Path Makers


 
InícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Análise de Dota 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 774
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Análise de Dota 2   Dom 9 Mar - 17:05

Análise de Dota 2! Viva!

Bom, viva porque não vou mais precisar jogar. Todos sabem que não curto esse tipo de jogo (nenhum MMO, mas se eu fosse explicar o motivo agora esse post ia ficar gigantesco), mas assim como o FS eu sei que existem pontos positivos em Dota. Portanto esse post não é um xingamento, mas sim uma análise o mais justa possível. Então relaxa ai.

Ah sim, eu e o FS criamos um mini-meme antes e durante essa análise: “Prefiro jogar Donkey Kong Country”. Eu que criei esse troço, então DKC vai ser a comparação que vou utilizar aqui: Por quê? Por vários motivos.

*Poderia ter sido outro jogo de uns 20 anos atrás. Pokémon Red? Megaman X? Earthbound? Sei lá, mas escolhi Donkey Kong Country simplesmente por escolher.*

Um resumo das histórias de DKC e Dota 2, pra quem quiser ler:
”Donkey Kong Country”:
 
”Dota 2”:
 

Como podem ver, ambos possuem histórias que se encaixam muito bem nos respectivos jogos. Claro que Dota 2 ganha pontos por ser muito épica, mas...
Não vemos isso no jogo. Em nenhum momento desde que liguei o jogo, selecionei o modo, vi o tutorial e até nas partidas que joguei eu vi essa história. E mais, ninguém liga para isso, a história simplesmente não importa e é como se não existisse. Você não consegue explicações para nada, no jogo apenas se aparece em um campo de batalha e tem que matar os adversários e destruir suas torres por nenhum motivo. Pode ser boa, mas não serve para nada.
(Ponto para DKC!)

Em DKC temos como personagens importantes os jogáveis, Donkey Kong e Diddy Kong e Cranky Kong, um velho que fica nos dando dicas. É só, apesar de ser o bastante para o jogo.
Em Dota 2 nós temos... bem, dezenas de personagens, e todos são variados em aparência, características, funções e habilidades. Dá uma incrível vontade de tentar todos, conhecer todos.
(Ponto para Dota 2!)

A jogabilidade é o foco de Dota 2. Até porque quando se sabe o estilo de jogo, não se demora tanto para decidir com qual personagem vai continuar jogando. E é realmente boa, mas quando se sabe o estilo de jogo que quer e qual hero usar (o que demora algumas partidas) todas as partidas vão se tornar a mesma coisa, no mesmo lugar e com os mesmos personagens.
(Não comparo com DKC porque as jogabilidades são completamente diferentes e adaptadas pra cada estilo de jogo. Julgar a melhor dessa forma fica meio complicado).

Em Dota 2 você joga em... uma floresta, apenas. É exatamente o mesmo mapa sempre, em todas as partidas. E tem mais, você não se importa com a floresta. Ela não é importante, poderia ser qualquer lugar, tanto faz. Ela é outra coisa que não serve para nada.
Em DKC se joga em selvas, cavernas, templos, montanhas, navios piratas... Todos são diferentes, variados, interessantes, cativantes e mais, tornam tudo muito divertido.
(Obviamente, ponto para DKC!)

Os gráficos de Dota 2 são bons. A floresta e os personagens são muito bonitos e bem feitos sempre, mas não são excepcionais.
Enquanto isso, DKC possui um dos gráficos mais bonitos do Super Nintendo.
(Eu daria ponto para DKC, mas não gosto de julgar um jogo pelo gráfico. Fica aqui essa comparação só para ter maior noção).

Quanto à trilha sonora, os dois jogos apresentam uma música/efeitos sonoros MUITO diferentes, mas o importante é que ambas se encaixam com perfeição em cada um dos jogos. Não tem como dizer qual o melhor.

Talvez DKC não tenha sido exatamente a melhor escolha, mas foi tão boa quanto qualquer outra. Admito que não estou do lado de Dota 2, a história inútil e a jogabilidade (eu peguei leve ali em cima, mas a verdade é que achei a de Dota 2 enjoativa) principalmente, foram fatores que me influenciaram. Principalmente pelo desperdício de história.
Não vi motivos para jogar Dota 2. Pode ter sido divertido jogar brevemente, mas não é melhor do que algo criado 20 anos atrás (sim, DKC é de 1994) para um console de várias gerações atrás. Se for pegar jogos bons daquela época até hoje em dia, temos centenas de jogos bons. Repito: Não vi motivos para jogar Dota 2. O jogo nunca acaba, é simplesmente fazer a mesma coisa sem explicação no mesmo lugar repetidas vezes.

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
arrout
Super Random Guy!
Super Random Guy!
avatar

. : *arroto* :3
Mensagens : 456
Sanidade : 2

MensagemAssunto: Re: Análise de Dota 2   Dom 9 Mar - 18:15

Sua análise não pareceu muito boa, até porque a comparação não foi das melhores. f6
Eu gosto bastante da história de DotA, cada hero tem seu lore. E uma das coisas que constrói a lore (e muito), são as falas dos personagens in-game, e também a lore especifica de cada um, claro. Mas como você já disse, não é o foco do jogo.
Como Denas havia falado, uma das coisas mais divertidas é achar as diferentes maneiras de achar a vitória, é ISSO que faz todo um MOBA fazer sentido. As possibilidades são quase infinitas f2. Por mais comum e repetitivo que uma partida possa parecer, quase sempre algo acontece, uma teamfight sai errado, alguém morre na hora errada, alguém rouba seu Aegis, você está prestes a matar alguém com veneno e alguém dá um deny... É de particularidades que o jogo é feito.
Você não gosta de jogos multiplayer, especialmente os competitivos, então obviamente você não vai gostar do gameplay. É altamente competitivo, e absurdamente complexo, pra entender completamente o jogo, você leva meses, e a cada dia aparecem novas estratégias e descobertas sobre as possibilidades de combos entre heroes, counters, biulds, roles... Cada hero tem seu playstyle, e mesmo o playstyle é variável, suas biulds (que cada pessoa tem a sua pro hero).
"Sem explicação"
O objetivo é derrotar o ancient inimigo, como foi dito, os ancients summonaram heroes pra lutar por eles, e destruir o ancient inimigo.
Como o Denas já disse, o objetivo é o mesmo, mas as formas de vitória são muito variadas. MUITO MESMO.
Você nunca fica só em um hero f7. A menos que seja até você ter uma noção mínima de jogo, você tem que jogar com todos uma vez, pelo menos. Pra você ter uma noção de como eles funcionam, as skills deles, biulds pra ele, e saber como counterá-lo.
A interação com o mapa é crucial para o bom funcionamento do time, a floresta tem os creeps de jungle, que são usados para farmar no mid/late game pros carries, ou no early game pros junglers, ter um jungler é muito bom para assim, alguém poder solar lane e ganhar XP mais rápido. Inúmeros heroes interagem com o mapa, o Night Stalker por exemplo, fica bem mais forte à noite. Timbersaw usa as árvores para poder escapar e dar dano, além de poder cortá-las e fazer caminhos para escapar que antes não existiam. Earthshaker cria uma parede de pedra que pode prender as pessoas se for usada no choke point certo. Treant Protector pode ficar invisível se ficar perto de árvores. Nature's Prophet pode transformar as árvores em summons. E por aí vai. Além de que um bom conhecimento da floresta pode te salvar várias vezes de perseguições e etc.
Eu vou concordar com sua afirmação que jogos de 20 anos atrás são melhores que muitos de hoje em dia, mas esse não é o ponto aqui. f6

« siggy »
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eusine48
Top membro
Top membro
avatar

. : Sou imune ao feijão
Mensagens : 774
Sanidade : -17

MensagemAssunto: Re: Análise de Dota 2   Dom 9 Mar - 20:43

Eu sei que a comparação não foi das melhores. Mas, como eu disse, foi uma escolha qualquer que poderia ter sido qualquer outra. Só queria provar o ponto de vista.

Você focou quase todo seu comentário com explicação de jogabilidade/personagens f6. Desculpe por não comentar todas essas coisas! Eu sei que existem mas achei que se comentasse poderia falar besteira (tirando das estratégias, que eu não poderia falar quase nada mesmo). Mas, de certa forma, se eu tivesse posto tudo isso que você escreveu na análise, teria ficado muito grande e chato. É algo desnecessário, até mesmo porque jogabilidade e personagens foi para onde meus elogios foram direcionados.

Ah, desculpe por fazer parecer que cada pessoa só usa o mesmo hero sempre. Explicando melhor, quero dizer que cada um sempre de foca em determinado tipo e geralmente só usa ele e semelhantes. Mas você tem que admitir que sempre usa alguns com mais frequência (4 ou 5) e está fixado neles. Mas isso não é um problema, pode acontecer com qualquer jogo com vários personagens.

De qualquer forma, thanks pelo comentário! f2

« siggy »

É isso que o Eusine pensa de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pathmakers.forumeiros.net/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Análise de Dota 2   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Análise de Dota 2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Path Makers :: Off Topic :: Geral-
Ir para: