa daquelas imagens. Onde está meu irmão? Onde está Marcus?

Senhor Chapéu - Ohhh, você tem um irmão? Hahaha, que interessante~

Randy - Responda!

Senhor Chapéu - Hahaha, não sei nada do seu irmão~ Agora, se me dá licença~

Randy - Ugh...

Senhor Chapéu gira loucamente, diminuindo de tamanho até desaparecer.

« siggy »


Última edição por Mr.Galleom em Sex 28 Fev - 19:06, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Sex 28 Fev - 18:55

Extra III:
Vento de Prata! Shinpi Tekina entra em ação!
Spoiler:
 

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Sab 15 Mar - 23:33

Extra IV:
Acertando a Maçã! A flecha certeira(?) de Eusine!
Spoiler:
 

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Firealex
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : A Emblema do Alex!
Mensagens : 491
Sanidade : 5

MensagemAssunto: Episódio 12: As Super-Hiper-Mega-Aventuras-Luxuosas-Lendárias do Loster Ares! E a procura de uma pista.   Sex 28 Mar - 23:05

Episódio 12: As Super-Hiper-Mega-Aventuras-Luxuosas-Lendárias do Loster Ares! E a procura de uma pista.

Loster: Ih... Com menos de um episódio, aparentemente eu fui odiado por muitas pessoas! Mas não se preocupem! Pois eu, Loster Ares vou fazer a sua grandiosa introdução para as suas aventuras, juntos com os seus valiosos e leais escudeiros, Alex, Galleom, Linh, Idas e Jeff! Observem e tentem recolher as suas bocas depois da gente resolver o problema da barreira, antes do fim do capítulo!

Alex: Vamos ter que aturar este cara...?

Idas: Infelizmente, sim...

Alex: Tudo bem... Loster, tente quebrar esta barreira com os seus... Super poderes, sei-lá-o-que?

Loster: Ah, você quer dizer o meu grandioso poder do clã Ares? Xá comigo, meu amigo Alex Akiro!

Alex: É Alex Kir... Ah, eu não vou discutir com você. Só faça.

Idas: Boa idéia. Isso vai deixar ele distraído enquanto a gente procura um jeito de achar o método de quebrar a barreira...

Linh: Hunf, ainda não acredito que recrutamos este idiota...

Galleom: E eu achei que eu era o pior amigo do grupo...

Jeff: Não, Galleom! Você é o nosso melhor amigo! Não deixem os outros te magoarem!

Alex, Linh, Galleom, Idas e Jeff separam do Loster para explorarem o mundo inteiro de Emerald.

Loster: Agora, eu vou usar os meus SUPER-HIPER-ULTRA-MAGNÍFICOS-PREFIXOS GOLPES do GRANDE CAMPEÃO LOSTER ARES!!! Barreira, prepare-se para o seu fim!

*Barulho dos gafanhotos...*

Loster primeiro pega uma broca gigante e monta nela em cima para tentar perfurar a barreira com toda a sua paixão, força e coragem! Faça o impossível! Reme com toda a sua força!!!

PRRRRRR! Mas não funcionou. A broca explodiu e se transformou em um bolo de chocolate, e Loster caiu em cima do bolo, batendo a cara dele.

Loster: EU SOU LOSTER ARES!!! Então enfrente isso!

Depois, Loster joga várias bombas atômicas feitos de lava do vulcão mais quentes da terra na barreira!

Mas a lava, apesar de queimar a barreira, a barreira continua intacta como se nada tivesse acontecido... E uma geléia de morango caiu em cima do Loster.

Loster: EU SOU LOSTER ARES!!! Então toma isso!

Então Loster pega uma espada laser e fatia a barreira com os cortes mais épicos, rápidos e violentos que uma pessoa jamais tentou!

Preciso dizer mesmo que a barreira não quebrou?

Loster: *arf*, *arf*... Você forçou eu usar o meu golpe supremo, barreira! Eu vou usar a minha arte secreta mais artística, misteriosa e a perigosa do clã Ares! Eu vou invocar uma magia mais perigosa, terrível, temível e poderoao! Nem os deuses se ousariam de enfrentar o poder, ela vai quebrar até a barreira mais resistente do mundo bem facilmente! Então... Não consigo... AGUENTAR...!

*Som dos gafanhotos...*

Loster: Eu... Não... Vou... Aguentar... MAIS... PREPARE-SE! Pelos poderes das trevas, eu invocarei o meu golpe mais perigoso que até o clã Ares selou e proibiu si mesmos de usar... o...

*Até os gafanhotos estão entediados...*

Loster: O DEMÔNIO RAIVOSO: O TOQUE DE TANATOS!!!

O céu se escureceu, a força das trevas cresce dentro do Loster Ares, o punho dele ficou cheia de magia negra, a clava dele cresce com a força negra e ele ficou com os olhos vermelhos... Loster ficou mais assustador que um dinossauro-roxo-sorridente com dor de dente! E Loster se joga com o jeito mais épico para quebrar a barreira!

Loster: EU SOU LOSTER AAAAARES!!!

A colisão do toque de Tanatos do Loster e a barreira foi tão forte, mas tão forte que causou um Armagedon na dimensão central inteira, destruindo o mundo! Arruinando as plantações, Quebrando muito mais casas, estourando os átomos, desintegrando toda a vida dos animais e dos humanos... Só sobrando sinos, as rochas e o vento para contar a história... Com nenhuma pessoa a salvar a dimensão central, Loster destruiu o mundo com o seu soco.

Então, eu gostaria de dizer que a história toda do Dimentional adventures finalmente teve o seu Grande fim! Só os sinos, o vento e as rochas dão adeus e agradecem a todos vocês a lerem esta estória.

Fim do Dimentional Adventures.

Nah, eu estou brincando. O que na realidade aconteceu: Loster se tropeçou na pedra e o golpe se desfez.

Linh: Hunf, idiota.

Idas: Deixa ele tentar quebrar a barreira, um dia ele vai cansar e vai parar de incomodar a gente.

Alex: É, vamos procurar as informações. Eu quero tentar acreditar que os meus amigos estão salvos...

O grupo (menos o Loster) procura todo o reino de Emerald. Isso incluiu procurar atrás das cachoeiras, baterem as caras na caixa do céu, falando com todas as pessoas aleatórias de Emerald, e matando os monstros malvados que atazanam as vidas dos residentes... e nada mais!

O grupo se reúne em quase no começo da noite, fazendo em um acampamento perto da lagoa de Emerald. Tirando todas as baboseiras que aconteceu no começo deste episódio, todos contam as suas vidas antes de vierem para cá. Alex, Linh e Galleom falam as informações deles que são os mesmos que de primeiro episódio. Idas, Jeff e Loster contam os deles de uma seguinte maneira...

Alex: Ok, gente. Podem dizer os seus nomes, o que estavam fazendo e como se conheceram um ao outro?

Idas: Ok, meu nome é Idas, e eu sou simplesmente uma aventureira que simplesmente treinou atrás das sombras. Eu não estou exatamente satisfeita com tudo que eu tive, eu me treinei mais tentando pegar "emprestado" os objetos das outras pessoas, amo ler livros de romances, praticar a minha mira de tiro ao alvo e relaxando as vezes.
Só isso de que vocês precisam saber sobre mim.

Jeff: Meu nome é Jeff! Eu sou um pouco parecido com Idas, mas eu me não me sinto muito seguro e forte sem ela... Mas eu gosto mais é de jogar bola com os outros garotos, praticar tiro ao alvo também e acompanhar Idas.
É... Eu não sou tão interessante quanto Idas, sinto muito.

Loster: E eu sou LOSTER...

Linh: Ok, Loster. Nós todos já sabemos quem você é. Agora pare de ser barulhento e ajude na fogueira.

Loster: Mas, Linh, minha prima...!

Linh: Não tem problemas, primo! Anda logo!

Loster: Hunf, seus ingratos... Vocês ainda não viram o melhor de mim, o Loster Ares!

Alex: Ok, gente, o que aprenderam até agora nesta cidade? Aprendi que a cidade tem muita vegetação, as ervas e a mercadoria é grande para uma cidade Semi-medieval.

Galleom: Tem aquela praia costeira que vendia Cachorros-quentes com Chili gostosos e uma arena que lembra de uma tigela de cereal e a prisão bem fria e sombria, brrr...

Linh: Tem várias casas residenciais quase-inteiras por causa da chuva e batalha, e um centro que tem um parque natural, cheia de árvores.

Jeff: Tem aquelas cavernas e a cachoeira lá na montanha de Emerald. Mas acho que só teve rochas e alguns cristais que alguém já cavaram.

Alex: Ah, fui eu. A gente explorou a montanha inteira se preparando para as... Grandes riquezas para a gente se sustentar.

Idas: Bem, acredito que falta explorar, o castelo de Emerald.

Loster: E eu enfrentei o meu primeiro urso raivoso desde que eu tinha 5 anos de vida!

Galleom: D-Devemos explorar lá mesmo? Eu vi os soldados... Eles podem jogar a gente para aquele calabouço se explorarmos! E a noite é muito mais perigoso explorar lá...

Idas: Mas é o único lugar que a gente ainda não viu.

Galleom: Ah, eu tinha um sonho lindo que eu era um ninja que pode esconder atrás de uma escuridão, que usava magias super legais e...

Idas: Galleom, você é um ninja, lembra?

Galleom: Ah, beleza!

Alex: Er... Acho que a chuva afetou demais o cérebro dele... Vamos lá, gente! Loster, continue tentando quebrar a barreira, você consegue, eu acredito em você!

Loster: Você não vai se decepcionar, senhor Alex!

Alex: Linh, fiquem de olho nele. Não queremos que ele cause algum problema quando a gente voltar.

Linh: Eu?! Mas por que eu?!

Alex: Porque você é a única quem conhece mais o Loster que a gente inteira. Você consegue aguentar melhor que todos nós quatro juntos e não sabe nada em esconder.

Linh: Você também não!

Alex: Ah, jura? Idas, me desculpa.

Idas: Er... Por quê?

Com os pincéis do Alex, Alex copia o Galleom e a Idas! Alex aprimora e aprende o esgueirar!

Idas: Ai! Mas o que?!

Galleom: Exato! Alex pode copiar os outros para qualquer coisa!

Alex: É, mas não exatamente sei fazer tudo, como tentar cozinhar alguma coisa sem me queimar, pilotar um veículo não-pintado de verdade, tentar usar um ataque que não tem nada a ver com a pessoa quem eu copiei, etc.

Idas: Você é interessante mesmo! Mas podia tentar me copiar sem me bater!

Alex: Por isso que eu quero tentar copiar sem ficar precisando bater nos outros, me desculpa, Idas. Mas eu vou precisar da ajuda de vocês para explorar o castelo.

Linh: (Ah, é. O pincel dele pode copiar tudo...) Não, eu vou com você, Alex.

Alex: Mas como? Você não sabe se esconder e nem fazer silêncio...

Linh: Eu tenho isso! As ervas invisíveis para mim! A Tia me deu alguns para nos ajudar na jornada.

Alex: Ok...

Loster: Não se preocupe, meu Grandioso amigo Alex, Loster consegue se virar sozinho nesta missão importante!

Alex: Que seja. Vamos explorar o Castelo!

Naquela noite, no portão do castelo de emerald... Tinham vários porteiros na frente, protegendo a entrada com toda rigidez.

Alex: Uau, que exagero! O que vamos fazer com eles?!

Linh: Eu digo que vamos ESMAGAR todos eles!

Idas: Tola! Você só vai atrair mais problemas! É nesta hora que ativamos nossas habilidades de invisibilidade!

E como Idas disse, Alex, Galleom, Idas e Jeff ativam sua habilidade de esgueirar! Linh come as ervas de invisibilidade, antes de entrarem silenciosamente no castelo.

Além do salão de espera, salão de janta e um monte de coisas que esperamos que o castelo tenha, não teve nada de interessante. Até chegar perto de um quarto de uma pessoa estranha.

Idas: Hã? Acho que ouvi alguma coisa, gente!

O grupo se reúne até chegar na Idas!

Idas: Vem cá! Eu quero que ouçam o que a princesa quer dizer! Psiu! Silêncio!

Alex: Ah! Deve ser o Eusine!

Idas: Eusine? Ele é o seu amigo?

Alex: Sim! Mas acho melhor não incomodar ele agora, isso talvez vai levar a gente para o problema se ele ver a gente! Foquem na missão! Recolhem toda a informação que dizerem!

O grupo silenciosamente ouvem a história da princesa!

Princesa: Mas tem um pequeno probleminha...

Cachorro: O que é?

Princesa: Não tem como sairmos da cidade. Tem uma estranha barreira cobrindo toda ela.

Eusine: Já passamos por isso! Na última vez, passamos por cima!

Princesa: Não creio que isso seja possível... Ela é intransponível por cima e por baixo. Só tem um meio de sair...

Eusine: E qual é?

Princesa: Dizem que, no fundo do mar Emerald existe um amuleto mágico. Mágico o bastante para quebrar a barreira que cobre a cidade.

Cachorro: Magia não existe, garota! E já tentamos atacar a barreira da última vez, não da certo. Não tem como um amuleto quebrá-la.

Princesa: Ah... desculpe-me por ser boba...

Eusine se levanta.

Eusine: Você não está sendo boba! Esse cachorro é apenas um descrente, é claro que magia existe! E aposto que esse amuleto ai vai conseguir abrir uma passagem pela barreira!

Princesa: Eusine... obrigada!

Cachorro: *Suspiro*, eu não acredito nisso... Onde mesmo você disse que está esse amuleto?

Princesa: Sigam-me!

Alex: Vocês ouviram a princesa! Cuidado!

Idas: Aquele cachorro falou?! Que fofinho!!! Quero abraçar ele!!! Fofo! Fo... Ah, sim! A missão.

Os nove começaram a andar até os fundos da sala. O Rei tentou se virar, e só então percebeu que estava entalado. Havia engordado mais um pouco durante a janta e agora sua barriga o empurrava com mais força contra a cadeira. Os guardas se apressaram para tentar puxar a cadeira para trás.

Rei: O que foi fazer ai atrás, filha?

Princesa: Apenas olhar pela janela.

Rei: Nós temos janela?

Linh: Nossa, este rei é muito burro...

Galleom: Até mais burro que um burrico!

A princesa afastou as cortinas douradas, mostrando aos oito aventureiros a vista privilegiada que tinham da cidade. Pelo ângulo perfeito que o castelo havia sido construído, não havia nenhuma rua ou beco daquele lado da cidade que não pudesse ser visto. As pessoas eram pequenas daquela distância, e ninguém parecia notar que três pessoas e um cachorro as observavam de cima.

Sem tempo para observar a cidade em si, todos olharam mais adiante, para o mar de Emerald. A água era completamente verde! O mar era imenso, mas daquele local alto os quatro conseguiam ver que ele tinha um fim, uma fina camada de terra ao longe.

Princesa: Em algum lugar do mar.

Cachorro: Em algum lugar?! Assim vamos demorar anos!

Princesa: ...

Eusine: Não vamos nada! Amuletos mágicos como esse costumam ficar guardados em calabouços ou cavernas cheias de monstros. É só explorarmos a primeira caverna com entrada épica.

Cachorro: Que coisa ridícula!

Eusine: Ideia melhor?

Cachorro: Hunf...

Princesa: E então, vocês vão mesmo me ajudar? Por favor, vocês são os únicos que acreditam em mim e podem lutar! O Rodolfo, pelo menos, provou ser o melhor em Emerald.

Rodolfo: Yeah!

Eusine: Claro que vamos ajudar! Não é, Woody?

Woody: Sim, sim, é claro. Afinal, o que mais podemos fazer?

Princesa: Obrigada! Não posso expressar o quanto eu estou feliz!

Woody: Hum...

Alex: Heh, Eusine... Você sempre faz essas coisas tão absurdamente épicas... Só não sei como você vai lidar com isso, só se tiver algum submarino...

Princesa: Mas a chuva podia aparecer na noite e estraçalharem vocês. Por favor, dormem junto com a gente hoje.

Eusine: Tudo bem, Salih! Vamos, gente!

Alex: Vocês ouviram a princesa! Vamos!

O grupo vai até o quarto!

Salih: Boa noite, Eusine...

Eusine: Boa noite, Princesa!

Woody: Eu ainda não acredito que nós vamos fazer isso, Eusine!

Eusine: É, mas vamos dar créditos para o Rodolfo! Ele nos trouxe até esse luxo!

Rodolfo: Exato! Eu sou um cara muito forte!

Woody: Que seja, amanhã, vamos arrumar um jeito de entrar no fundo do mar, boa noite gente...

Idas: A nossa coleta de informação já acabou! Vamos embora, gente!

Galleom: Argh! Rodolfo! Você arruinou a nossa chance de ter uma banquete real! Eu vou matar você!!!

Todos: Galleom, seu idiota!!!

Eusine: Hã? O que está acontecendo?

Woody: Será...? Uma invasão dos ladrões...?!

Idas: Oh, oh! Não queria me chegar ao ponto disso mas... Todos prendem as suas respirações!

Todos: Certo!

Idas joga as bombas sonolentas no Eusine, Woody e Rodolfo! Eusine e Woody caem no sono profundo!

Alex: Eusine! Me desculpa!

Mas Alex coloca o Eusine e Woody na cama em silêncio!

Idas: Não tem problemas, Alex! Se Eusine acordar, provavelmente vamos ter problemas!

Rodolfo: Não acredito! Vocês devem ser... Fantasmas!!!

Linh: Er... Como?

Ao se perceber, Linh teve o efeito da erva acabado!

Galleom: Rodolfo! Nos encontramos de novo! Não vou esquecer do que você fez com a gente na arena!

Rodolfo: Ei, ei, ei! Você não tem direito de reclamar! Eu ganhei do torneio de um jeito bem justo!

Galleom: Até parece! Você apareceu do nada para não só me humilhar, mas interromper a minha luta épica contra o meu rival, Galleon!

Rodolfo: Mas o que você esperava?! É uma luta de vale-tudo!

Alex: Ok, detectar! Este é o Rodolfo Crazyson! Um residente da cidade de onde você começa! Apesar de parecer um guerreiro comum de espada, ele também possui uma resistência que equivale a um diamante! Ele também é resistente as várias doenças! A fraqueza dele... é... Coca-Cola? Mesmo?! Mas se ele beber a Coca-Cola, ele vai se limpar e se aliviar com todas as dores que acontecerem com ele, mas podemos evitar a luta contra ele.

Linh: Oh, oh! Meu efeito da erva acabou!

Rodolfo: Ah, não é justo... Para vocês!

Galleom: O que?! Você está dizendo que somos fracos?! Você vai cair, Rodolfo!!!

Linh: Galleom, seu idiota!

Rodolfo: Eu... Sou... Rodolfo!!! E eu sou invencível!

Linh: Rodolfo, aqui está a Coca-Cola! Por favor, beba! Não queremos incomodá-lo!

Rodolfo: Posso ficar com ele?

Linh: Pode!

Rodolfo: Muito obrigado, fantasma boazinha! Glub... Glub... Glub... Eu vou para a cama! Boa noite!

A Linh força o Galleom a comer a erva da invisibilidade de novo, antes de comer uma e o grupo saem do quarto bem rápido e pulam na janela mais próxima!

Galleom: EU TE ODEIO, RODOLFO!!!

Epilogo!

Alex: Ufa... Essa foi por pouco...

Jeff: Achei que iriamos morrer...

Idas: Mas, conseguimos as informações valiosas!

Loster: Eu ainda não quebrei a barreira! Mas eu pesquei um peixe gigante e peguei várias frutas e vegetais frescos, para compensar o meu tempo valioso perdido!

Alex: Loster... Pensando bem, você até que fez um bom trabalho! Não precisa mais tentar quebrar a barreira!

Loster: Mas, ainda não saímos...

Alex: Nós descobrimos um outro jeito e a força do clã Ares não parece ser uma boa opção. Bom trabalho.

Loster: Há! Eu sei como deixar uma pessoa feliz, sim capitão Alex Akiro!

Alex: É Alex Kirbo... Enquanto o Galleom...

Linh, Idas, Alex e Jeff: Você podia ter arruinado a nossa missão!

Galleom: Mas o Rodolfo!

Alex: Eu ignorei o Eusine, porque ele podia acidentalmente chamar os guardas para nos jogar na prisão!

Linh soca, chuta e bate no Galleom, por quase estragar a missão!

Galleom: Ai! Ai! Argh!

Idas: Linh! Para com isso! Galleom não fez isso por mal!

Linh: Mas é por causa dele que a nossa missão foi quase no brejo!

Idas: Qual é! Seu efeito da erva acabou na hora ruim também!

Alex: Galleom, apesar de você não merecer ser batido, eu concordo com a Linh. O que aconteceu para você ser tão hostil com o Rodolfo?

Galleom: Foi ele! ELE arruinou a minha chance de vencer o torneio de emerald!

Jeff: Esqueçam isso! Nós conseguimos um belo banquete e conseguimos a informação!

Linh: Hunf, por isso que odeio a sua idiotice, Galleom!

Galleom: E eu odeio o jeito que você me trata!

Linh: Mas você fica pedindo a eu fazer isso!

Galleom: Eu não falei nada!

Alex: Gente, já chega! Vamos ao invés disso, agradecer o Loster por não estragar a nossa missão hoje!

Loster: O grande Loster está sempre disponível para ajudar os grandes amigos dele!

E o grupo faz um belo banquete hoje! Linh ainda não achava que o Galleom merecia comer junto, mas Idas, Jeff e Loster ficaram juntos com o Galleom para passarem um tempo conversando as suas aventuras e comendo um peixe assado delicioso. Galleom se relaxou depois de ficar um tempo com os seus amigos, mas Linh ainda não perdoou o pobre do Galleom por quase arruinar a missão deles... E todos foram para os seus barracos, dormir...

E acabou! Desculpa do jeito que tratei vocês, Eusine e Galleom!

« siggy »


"Prefiro o desenho podre de natal que isso!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 770
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   Sex 25 Abr - 21:05

Esse episódio é minha marca para o fim do Capítulo.

E também faz parte do evento de Eusinauguração!

Dimentional Adventure

Episódio 13 – Descobertas loiras

     No último episódio...
     Eusine, Woody, Rodolfo e Gordo haviam chegado em uma misteriosa caverna submarina, ficando logo presos graças ao submarino defeituoso e volátil. Procurando por um amuleto sagrado que os faria sair da cidade de Emerald, logo o caminho deles é impedido por um robô armado. Garantindo que iria dar conta dele sozinho, Rodolfo fica para lutar enquanto os outros vão pelo caminho da direita. Eusine fica com um mal pressentimento.
     Os três que não estavam lutando contra o robô acabaram por encontrar o amuleto, que se quebrou, e enfrentar um guardião toupeira. Depois de derrotar a grande toupeira, Eusine tem certeza de que aquele não era o amuleto real de Emerald, por ter se quebrado tão fácil. Subitamente lembrando de Rodolfo, Eusine corre para socorrer o novo amigo.
     Enquanto isso, Rodolfo realmente precisava de ajuda. Estava ganhando até o momento que o robô o prendeu com uma perna metálica que havia sido arrancada poucos minutos atrás. O garoto foi ferido na coxa esquerda, que praticamente o deixou impedido de andar. Quando estava prestes a ser atingido por um dos golpes do robô, Rodolfo foi salvo por uma flecha que atingiu a cabeça da máquina. Cansada de sair voando e já não tão satisfeita agora que estava definitivamente presa na testa do robô, a flecha torcia para que houvesse enfim um novo episódio.

     O robô cambaleia para o lado com o impacto da flecha em sua cabeça. Quase cai, já que estava sem uma das pernas. Rapidamente mirou seu braço-metralhadora na direção de onde o golpe havia vindo, apenas para que uma flecha entrasse pelo cano da metralhadora e explodisse lá dentro. Sem tempo para alguma outra reação, o robô foi atingido no rosto pelo pé de um arqueiro, finalmente caindo no chão de costas.

     Depois daquela sequencia de golpes, Woody também chega naquela sala que estava servindo de campo de batalha, indo direto para Rodolfo, que havia escorregado para o chão e parecia prestes a desmaiar. Sua coxa sangrava muito devido ao ferimento recente.

Woody: Rodolfo! Fale comigo!

Rodolfo: Woody... Você e Eusine acharam o amuleto?

Woody: Ele... está na outra sala.

Rodolfo: Ah... então vão lá pegar logo.

Woody: Depois que o Eusine derrotar essa máquina que lhe feriu e eu colocar alguns curativos nesse machucado. Sabe, eu fui o cara da minha turma com maiores notas em medicina.

Gordo: A... aposto que você... faria muito sucesso como o único... o único... *respiração profunda* cachorro cirurgião do mundo.

     Gordo acabou de chegar, após ter corrido o máximo que pode. Estava mortalmente cansado e se sentou ao lado de Rodolfo.

Gordo: E ai, champs? Não parece mais tão forte assim.

Woody: Gordo, sai dai.

Rodolfo: Eu... queria ganhar desse coiso sem usar meu poder especial...

Gordo: Oh, então agora você tem um poder oculto especial? Faça-me um favor...

Woody: Eu já disse e não vou mais repetir! Saia dai!

Gordo: Por quê? Só estamos conversando! E, além do mais, to descansando aqui.

Rodolfo: Eu vou... dormir um pouco.

     Rodolfo fecha profundamente seus olhos.

Gordo: Tsc.

Woody: Oh, minha Deusa, não... Sai daí!

     Finalmente Gordo se levanta e dá espaço para Woody, que põe em Rodolfo um estetoscópio que saiu de sua coleira.

Woody: Não está batendo... Acho que ele já perdeu sangue demais...

     Dessa vez usando óculos que saíram também da coleira, o cão passa a examinar o grande corte na coxa de Rodolfo. Suas patas trabalharam rápido para tirar os pedaços fatiados da calça para que ele pudesse ver melhor, e pararam estaticamente assim que ele conseguiu uma visão clara do ferimento.

Woody: Espera...

     Enquanto isso, Eusine encarava o robô caído no chão, esperando para ver o que ele faria. Tentou se levantar uma vez e, ao ver que não conseguiria, caiu do novo ao chão. Eusine preparou algumas flechas bombas...

     Quando, de repente, os braços do robô saem e, movidos por jatos no local onde se ligariam com os ombros, voam em direção a Eusine!

     O braço da espada é o primeiro a o alcançar, fazendo-o se jogar para trás para se desviar enquanto a lâmina passa voando por cima dele. Enquanto estava brevemente deitado no chão, viu o braço metralhadora se aproximando pelo outro lado. Eusine saltou se impulsionando com as mãos e desviou dos primeiros tiros que se aproximaram. Ela estava bem mais lenta após a explosão com a flecha bomba mas pelo jeito continuava atirando.

     O garoto girou no ar e atirou uma flecha-corda para baixo, atingindo o braço que tinha metralhadora, se cravando devido aos pequenos ganchos de ferro na ponta da flecha. Agora, onde estaria o braço com a espada? Virando o rosto rapidamente para procura-lo, se surpreendeu em saber que ele estava praticamente o atingindo ali mesmo, em pleno ar. Levantou o arco e conseguiu se defender da espada, fazendo-a desviar seu caminho para cima e se cravar no teto. Eusine foi jogado para trás.

     Girando seu corpo, Eusine caiu em pé no chão, ainda segurando a corda presa na flecha fincada no braço-metralhadora, que continuava a atirar e girava para voltar a atacar seu alvo. Balançando a corda como um chicote, Eusine faz com que a metralhadora se crave no rosto da máquina. Depois, saltou, segurou o punho da espada e a puxou. Segurando firmemente enquanto apontava a lâmina para baixo, cravou o braço-espada no peito do robô. A metralhadora parou de atirar e os jatos nos braços se desligaram. Ele estava finalmente derrotado.

     Sem perder muito tempo ali, Eusine correu até seus companheiros.

Eusine: Como ele está?

Woody: Incrivelmente bem. Em breve ele já irá se recuperar. Hum...

Eusine: Que bom! Ele é bem resistente, como pensei.

Woody: Hum... Mais do que você imagina...

Eusine: O que houve? Você está estranho.

Gordo: Ele tá assim desde que começou a examinar o doido ai. Nem me conta o que aconteceu.

Eusine: Ele vai realmente ficar bem?

Woody: Vai, vai sim. É que estou um pouco espantado que... Eusine, Rodolfo não é humano.

Eusine: O quê? Está dizendo que ele é alienígena?!

Gordo: Ei, de repente isso explica ele ser forte o bastante pra vencer Gokan!

Woody: Não, ele nem se quer é um ser vivo. Rodolfo aqui é um robô...

Gordo: Woooo! Isso também explica!!

Woody: ... de tecnologia incrivelmente avançada. Nunca ouvi falar de algo complexo assim, e olha que eu vim do futuro. Ele está se recuperando sozinho, e creio que ele está nesse estado inconsciente para poder concentrar suas energias em se recuperar do ferimento.

Eusine: Então... Você acha que Rodolfo mentiu para nós esse tempo todo?

Woody: Duvido. Ele parece ser, sinceramente, autenticamente burro. Acho que ele não sabia disso tanto quanto nós.

Eusine: Foi o que pensei também.

Gordo: Já eu acho que ele não contou nada para poder participar da Arena sem problemas. Se bem que não é contra as regras...

Woody: Aliás, acho até que o criador do Rodolfo teve bastante esforço para esconder a verdade. Ele tem todo esse sangue falso (que, aliás, ele já começou a repor), além das artérias e veias para transportá-lo. Além disso, possui essa camada desnecessária de epiderme e gordura... Que não devem servir para nada... Apesar de significar que Rodolfo realmente se fere apenas quando atingido nos circuitos, onde ficaria seus ossos...

Gordo: Acho que ele vai ficar assim por um tempo.

Eusine: É realmente incrível, mas... Ainda temos o clássico problema de precisarmos encontrar o amuleto e um modo de sair daqui.

Gordo: Ainda tem esperança?

Eusine: Claro que tenho. Ainda nem exploramos o caminho pra esquerda.

Gordo: Podemos descansar? Estou mesmo cansado... e com fome.

Eusine: Você não fez nada.

Gordo: Eu tentei correr!

Eusine: E eu lutei contra uma toupeira gigante e um robô que braços voadores e estou aqui, disposto a enfrentar mais um possível guardião.

Gordo: Blá blá blá, sou forte e luto contra monstros maus.

Eusine: Fique ai então. Mas você sabe que aqui não tem comida, enquanto pra onde estou indo talvez tenha.

Gordo: Afe, to indo então. Você não sabe como é ser gordo e sofrer por isso.

Eusine: Talvez se você parasse de comer tanto e-

Gordo: Odeio argumentos, cala essa boca.

     Gordo tira uma asa de frango de um bolso da calça e começa a comer.

Eusine: ... você tinha comida ai o tempo inteiro...

Woody: ... E o cabelo dele cresce, significando uma crescente produção de-

Eusine: Woody?

Woody: Sim?

Eusine: Vamos?

Woody: Eu queria tanto abrir ele e aprender sobre como ele foi feito. Ele come, já percebeu? O que acontece com a comida? Quer dizer, sabemos que ele vai ao banheiro, mas será que ele absorve os nutrientes da comida? Como? Porque? Ah, e como eu queria ver como é o cérebro dele...

Eusine: Pois eu acho que você não deveria dissecar nosso amigo. Talvez tenha outra chance de ver na prática como ele funciona.

Woody: Uma chance única... mas você tem razão, melhor não. Não soa ético. Além disso, ele é avançado o bastante para que eu demore demais para montar novamente.

*Update concluído*

Woody: ... Mas o quê?

Gordo: Desculpa, acho que foi meu estômago.

Eusine: Não seja idiota, acho que veio do Rodolfo. Não sei muita coisa de tecnologia, mas esse sonzinho veio uma máquina.

Woody: Veio da minha coleira. Ela estava de alguma forma reagindo com os circuitos de Rodolfo... O que torna tudo ainda mais estranho.

Eusine: As coisas só ficam cada vez mais malucas. Parece minha dimensão.

Woody: ...

Gordo: Podemos ir? Odeio esse silêncio.

Eusine: Vamos então. E vamos deixar Rodolfo aqui, se recuperando. É melhor para ele.

     Eusine não esqueceu de recolher a flecha na testa do robô pirata, que ainda estava em boas condições. A flecha foi posta na aljava junto com as outras, esperando poder ter um bom momento de descanso.

----------------------------------------

     Não ouve nada que bloqueasse o caminho dos três. Nenhuma criatura robótica e/ou animal surgiu pra querer matar ninguém. Nenhuma armadilha mortal pelo corredor. E nem se quer um louco usando duas espadas correndo para cima deles. Simplesmente chegaram numa ampla sala, como a do caminho da direita, alta, com paredes de teto natural de rochas e um brilhante e pequeno amuleto verde pendurado na parede do lado oposto à entrada deles.

Woody: Acha que uma toupeira gigante vai cair assim que pegarmos o amuleto?

Eusine: Não estou com um pressentimento ruim dessa vez. Acho que não.

     Cuidadosamente, eles foram caminhando de forma lenta até finalmente chegar no amuleto. Este era muito mais brilhante que o anterior, e com mais detalhes. Eusine percebeu, enquanto esticava o braço para agarrar o amuleto, que ele tinha o formato de dois peixes nadando em círculo, com um mordendo o rabo do outro. O verde do amuleto era muito forte, e ele se sentia quase hipnotizado só de olhar para ele.

     Eusine segurou o amuleto, com a certeza de que ele era o verdadeiro.

Eusine: Algo está errado. O pressentimento ruim apareceu.

     Ele se vira...

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Extra V   Qui 1 Maio - 13:47

Extra V:
É o Padeiro! Perigo pãodarigoso!
Spoiler:
 

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Episódio 13 - A Última Marca Maravilhosa   Ter 6 Maio - 20:44

Episódio 13 - A Última Marca Maravilhosa

Shinpi - ...

Silver - ...

Shinpi - Isso foi bem estranho.

Silver - Nem me diga...

Shinpi - Mas então, Silver.

Silver - Hm?

Shinpi - O que há com esse cachecol aí?

Silver - Ah, sim. Eu meio que ganhei quando foi naquele brinquedo...

Shinpi - Fica até bem em você. Deixa você menos parecido com uma menina.

Silver - Obriga- O QUE VOCÊ QUER DIZER COM ISSO?

Shinpi - Nada não! Haha-

Shinpi corre em direção à entrada do parque, deixando Silver para trás!

Silver - É impressão minha ou ela parece mais feliz hoje?

-----------------------------------------------------------------------------------------------


Randy andava enquanto pensava sozinho.

Randy - Afe, essa estranheza toda irrita...

Randy pega uma bolinha de borracha do bolso e esmaga ela.

Randy - *Suspiro* Mas o que será que Silver e Shinpi andaram fazendo?

Randy - Eu acabei tendo de pegar metade das marcas, aqueles preguiçosos...

Randy - Mas sinto que estou cada vez mais perto de voltar para casa! Isso me faz sentir melhor por dentro...

Randy - Voltar para casa...

Randy - Espero que Marcus e Woody estejam bem...

Randy fecha os olhos e lembranças resoam em sua mente.

-----------------

- É isso aí... Respire fundo! Já não se sente melhor?

- Um pouco, sim...

- Você sabe que os seus pais fazem isso porque eles querem o seu bem, não é?

-----------------

Randy - Ocean também...

Randy - ter uma amiga como ela, com quem posso falar é muito bom de vez quando...

-----------------

- Ei, Randy! Randy, ajuda aqui no jogo? Tem uma parte aqui que não consigo passar! Por favor?

- Agora não, Marcus, tenho de ir fazer umas compras. Parece que os pais não tiveram tempo de comprar ontem...

-----------------

Randy - Pais... Como será que eles estão... Espero que eles estejam bem...

Randy - Heh, com a comida deles, aposto que estão preferindo jantar fora...

Randy - ... Mas espero que estejam bem...

-----------------

- Vo-você FALA!

- Você fala também, qual o problema? Até parece que nunca viu um canino falar antes.

-----------------

Randy - Heh, aqui é um lugar bem estranho, acontecem coisas estranhas, mas não é como se em casa fosse muito menos estranho.

Randy - Mesmo assim... Sinto saudades... é um lugar estranho, mas ainda é minha casa.

-----------------

- Ah! Randy, o- o jogo!

- Não acho que agora seja uma boa hora...

- Não é isso! A luz acabou! E, e ele tá vivo! E tá me seguindo... tô com medo...

-----------------

Randy - Mesmo em casa eu tenho de lutar contra monstros de vez em quando

Randy - Faz tanto tempo que estou aqui que mal sei quanto tempo estou...

Randy - Imagino se Silver e Shinpi sentem saudades das casas deles também...

Randy - Bem, sei que para voltar para casa temos de nos esforçar!

Randy - Sinto que com pegando as Marcas, estaremos um passo mais próximo de casa!

Randy, num impulso de energia, corre para a entrada!

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Na entrada, uma pessoa conhecida esperava Randy.



Shinpi - Oh, Randy!

Randy - Shinpi! Oi!

Shinpi - Como vai, Randy?

Randy - Até que bem! Os desafios não foram muito difíceis, apesar de que aquele último foi um pouco esquisito...

Shinpi - O quê? Sem monstros nem nada?

Randy - Monstros? Hã? Não!

Shinpi - Acho que isso explica como você conseguiu tantas Marcas...

Randy - Hã, a propósito... E o Silver?

Shinpi - Ah, o lerdo deve estar chegando agora!

Silver chega correndo em direção de Shinpi e Randy!

Silver - *Huff, Huff* Ei, Shinpi! Não saia correndo desse jeito!

Randy - Hã, oi Silver.

Silver - Ah, oi Randy! Como foram seus desafios?

Randy - Er, até que bem, apesar de um pouco estranhos...

Silver - Hm? Você não foi atacado ou coisa assim? Acho que isso explica a sua rapidez.

Randy - Que tipo de desafios vocês tiveram?!?

Silver - *suspiro* Acho que... não importa. Estamos todos aqui, e falta só mais uma marca!

Silver se vira para a esquerda, com Randy e Shinpi acompanhando o olhar.

Eles olham em direção da última atração da Marca Maravilhosa... O Carrossel do Dino! O dinossauro-estátua em seu topo parecia convidar Randy e seus amigos a entrar em sua atração, ainda que com um sorriso feliz e animado quer qualquer dinossauro teria.

Scott - Ohá! Vejo que vocês todos chegaram!

Scott aparece!

Randy - argh da onde você veio-

Shinpi - Ah, Scott!

Silver - Scott...

Scott - O que foi, surpresos?

Randy - Você fica aparecendo assim do nada...

Scott - Do que está falando, eu estive aqui o tempo todo...

Silver - Ah sim, Scott. Acabei de pensar em um coisa. Tenho uma coisa para te perguntar.

Scott - Sim?

Silver - Não precisamos todos ir ali, naquele brinquedo, não é?

Scott - Hm?

Silver - Nós todos ganhamos as Marcas indo sozinhos nos brinquedos. Isso quer dizer que não precisamos ir todos nesse último, não é?

Scott - Ohá! Pergunta interessante... Vou ver isso. Ah, olha! É a Madame Ming!

Scott aponta para a entrada. Shinpi, Silver e Randy acompanham o olhar, vendo Madame Ming, com... Scott andando do lado!?

Madame Ming - Hm? Eram eles que tinham uma pergunta pra mim, Scott?

Scott - Ah, acredito que sim, Madame Ming.

Randy - Scott?! Mas ele não estava-

Randy olha para onde Scott estava falando com eles, encontrando um lugar vazio.

Randy - Mas o quê-

Madame Ming - Sim...? O que desejam?

Silver - Err... Bem, nós estávamos pensando se temos todos de ir no último brinquedo. Até agora nós estivemos indo nos brinquedos sozinhos, acho que não tem nenhum problema, não é?

Madame Ming - Hmm, que problemático...

Madame Ming pausa um pouco antes de continuar

Madame Ming - Originalmente fizemos o sistema assim para caso tenha alguém no grupo não goste do brinquedo... Mas supondo que as pessoas andariam em grupo... Porém vocês se dividiram pra poder ganhar Marcas mais rapidamente...

Madame Ming - Oh bem. Vocês podem fazer fazer isso se quiserem. Na próxima versão do parque nós consertamos isso.

Randy - 'Próxima versão'...?

Madame Ming - Oh, nada para se preocupar! Agora, se me dão licença, tenho que voltar ao meu posto.

Madame Ming, seguida de Scott, andam de volta para a entrada do parque.

Shinpi - Bem... pelo menos nem todos precisamos ir naquele troço estranho.

Randy - Não é tão estranho quanto ao último "brinquedo" que tive de aturar.

Silver - Enfim, como vamos decidir quem vai ali?

Shinpi - Pedra, Papel e Tesoura?

Randy - Acho que pode ser.

Silver - Certo, então vamos lá.

Todos - Um dois, três e....!

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Silver - Maldito papel... deveria ter usado pedra...

Silver - *Suspiro* não posso reclamar, a ideia foi minha afinal de contas...

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Randy e Shinpi assistiam ao Silver, enquanto Silver agarrava-se fortemente ao poste acima do carrinho de lobo azul que escolhera.

Quando, repentinamente, o Carrossel do Dino começa a tocar uma música bizarra, mas fofinha...! E começa a girar, lentamente.

Shinpi - Haha... Será que ele vai ficar bem...?

Randy - Mas é claro... É só um carrossel... O que poderia dar de errado?

... quando os olhos do dinossauro-estátua brilham vermelhos!

O dinossauro estátua se meche, revelando partes robóticas!

Dinobô - ALVO ADQUIRIDO. MODO DE BATALHA ATIVADO. ATIVAR RUGIDO DE BATALHA PADRÃO.



Dinobô dá um grande rugido dinossáurio robótico!

Randy - O QUÊ!?

Shinpi - Ugh, não viu os outros monstros robóticos desse parque?

Dinobô pula para cima de Randy e Shinpi!

Randy e Shinpi pulam para o lado! Dinobô pisa em onde Randy e Shinpi estavam!

Os olhos de Dinobô brilham vermelhos, aparentando ficar com raiva!

Dinobô meche a cauda... e começa a girar, tentando acertar a cauda em Shinpi e Randy, mas o ataque é deviado rapidamente.

Randy e Shinpi ficam entre Dinobô e o Carrossel do Dino!

Randy - Na verdade não vi nenhum por aqui.

Shinpi - Hm... isso explica muita coisa...

Dinobô fica parado por alguns segundos.

Silver - Ah! Um dinossauro robô!

Shinpi - Está atrasado nessa.

Silver - Bem, se não notou, estou ocupado. GIRANDO.

Dinobô - NOVO ALVO ADQUIRIDO - DESTRUIR CARROSSEL RIDÍCULO

Randy - Hã!?

Shinpi - O que acontece se o carrossel for destruído?

Randy - Não sei, mas melhor não descobrir!

Dinobô abre a boca, fica nas pontas dos pés robóticos... e lança uma grande bola de fogo!

Shinpi pula para cima do carrossel.

Randy - Escudo Psi α!

Randy cria um escudo em volta de si!

Mas a bola de fogo é muito grande, atravessando o escudo de Randy!

Shinpi - Ele quer acertar o carrossel? Vento de prata!

Ao redor do carrossel surge uma brisa, que rapidamente vira uma parede de vento em direção da bola de fogo!

A bola de fogo diminui, mas continua em frente!

Randy - Psi Gelo β!

Randy cria um símbolo de gelo, e consegue atingir a bola de fogo!

A bola de fogo desaparece, explodindo o gelo numa grande quantidade de água.

Randy - Hm...!

Dinobô avança para cima de Randy, com sua cabeça abaixada!

Shinpi - Randy, atrás de você!

Randy - Hã?

Dinobô atinge Randy, quebrando e escudo e lançando-o para cima!

Randy - Ahhhh!

Shinpi - Randy!

Shinpi pula para buscar Randy, e Dinobô aproveita para avançar mais em direção ao brinquedo!

Silver - Hã!?

Silver invoca cinco espadas, e lança-as em direção de Dinobô!

Três espadas rebatem, mas duas encravam na cabeça de Dinobô!

Dinobô para no lugar e dá um grande rugido de raiva!

Shinpi pousa com Randy nos braços alguns metros ao lado de Dinobô.

Shinpi - Está bem?

Shinpi deixa Randy no chão.

Randy - O escudo absorveu a maior parte do ataque. Mas obrigado.

Dinobô prepara-se para dar uma caudada no carrossel!

Shinpi - Hm? Parece que o Silver parou ele! Rápido! É a nossa chance!

Randy - Certo! Psi fogo γ!

Shinpi - Vento de prata!

A combinação de vento e fogo de Randy e Shinpi cria uma grande explosão, que empurra Dinobô para longe!

Randy e Shinpi correm para frente do carrossel.

Randy - Huff... Huff... Nosso poder defensivo é muito fraco... para essa coisa...

Shinpi - Haaa... Verdade... então vamos ter de derrotar ele antes que ele nos acerte!

Randy - Aqui vai uma ajuda! Psi Escudo Ω!

Randy lenvanta o braço, espalhando seu poder nas proximidades. Randy e Shinpi são envoltos pelo escudo psi!

Shinpi - Heh, isso é bem útil, mas olhe só isso. Aura de Prata!

Ao redor de Shinpi surge uma forte ventania prateda!

Randy - Uia!

Shinpi avança para cima de Dinobô!

Dinobô lança uma grande bola de fogo, mas com a aura de prata e o escudo de Randy, o ataque é rapidamente dissipado!

Shinpi - Heh!

Shinpi se prepara para dar um grande corte lateral na cara de Dinobô!

Mas Dinobô rapidamente morde o braço de Shinpi!

Shinpi - Hã!?

Dinobô aparenta fazer uma cara de feliz... E lança uma bola de fogo em Shinpi!

Bola de fogo explode em Shinpi, destruindo a aura de prata e o escudo de Randy!

Randy - Shinpi! Psi Cinese!

Randy controla a queda de Shinpi, deixando ela levemente no chão no meio do caminho entre Randy e Dinobô.

Shinpi - Haaa... Haaa... Obrigada, Randy...

Dinobô... vira de costas!?

Shinpi - O que é isso? Ele quer fugir agora?

Dinobô aponta a cauda para Shinpi... E se abre, lançando um míssil gigante!

Shinpi - Heh, essa é fácil de-

O míssil passa do lado de Shinpi!

Shinpi - Não! Ele está apontando no carrossel!

Randy - Ugh! Psi Gelo γ!

Randy congela o míssil, mas ele continua em direção ao carrossel!

Randy - Psi cinesis!

Randy deixa míssil mais lento, mas ele continua em frente!

Randy - Ugh, não vai dar tempo!

Silver - Haaaa!

Silver consegue parar míssil!

Shinpi & Randy - Ufa...

Silver - Ugh, esse brinquedo está deixando as coisas muito difíceis...

Silver deixa míssil no chão.

Dinobô se vira, enquanto Shinpi volta para o lado de Randy.

Randy - Ei, Shinpi.

Shinpi - Hm?

Randy - Acha que consegue usar a aura de prata em mim?

Shinpi - Hm... nunca tentei fazer isso antes... mas acho que consigo sim.

Shinpi - Aura de prata!

Ao redor de Randy surge uma ventania prateada!

Randy - Que sensação estranha... De alguma forma, me sinto mais rápido...!

Randy - Certo, me dê cobertura, tenho uma ideia pra um ataque, mas tenho de preparar um pouco!

Randy fecha os olhos e se concentra, acima de sua mão direita, losangos azuis apareciam e em sua mão esquerda, surgiam linhas vermelhas.

Shinpi - Proteger você? Mas como vou proteger você e o carrossel ao mesmo...!

Shinpi olha para o míssil no chão.

Shinpi - Pode deixar.

Dinobô e Shinpi se encaram por um momento... E dinobô avança para cima de Shinpi!

Shinpi - Aura de prata!

Shinpi envolve... o míssil com a aura de prata!

Shinpi - Vamos lá, bumerangue, é a nossa hora!

Shinpi lança o bumerangue meteórico!

O bumerangue meteórico atinge a cabeça de Dinobô em cheio!

O local onde o bumerangue atingira Dinobô fica como um buraco de amassado, e Dinobô fica atordoado!

Shinpi pega o bumerangue meteórico de volta, e chuta o míssil para cima!

Shinpi - Heh, com a aura de prata, fica bem leve!

Shinpi dá um salto e chuta o míssil, lançando-o em direção de Dinobô!

O míssil atinge dinobô em cheio, criando uma grande explosão!

Shinpi é empurrada pela explosão até o carrossel!

De dentro da cortina de fumaça, Dinobô revela ainda estar funcionando! Dinobô, porém, estava sem várias partes de sua camada laranja externa, revelando uma forma robótica sinistra!

Shinpi - Persistente, não é?

Dinobô aparenta ficar com raivae lança seguidamente três bolas de fogo!

Shinpi - Ugh!

Randy - Lá vamos nós!

Randy usa o poder da aura de prata e chega rapidamente à frente de Shinpi!

Randy aponta os dois braços em direção de Dinobô e...!

Randy - Psi Redemoinho Ω!

Das mãos de Randy, um pequeno redemoinho surge, e Randy o lança em direção de Dinobô!

Conforme o redemoinho avança, ele aumenta de tamanho, de forma que quando atinge as bolas de fogo, elas são facilmente apagadas!

O redemoinho atinge Dinobô! Dinobô é empurrado para o outro lado da praça, atingindo uma parede, enquanto o redemoinho continuava a girar e a empurrar mais Dinobô!

Quando o impacto diminui, Dinobô cai no chão, desativado!



Randy - Hufff... Huff... Huf.

Randy senta no chão.

Randy - Argh, essa foi beem difícil! Estou praticamente sem PP!

Shinpi - Nem me diga... Foi definitivamente mais difícil que os outros robôs que tive de lutar.

Silver - Ah, vocês derrotaram o robô.

Randy - Hã, Silver?

Silver - Sou eu. O brinquedo acabou de parar, então acho que acabou!

Shinpi - Ufa, quer dizer que...!

Os bolsos de Shinpi, Silver e Randy brilham!

Os três pegam os Cartões de seus bolsos... e veem que todo o Cartão está completo!

Randy, Shinpi e Silver ganham a marca do "Carrossel do Dino"!

Shinpi - Finalmente, pensei que nunca iria acabar!

Randy - Parece que estamos aqui faz meses, não é?

Silver - Parece mesmo...

Scott - Ohá! Parece que vocês conseguiram todas as marcas!

Randy - Scott... estou muito cansado pra me surpreender por você aparecer do nada.

Madame Ming surge da entrada, desta vez com seus guarda-costas em seu lado.

Madame Ming - Deuses! Alguém conseguiu todas as marcas em tanto pouco tempo! Meus parabéns!

Madame Ming - Scott, venha aqui, por favor, querido?

Scott - Mas é claro, Madame!

Scott vai até Madame Ming.



Madame Ming - *Cochichando* Qual era o prêmio mesmo?

Scott - *Cochichando* Não sei, não imaginávamos que acabariam tão rápido...

Madame Ming - *Cochichando* Não temos nenhum prêmio de consolação nem nada?

Randy - Cuidado!

Um Dinobô em pedaços surge!

Silver invoca uma grande bola de ferro, esmagando Dinobô!

Madame Ming - Deuses!

Silver - Heh, sabia que isso seria útil.

Silver recolhe a bola de ferro.

Dinobô brilha... e explode em fumaça!

Quando a fumaça dissipa, algo cai nas mãos de Madame Ming.

Um dinossauro laranja, miniatura do dinobô, ainda que aparentando estar confuso com a situação.

Madame Ming - Ah, aqui está! Seu prêmio por ter completado o desafio das Marcas Maravilhosas! Tome aqui. Um dinossauro laranja!

Randy recebe um dinossauro laranja! Randy, Shinpi e Silver estranham o prêmio.

O dinossauro balança a cabeça e parece sair da confusão.

Dinossauro - Ei, ei! Mas que história é essa!

O dinossauro pula da mão de Randy.

Dinossauro - Pra começar, meu nome é Dino!

Dino - E eu não sou nenhum prêmio, ou bichinho de estimação coisa nenhuma!

Todos presentes, menos Randy parecem atordoados com a visão de um dinossauro falante.

Randy - *Suspiro* Que ótimo, mais um animal falante.

Dino morde a perna de Randy.

Randy - Ai, o que foi isso?

Dino - Animal é você! Seu... animal!

Randy - Quem está chamando de animal?

Shinpi - Haha...

Shinpi - Hm, o que é isso?

Shinpi avista uma sacola no lugar onde Dinobô explodiu.

Shinpi pega a sacola.

Shinpi - O que temos aqui... Ah!

Shinpi ganha facas dinossáuricas!

Shinpi - Ótimo, tenho agora um substituto para as minhas facas!

Madame Ming - Er... Isso também faz parte do prêmio.

Shinpi - Er, Obrigada.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Shinpi, Randy e Silver andam para fora do parque, cansados, mas felizes pelo que adquiriram e por se sentir um passo mais perto de suas casas. Dino acompanhava o grupo, alguns passos atrás, um pouco irritado, mas decidido que iria com eles.

Madame Ming fala para Randy e seus amigos, assim que chegam à entrada.

Madame Ming - Hehe... Tenho certeza de que ele ajudará a encontrar seu caminho~

Shinpi, Randy e Silver estranham por um momento, mas apenas agradecem e voltam para a casa do chefe Loran.

« siggy »


Última edição por Mr.Galleom em Ter 24 Jun - 20:00, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Mr.Galleom
The Gah One
The Gah One
avatar

. : Quase um fantasma
Mensagens : 886
Sanidade : 4

MensagemAssunto: Capítulo III - Fim   Ter 6 Maio - 22:23

~Capítulo III : Um objetivo~
Fim

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Dimentional Adventures   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dimentional Adventures
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Fórum One Piece Sea Adventures
» Lançado "Bill Ball Adventures 1.0".
» Adventures in Space
» Código do jogo adventure quest worlds
» Xbox 360 Slim + Kinect + Jogo Kinect Adventures = R$799,00; CURITIBA RETIRA EM MAOS!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Path Makers :: Off Topic :: Histórias Historásticas-
Ir para: